A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Lista3 - Engenharias

Pré-visualização | Página 3 de 3

de dois vetores;
13) Obter a produto de dois vetores;
14) Obter a divisão de dois vetores;
15) Somar um vetor com um valor escalar;
16) Subtrair um vetor de um valor escalar;
17) Multiplicar um vetor com um valor escalar;
18) Dividir um vetor por um valor escalar;
19) Fornecer a posição do maior valor;
20) Fornecer a posição do menor valor;
21) Fornecer a posição de um determinado elemento;
22) Dividir um vetor em dois outros ficando um destes vetores com p elementos;
23) Justapor dois vetores dando origem a um outro vetor;
24) Intercalar os elementos de dois vetores de tamanhos diferentes, dando origem a
um outro vetor;
25) Trazer para a primeira posição o maior valor, e vice-versa.
26) Ordenar;
27) Dados n e uma seqüência de n números inteiros, determinar quantos segmentos de
números iguais consecutivos compõem essa seqüência. Exemplo: A seguinte
seqüência é formada por 5 segmentos de números iguais: 5, 2, 2, 3, 4, 4, 4, 4,
1, 1
28) Dados n e uma seqüência de n números inteiros, determinar o comprimento de um
segmento crescente de comprimento máximo. Exemplos: Na seqüência 5, 10, 3, 2,
4, 7, 9, 8, 5 o comprimento do segmento crescente máximo é 4. Na seqüência 10,
8, 7, 5, 2 o comprimento de um segmento crescente máximo é 1.
29) Dizemos que um número natural n é palíndromo se
¨ 1º algarismo de n é igual ao seu último algarismo,
¨ 2º algarismo de n é igual ao penúltimo algarismo, e assim sucessivamente.
Exemplos:
· 567765 e 32423 são palíndromos.
· 567675 não é palíndromo.
Dado um número natural n > 10 , verificar se n é palíndrome.
30) Dizemos que uma seqüência de inteiros positivos é k-alternante se for composta
alternadamente por segmentos de números pares de tamanho k e segmentos de
números ímpares de tamanho k.
Exemplos:
A seqüência 1 3 6 8 9 11 2 4 1 7 6 8 é 2-alternante.
A seqüência 2 1 4 7 8 9 12 é 1-alternante.
A seqüência 4 2 3 1 6 4 2 9 3 não é alternante.
A seqüência 1 3 5 é 3-alternante.
Dado n > 1 e uma seqüência com n inteiros, verificar se existe um inteiro k >
1 tal que a seqüência é kalternante.
Dê como saída também o valor de k caso a seqüência seja alternante.
31) Dada uma seqüência de n números reais, determinar os números que compõem a
seqüência e o número de vezes que cada um deles ocorre na mesma.
Exemplo: n = 8
Seqüência: -1.7, 3.0, 0.0, 1.5, 0.0, -1.7, 2.3, -1,7
Saída: -1.7 ocorre 3 vezes
 3.0 ocorre 1 vez
 0.0 ocorre 2 vezes
 1.5 ocorre 1 vez
 2.3 ocorre 1 vez
32) Verificar a existência de um determinado string no vetor;
33) Retornar a posição de um string no vetor;
34) Contar as ocorrências de um string no vetor;
35) Ordenar alfabeticamente;
36) Ordenar de acordo com a quantidade de letras;
37) Ordenar de acordo com a quantidade de palavras;
38) Considerando como se fosse um vetor de nomes próprios, gerar um segundo vetor
com os nomes intermediários abreviados.