A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
277 pág.
TCC dicas e regras de como enfrentar esse desafio

Pré-visualização | Página 28 de 50

padrão de letra indicado para o texto (estilo texto do trabalho), o conteúdo 
101 
 
aparece no parágrafo do novo trabalho e deve estar entre aspas duplas. As aspas simples são 
empregadas para a indicação de citação no interior de uma citação direta (ASSOCIAÇÃO 
BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2002a). Veja exemplo 4.9. 
EXEMPLO 4.9 
Para Koskela (2004, p. 1, tradução nossa), entende-se "Making-do como um desperdício em 
que há uma situação na qual a tarefa é iniciada sem que todas as suas entradas-padrão estejam 
disponíveis para que o trabalho inicie ou continue até a sua conclusão.". 
 
Se a citação tem mais de três linhas, quando se utiliza o padrão de letra empregado no estilo 
texto do trabalho, esta deve ser destacada graficamente. Usa-se recuo de 4 cm, em relação a 
margem esquerda, em letra menor que a do texto (TNR 10) e sem aspas (ASSOCIAÇÃO 
BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2002a). Veja os exemplos 4.10 (citação direta 
com mais de três linhas com um parágrafo), 4.11 (citação direta com mais de três linhas com 
mais de um parágrafo) e 4.12 (citação direta com mais de três linhas formada por alíneas). 
EXEMPLO 4.10 
Segundo Bernucci et al. (2008, p. 9): 
Pavimento é uma estrutura de múltiplas camadas de espessuras finitas, 
construída sobre a superfície final de terraplenagem, destinada técnica e 
economicamente a resistir aos esforços oriundos do tráfego de veículos e do 
clima, e a propiciar aos usuários melhoria nas condições de rolamento, com 
conforto, economia e segurança. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
102 
EXEMPLO 4.11 
Quanto à absorção pode-se afirmar que (BERNUCCI et al., 2008, p. 142): 
A porosidade de um agregado é normalmente indicada pela quantidade de água que 
ele absorve quando imerso. Um agregado poroso irá também absorver ligante 
asfáltico, consumindo parte do ligante necessário para dar coesão a uma mistura 
asfáltica. Para compensar esse fato, deve-se incorporar à mistura uma quantidade 
adicional de ligante. 
A absorção é a relação entre a massa de água absorvida pelo agregado graúdo após 
24 horas de imersão (DNER-ME 081/98 [(DEPARTAMENTO NACIONAL DE 
ESTRADAS DE RODAGEM, 199811)] à temperatura ambiente e a massa inicial 
de material seco, sendo determinada para permitir o cálculo das massas específicas, 
real e aparente, do agregado. 
 
EXEMPLO 4.12 
Deve-se considerar, para denominar os materiais adequadamente, as seguintes definições 
(BERNUCCI et al., 2008, p. 25): 
a) betume: comumente é definido como uma mistura de hidrocarbonetos solúvel no 
bissulfeto de carbono; 
b) asfalto: mistura de hidrocarbonetos derivados do petróleo de forma natural ou 
por destilação, cujo principal componente é o betume, podendo conter, ainda 
outros materiais, como oxigênio, nitrogênio e enxofre, em pequena proporção; 
c) alcatrão: é uma designação genérica de um produto que contém hidrocarbonetos, 
que se obtém da queima ou destilação destrutiva do carvão, madeira, etc. 
 
Como indicado no capítulo anterior para as fichas de leitura, também nas citações no texto do 
TCC, nas citações diretas, devem ser indicadas: 
a) supressões: utilizando [...] para indicar a supressão; 
b) interpolações ou comentários: indicando entre colchetes as interpolações ou 
comentários, ou seja, [texto da interpolação]; 
c) ênfases ou destaques utilizando negrito, mesmo que o autor tenha utilizado 
outra forma de grifo como o sublinhado ou itálico. Especificamente sobre o uso 
de itálico, este fica reservado para palavras estrangeiras incluídas no texto e se 
o autor fez uso deste grifo, para essa função será mantido; 
d) se a leitura foi feita num original em outro idioma, o texto deverá ser traduzido. 
Se a tradução mantém a mesma estrutura textual do autor, a citação é direta 
(entre aspas ou em destaque) e deve ser incluída, após a indicação da página, 
tradução nossa. 
 
11 DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM. DNER-ME 081/98: agregados – 
determinação da absorção e da densidade de agregado graúdo. Rio de Janeiro, 1998. 
103 
 
No caso das ênfases indicadas na alínea (c), se o destaque é do autor consultado, isto é, existe 
no texto original: indicar grifo do autor no final da citação. Por exemplo: (BARBOSA, 1998, 
p. 79, grifo do autor). Se o destaque foi incluído pelo autor do novo trabalho: indicar grifo 
nosso. Por exemplo: (BARBOSA, 1998, p. 79, grifo nosso). 
4.3.2 Citação Indireta 
A citação indireta é aquela que reproduz a informação que está na obra consultada, mas sob 
uma nova redação. A citação indireta é, portanto, um texto do novo autor reproduzindo a 
informação do autor lido. Assim, não há nenhuma sinalização no texto além da indicação da 
fonte, isto é a inclusão do autor e data. A indicação de paginação não é obrigatória nas 
citações indiretas, ainda que seja interessante para que o leitor a localize no original. Da 
mesma maneira, a indicação de tradução nossa também não é obrigatória. Veja o exemplo 
4.13. 
EXEMPLO 4.13 
O tratamento adequado de dados e informações é, em qualquer ramo de negócios uma 
preocupação para os administradores. Isso pode ser significativamente melhorado com a 
implantação de sistemas e tecnologia de informação. Porém, apesar de estarem disponíveis 
para a implantação na Indústria da Construção Civil, o seu uso ainda é inferior ao desejado 
para maios agilidade, rapidez e precisão (SCHMITT, 1998). 
4.3.3 Citação de citação – direta ou indireta 
A citação de citação é a transcrição direta ou indireta de um texto ao qual não se teve acesso 
direto ao original. Assim sendo, ao se ler a obra de determinado autor A, há interesse de 
transcrever para o novo texto, trecho de autoria do autor B, citado pelo autor A. Para o autor 
do novo texto demonstrar que o trecho transcrito tem autoria diferente (autor B) do autor da 
obra lida (autor A), usa-se a expressão do latim apud, que significa “citado por, conforme, 
segundo”. Assim, se o formato é: (RIBEIRO, 1998 apud SILVEIRA, 2000) sendo que 
(RIBEIRO, 1998) é o autor do texto citado por Silveira e (SILVEIRA, 2000) é a obra 
consultada diretamente e que deverá constar das referências do novo trabalho. A 
104 
referência da obra de (RIBEIRO, 1998) deverá aparecer em nota de rodapé. Para usar apud 
incluindo o autor na frase, o formato é: Ribeiro (1998 apud SILVEIRA, 2000). Veja o 
exemplo 4.14. 
As citações de citações devem ser evitadas, buscando-se, sempre que possível, o autor que 
escreveu diretamente o texto que interessa ao trabalho: muitas vezes as transcrições não 
correspondem às ideias do autor original. Se for utilizado o apud, deve ser indicado, numa 
nota de rodapé, a referência da obra não lida diretamente. A indicação em nota de rodapé 
é feita das maneiras exemplificadas (ver exemplos 4.14). 
EXEMPLO 4.14 
Devem ser considerados no experimento a qualidade dos materiais empregados para que 
possam ser feitas comparações de resultados (RIBEIRO
12
, 1998, p. 100 apud SILVEIRA, 
2000, p. 54). 
ou 
Ribeiro
13
 (1998, p. 100 apud SILVEIRA, 2000, p. 54) salienta que devem ser considerados no 
experimento a qualidade dos materiais empregados para que possam ser feitas 
comparações de resultados. 
 
Na nota de rodapé se registra a referência completa da obra lida indiretamente, neste caso e 
autoria de Ribeiro. Se numa mesma página deve-se indicar a mesma referência em nota de 
rodapé, uma imediatamente abaixo da outra, cria-se nova nota de rodapé (com o próximo 
número na sequência numérica, pois cada número para nota de rodapé aparece somente uma 
vez no texto) e se indica a expressão latina opus citatua,