A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Proteômica - para estudar e umas questões que cairam em provas passadas da (PROVA 2)

Pré-visualização | Página 1 de 1

O que é Proteoma? 
O conjunto de proteínas codificadas pelo genoma e resultantes de processos pós-
transcricionais e pós-traducionais, bem como complexos formados por biomoléculas. 
 
O que é Proteômica? 
O estudo do conjunto de biomoleculas, que são responsáveis direta ou indiretamente pelo 
controle de todos ou quase todos os processos biológicos. 
Para sua compreensão, é necessário o Genoma, o Proteoma e a Bioinformática 
 
Quais as aplicações da Proteômica? 
o proteoma permite maior aproximação dos processos metabólicos intracelulares. 
-Estudo sobre o mecanismo de ligação da lectina de Helix pomatia. Usada na identificação 
metástase. 
-Possíveis biomarcadores para tumores 
-Estudo do leite, para saber se está com alguma adulteração 
 
De maneira geral, as metodologias empregadas em proteômica podem ser classificadas nos 
tipos bottom-up ou top-down. 
 
O que é Genômica? 
É o conhecimento da seqüência completa dos genes. 
Esse conhecimento não é suficiente para saber quais proteínas estão sendo expressas. 
 
Quais as técnicas usadas na proteômica? 
Eletroforese de 2ª dimensão (bidimensional): 
1ª dimensão – FOCALIZAÇÃO ISOELÉTRICA 
2ª dimensão – PESO MOLECULAR 
 
1) Preparação da amostra: rompimento cel. e extração de proteínas 
2) 1ª dimensão: separação por ponto isoelétrico 
3) 2ª dimensão: separação por peso molecular 
4) Visualização e análise da imagem (detecção de spots, quantificação, comparações 
entre géis). 
A coloração com PRATA vê bandas e spots que não são vistos em outras técnicas = +SENSÍVEL 
 
Vantagens: 
A Eletroforese MONO corre ate 10 amostras, a BI apenas 1 amostra 
A eletroforese em gel diferencial (DIGE) pode usar mais de uma amostra 
 
Cromatografia Liquida de Alta Eficiencia (HPLC, LC, CLAE) 
 
Espectrometria de Massas: dá o peso específico de cada proteína 
1º - ionização 
2º - análise 
3º - detecção 
 
 
Uso da proteômica numa doença e técnica utilizada 
O PSA (prostate specific antigen) em câncer de próstata e o receptor tirosina quinase CD340 
em câncer de mama são bons exemplos de que proteínas liberadas no sangue por tecidos 
doentes podem ser indicadores de uma enfermidade quando em concentrações alteradas. 
 
Análise de leite e derivados, para verem se sofreram adulteração por adição de algum 
componente químico. Tecnica usada, principalmente, a espectrometria de massas, que pode 
converter uma substância em sub-produtos (fragmentos moleculares) mensuráveis que são 
indicativos da estrutura da molécula original. 
 
 
1. citar as 5 propriedades das plaquetas e explicar agregação plaquetaria 
 
2. explicar absorção da vitamina B12 
diferenciar Hb no estado tenso e e relaxado e falar sobre a cooperatividade da Hb 
 
3. questão que falava sobre: 
a) anisocitose (vit B12) 
b) eritropoetina 
c) o trasnporte do ferro até a medula ossea 
d)explicar o potencial da eritropoiese com a lise das hemacias 
e) sintese do grupo heme (local onde ocorre e como ocorre) 
 
4. falar sobre o processo de detoxificação hepatica e a relação da bilirrubina 
 
5. como biomarcadores pode ser importantes em doenças como diabetes 
 
6. explicar ictericia em recém nascidos e como a bilirrubina pode está associada 
 
7. o que são defensinas 
 
8 explicar as vias do sistema imune