A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
Resumo - Malformações e Neoplasias 4ª PROVA

Pré-visualização | Página 1 de 5

Distúrbios / Neoplasias / Malformações - PPG 
Alberto Galdino - Biomedicina 
DISTURBIOS DO 
CRESCIMENTO CELULAR 
 
As células não são elementos estáticos e se adaptam funcional e morfologicamente a 
estímulos, a alterações ambientais e a todo tipo de agressão. Em resposta a um estresse 
persistente, a célula pode se adaptar ou morrer. 
 
 
 
 
 
 
“Toda célula possui uma faixa de equilíbrio dentro da qual se adapta eficientemente às 
modificações do microambiente.” 
Estresses Fisiológicos 
Alterações Ambientais 
Estímulos Patológicos 
 
→PRINCIPAIS RESPOSTAS ADAPTATIVAS 
 Hipotrofia/Hipertrofia (Alterações no Volume) 
 Hipoplasia/Hiperplasia (Alterações da Taxa de Multiplicação Celular) 
 Metaplasia (Alterações da Diferenciação) 
 Displasia/Neoplasia (Alterações do Crescimento e da Diferenciação) 
 
** Hipotrofia/Atrofia ** 
Redução volumétrica das células e dos órgãos afetados por consequência da diminuição das 
suas funções e dos seus constituintes estruturais. 
 
 Causas 
- Desuso (imobilização ortopédica) 
- Perda da Inervação (Poliomielite) 
- Hipóxia (Levando à uma redução do fornecimento de O2 e nutrientes) 
- Nutrição Inadequada 
- Perda do Estímulo Endócrino 
- Senilidade 
 
 Morfologia 
Redução volumétrica das células e dos órgãos. 
 
 
 
 
Agressões 
Crescimento e 
Diferenciação Celular 
 
Distúrbios do Processo de 
Proliferação e Diferenciação 
Celular 
 
ADAPTAÇÕES 
 
- ↓ Componentes intracelulares 
- ↓ Mitocôndrias 
- ↓ Miofilamentos 
- ↓ Volume do RE 
Distúrbios / Neoplasias / Malformações - PPG 
Alberto Galdino - Biomedicina 
 Mecanismos (são mecanismos reversíveis): Ativação da via ubiquitina-proteossoma 
- Ativação de sistemas proteolíticos 
- ↑ número de Lisossomos 
- Formação de vacúolos autofágicos 
 
** Hipertrofia ** 
Aumento volumétrico das células e dos órgãos afetados por consequência do aumento de seus 
constituintes estruturais e das suas funções. 
 
 Causas 
Forma de adaptação das células e dos órgãos diante de maior exigência de trabalho. 
 Fisiológicas 
- Útero na gravidez 
- Miocárdio após Nascimento 
 Patológicas 
-Ventrículo esquerdo na hipertensão arterial 
 
 Mecanismos 
- Módulo de estudo: Células Cardíacas 
- Ativação de genes e fatores de transcrição (c-fas e c-jun) 
- Ativação de genes e fatores de crescimento (TGF-β, IGF-1, FGF) 
- Genes de fatores vasoativos (endotelina-1, angiotensina-1) 
 
 Condições 
- Suprimento sanguíneo adequado 
- Integridade morfofuncional da célula estimulada 
- Inervação adequada 
 
** Hipoplasia ** 
Redução da população celular de um tecido, órgão ou parte de um corpo. 
 Causas 
 Fisiológicas 
- Gônadas no climatério 
- Involução do timo após a puberdade 
- Senilidade 
 Patológicas 
- Medula óssea após quimioterapia 
- Hipoplasia óssea em síndromes 
- Órgãos linfoides na SIDA 
 
 Morfologia 
- Hipoplasia medular na quimioterapia 
- Micrognatia 
 
 Mecanismos 
- Ativação de sistemas proteolíticos 
- ↑ número de lisossomas 
- Ativação da via ubiquitina-proteossoma 
- Liberação de citocinas e TNF 
 
- Falta de estímulos de crescimento 
APOPTOSE 
HIPOPLASIA + HIPOTROFIA 
↓ TAXA DE REPLICAÇÃO 
Distúrbios / Neoplasias / Malformações - PPG 
Alberto Galdino - Biomedicina 
 Condições 
- Hipertrofia 
- ↓taxa de mitoses 
- Eliminação do excesso pela apoptose 
 
** Hiperplasia ** 
Aumento da população celular (↑ mitoses) de um tecido, órgão ou parte de um corpo, por 
aumento da proliferação e/ou retardo na apoptose (como ocorre no tecido linfoide). 
 
 Causas 
 Fisiológicas 
- Compensatória (após Hepatectomia; após Nefrectomia) 
- Hormonal (Útero e Mama na gravidez) 
 Patológicas 
- Reacional (Hiperplasia Fibrinosa Inflamatória) 
- Hormonal (Hiperplasia Prostática Benigna) 
- Congênita (Macrossomia Fetal). 
 
 Morfologia 
- Macroglossia na acromegalia 
- Agenesia Unilateral do rim direito 
 
 Mecanismos 
- Ativação dos fatores de transcrição 
- Ativação de fatores de crescimento 
- Processo reversível 
- Conserva o mecanismo de controle celular 
 
 
 Condições 
- Suprimento sanguíneo adequado 
- Inervação adequada 
- Integridade morfofuncional da célula 
- Supressão dietética 
 
** Metaplasia ** 
Conversão de um tipo de células especializadas em outra da mesma linhagem embrionária. 
É também um processo adaptativo que surge em resposta 
 
 Causas 
- Agentes irritantes persistentes 
- Agressões mecânicas 
- Irritação ao calor 
- Causa hormonal 
- Inflamações crônicas persistentes 
 
Ex: Transformação do epitélio p. em tecido queratinoso 
 Metaplasia intestinal da mucosa gástrica 
 Metaplasia escamosa da bexiga urinária 
MITOSES 
HIPERPLASIA + HIPERTROFIA 
Surgimento de tecido 
mais resistente 
Distúrbios / Neoplasias / Malformações - PPG 
Alberto Galdino - Biomedicina 
 Mecanismos 
- Citocinas 
- Fatores de Crescimento 
- Componentes do MEC 
 
 
 
 
OBS: NÃO HÁ MUTAÇÃO. “Solo” fértil para neoplasia. 
 
 Tipos 
- Tecido conjuntivo em ósseo, cartilaginoso. 
- Transformação de epitélio estratificado pavimentoso não queratinizado em 
queratinizado. 
- Tecido cartilaginoso em tecido ósseo. 
 
 
** Displasia (Mal construído ou Mal moldado) ** 
Distúrbio na composição de determinado tecido ou órgão. 
 
 Congênita  Displasia Renal – Displasia cleido-cranial 
 Adquirida  Displasias do epitélio de revestimento 
 
- Alterações do crescimento e da diferenciação celulares acompanhado de redução ou perda 
da diferenciação. 
- Lesão onde parte da espessura do epitélio está substituída por células com vários graus de 
atipia. 
 
 Causas 
- Agentes irritantes persistentes 
- Químicos 
- Biológicos 
- Físicos 
 
 Classificação 
 Baixo grau/Leves (1/3)  Polaridade Invertida 
 Médio grau/Moderadas (2/3)  Hipercromatismo 
 Alto grau/Severas (3/3)  Pleomorfismo 
 Carcinoma in situ 
- Todas camadas afetadas (perda da estratificação) 
- Neoplasia intraperitoneal (não houve rompimento da membrana basal). 
 
 Relevância Clínica 
Lesões com potencial para transformação maligna. 
 
 Morfologia (cores) 
 Branca (Leucoplasia – formação branca) - ↑espesso (maior multiplicação) 
 Vermelha (Eritroplasia – formação vermelha) - ↓ espesso (perda de camada) 
 Branca com Vermelho (Eritroleucoplasia) 
OBS: o epitélio é Transparente. 
 Evolução 
Epitélio  outro tipo de epitélio 
Conjuntivo  outro tipo de conjuntivo 
Reprogramação de Células-Tronco 
de um tecido 
Defeito no mecanismo de mitose 
resultando em conteúdo genético 
anormal. 
Displasia ------> Carcinoma In Situ ------> Carcinoma Invasivo 
Distúrbios / Neoplasias / Malformações - PPG 
Alberto Galdino - Biomedicina 
- 50% vira carcinoma In Situ 
- 25% permanece como Displasia 
- 6% regressão espontânea 
 
** Neoplasia ** 
Proliferação celular anormal, descontrolada e autônoma, em geral com perda ou redução da 
diferenciação celular, em consequência das alterações nos genes que regulam o crescimento e 
diferenciação. 
 
“Massa anormal de tecido conjuntivo cujo crescimento excede e não está coordenado ao 
crescimento dos tecidos normais e que persiste mesmo quando cessada a causa que a 
provocou.” - Rupert Lewis 
 
 
 
 
 
 
Proliferação Celular 
 
 
 Importância 
- Depois das doenças cardiovasculares, é a doença que mais causa mortes 
- Doença crônico-degenerativa 
- Causa multifatorial 
 
A EXPRESSÃO CLÍNICA DO CÂNCER É SEMPRE POLICLONAL. 
Agressão  Clonal  Policlonal 
 
 Características Gerais das Células Neoplásicas 
 Diferenciação alterada 
 Proliferação autônoma e desordenada (há distúrbio do controle do crescimento) 
 Mitoses anormais e frequentes 
 Destruição do tecido do qual