A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
136 pág.
Apostila Mecânica dos Solos I - USP

Pré-visualização | Página 29 de 29

grau de compactação do solo pode ser encontrado de forma análoga, a partir das massas
específicas úmidas, se conhecer o valor de γdmáx - (1 + wa), pois, de fato:
( )
( ) máxd
da
amáxd
ada
w
w
GC
,, 1
1
γ
γ
γ
γ =+
+=
Pode-se converter o valor da massa especifica seca máxima γdmáx.(1 + wot) em uma expressão que
incorpore o teor de umidade do aterro γdmáx.(1 + wa), dividindo-se essa expressão por (1 + wot)/(1 + wa).
Assim:
( ) ( )amáxd
a
ot
otmáxd w
w
w
w +=
+
+
+
1
1
1
1
,
, γγ
A expressão
z
w
ww
w
w
a
aot
a
ot +=+
−+=+
+
1
1
1
1
1
130
em que
a
aot
w
wwZ +
−=
1
representa uma quantidade de água adicionada à amostra, em relação ao seu peso, quando seu teor de
umidade era wa. Para dar-se conta deste fato, basta multiplicar ambos os membros de z pelo valor do peso
seco da amostra.
O gráfico da Figura 104 apresenta duas curvas. A superior, a das massas específicas úmidas,
representa o resultado de compactar-se, no cilindro de Proctor, amostras retiradas do aterro, com valores
crescentes do teor de umidade. A curva inferior resulta de uma conversão das massas especificas de
campo, colocadas em função do teor de umidade do aterro.
Sendo o valor de l + wa uma constante, o ponto de máximo da curva inferior será o valor de γdmáx,
uma vez que a única variável é γd. Portanto,
( )
( ) máxd
da
amáxd
ada
w
w
GC
,, 1
1
γ
γ
γ
γ =+
+=
Para a obtenção do grau de compactação pelo método de Hilf, determina-se em primeiro lugar, a
massa especifica do aterro. Em seguida, compactam-se, no cilindro de Proctor, amostras com valores
crescentes ou decrescentes de Z, sendo Z uma quantia de água fixa tomada em relação ao peso do inicial.
De posse de vários valores de Z e das massas especificas convertidas, obtém-se o valor de γdmáx.(1 + wa).
A obtenção do valor de ∆w é conseguida substituindo o valor da ordenada zm correspondente à
massa específica seca máxima de Proctor. Ou,
( )amaot wzww +=− 1 , mas
a
aot
m w
ww
z +
−+=+
1
11 , portanto
a
ot
maot w
w
zww +
+=−
1
1
131
BIBLIOGRAFIA
1. ASTM (l98O) "Annual book of ASTM Standards - Part 19, Soil and Rock, Building Stones",
Philadelphia.
2. BADILLO, E.J. Y RODRIGUES, A.R. (l969) "Mecânica de Suelos"- Vol I e II Editorial Limusa –
México.
3. BISHOP, A.W. and HENKEL, D.J. (l978) ,,The measurement of soil properties in the triaxial test" -
Edward Arnold, London.
4. BJORNBERG, A.J.S. e outros (l978) "Curso de Geologia para Engenheiros" Depto' de Geotecnia -
EESC - USP - São Carlos.
5. BOWLES, J.E. -(1977) "Foundation analysis and design" McGraw Hill Kogakusha'- Tokio.
6. CASTRO, E. (l974) - "Expansibilidade, capilaridade e sucção" in Mecânica dos Solos - conceitos
fundamentais - LNEC Lisboa - Portugal.
7. CEDERGREEN, H.R. (l967) "Seepage, drainage and flow nets" John Wiley and Sons.
8. COLLlNS, K. and McGOWN, A. (l974) "The form and function of microfabric features in a variety,
of natural soils", Geotechnique 24, n. 2, pp. 223 - 254.
9. FOLQUE, J. (l972) "Amostragem indeformada de Solos", Geotecnia N. 5, Lisboa.
10. LAMBE, T.W. e WHITMAN, R.V. (l972) "Mecânica de, suelos", Editorial Limusa - Wiley S.A.,
México.
11. LEONARDS, G.A. (l962) "Foundation Engineering", McGraw Hill -Kogakusha Tokio.
12. MELLO, V.F.B. e TEIXEIRA, A.H. (l961) "Mecânica dos Solos" EESC-USP, São Carlos.
13. MELLO, V.F.B.'(1971) "The Standard Penetration Test (A state of the Art)" IV CPMSEF, Porto
Rico, pp. l - 86.
14. MENARD, L. (l961) "Rules for the calculation of Bearing Capacity and Foundation Settlement
Based on Pressuremeter test", VI ICSMFE, Paris, Vol. 2. pp. 295-299.
15. NAVFAC, (l971) "Design Manual: Soil Mechanics, Foundations and Earth Structures", DM-7-
Department of the Navy, Washington, D.C.
16. NOGAML, J.S. (l971) "A importância da suplementação dos resultados dos ensaios geotécnicos,
para finalidades rodoviárias, com dados geológicos e correlatos", Rio de Janeiro IPR Publicação 516.
17. NOGUEIRA, J.B. (l971) "Mecânica dos Solos - Ensaios de laboratórios" - Depto de Geotecnia -
EESC-USP - São Carlos.
18. NOGUEIRA, J.B. (l977) "Simbologia de Mecânica dos Solos Depto de Geotecnia - EESC - USP -
São Carlos.
19. PACHECO SILVA, F. (l970) "Uma nova construção gráfica para a determinação da pressão de pré-
adensamento de uma amostra de solos", COBRAMSEF Rio de Janeiro, Vol II, Tomo I, pp. 219-224.
132
20. SCOTT, R.F. (l963) "Principles of soil mechanics" - Addison Wesley Publishing Company.
21. SILVEIRA, A. (l964) "Algumas considerações sobre filtros de proteção - Uma análise do
carreamento" - Tese de doutorado - EESC-USP - São Carlos.
22. SIMÕES, A. (l955) Classificação dos Solos", Lisboa LNEC. Publicação 73.
23. STANCATI, G. (l972) "Identificação visual e táctil dos solos” Depto de Geotecnia - EESC-USP,
São Carlos.
24. ROCHA, M. (l955) "A Mecânica dos Solos, seu papel na Engenharia Civil," Lisboa - LNEC, publ.
46.
25. RODRIGUES, J.E. e outros, (l972) "Ensaios de laboratório e Geologia" Depto de Geotecnia, EESC-
USP - São Carlos.
26. TERZAGHI, K. e PECK, R.B. (l962) "Mecânica dos Solos em Engenharia Prática" - Ao livro
Técnico, Rio de Janeiro.
27. TAYLOR, D.W. (l969) "Fundamentos de Ia Mecânica de Suelos", CECSA, México.
28. VARGAS, M. (l973) "Structurally Unstable soils in southern Brazil" Proc. VllI - ICSMFE,
Moscow, vol. 22, pp 239-246.
29. VARGAS, M (l978) "Introdução à Mecânica dos Solos" McGraw - Hill, São Paulo.
30. VILAR, O.M. (l979) "Estudo da compressão unidimensional do sedimento moderno (solo
superficial) da cidade de São Carlos - Tese de Mestrado - EESC - USP.
31. WINTERKORN, H.F. and Fang, H.Y. (l975) "Foundation engineering handbook" Van Nostrand
Reinhold Company.
32. WU, T.H. (l966) "Soil Mechanics" - Allyn and Bacon, Inc. Boston.