A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Bactérias Anaeróbias e Virus - RESUMO

Pré-visualização | Página 2 de 2

 Empacotamento 
 Proteção do Ácido Nucleico 
 Transporte do Ácido Nucleico para outras células 
 Fornece a especificidade para a adsorção 
Envelope Viral 
 Só há em alguns vírus 
 Combinação de lipídeos, proteínas e CHT 
 Espículas: projeções na superfície do envelope 
-Ancoragem 
-Caracterizado para alguns vírus (hemoaglutinação) 
-Imunidade 
-Mutações (por isso infecções virais podem ser contraídas mais de uma vez) 
 Bicamada: fosfolipídios e proteínas. Glicoproteínas: geralmente virais. 
Resumo para 2ª prova de Microbiologia 
Infecções Subvirais 
São agentes infecciosos que são ainda mais simples e menores que os vírus: 
 Vírus Satélites: possuem Ac. Nucleico incompleto, necessitando de um outro vírus para 
completar seu ciclo replicativo. 
 Virusóides: associados aos vírus de plantas. Possuem pequenos genomas (RNAfs 
circular com 200 a 400 bases). 
 Viróides: apresentam genomas maiores (1.600 bases) que os virusóides e causam 
doenças em plantas. 
 Vírus Defectivos: (maioria genoma RNA) produzem partículas defectivas interferentes 
(defective interfering – DI), quando se inocula grande quantidade de vírus na célula 
hospedeira. As partículas DI são importantes porque estabelecem infecções 
persistentes. 
 Elementos Genéticos Móveis: estudos mostraram que alguns elementos genéticos 
replicativo ou plasmídeos poderiam se transferir de uma célula para outra 
 
 PRÍONS: são agentes subvirais inteiramente diferente dos descritos acima, pois se 
compõem somente de ‘proteínas (PrP)’, sem nenhum resquício de ácido nucleico, e 
são muito resistentes à inativação por processos físicos ou químicos. Tem capacidade 
de modificar outras proteínas celulares saudáveis em proteínas doentes (PrPS), 
fazendo o cérebro tornar-se esponjoso e cheio de vacúolos (Encefalopatias 
espongiformes).