A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Resumo 1ª Prova

Pré-visualização | Página 4 de 4

Após o reconhecimento da região promotora, a enzima inicia a transcrição e a subunidade sigma é liberada
A enzima não requer primer nem atividade conhecida de endo e exonuclease
A enzima não repara erros de transcrição
A enzima cria superdobramentos positivos além do sítio de transcrição e negativos atrás do mesmo
Girase: corrige superd positivos
Topoisomerase I: corrige superd negativos
Terminação
Depende de um sinal que pode ser:
Rô-independente
O transcrito deve ser capaz de formar um ‘grampo de cabelo” que vai retardar e causar uma pausa temporária da enzima RNA polimerase. Isso é possível devido à presença de um palíndromo rico e G:C
6 a 8 ‘A’d no DNA, logo após o palíndromo fará com que o RNA recém transcrito(6 a 8 ‘U’s) se solte mais facilmente da fita de DNA quando a dupla hélice se fecha
Rô-dependente
O fator Rô é uma helicase dependente de ATP que catalisa o desdobramento da fita dupla híbrida de DNA:RNA
Ação dos antibióticos
Alguns inibem a síntese de RNA
Rifampicina
Se liga a subunidade beta da RNA polimerase de procariotos, inibindo-a. Usada no tratamento da tuberculose
Dactionomicina
(Actinomicina B): se liga ao molde de DNA e inibe a síntese de RNA, pois impede que o RNA polimerasese movimente ao longo do DNA. Tem efeito citotóxico para células e por isso é utilizada na quimioterapia tumoral