A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
68 pág.
pH-Metria1

Pré-visualização | Página 3 de 5

dum acido é valor de pH do meio onde metade das moléculas do 
acido estão em estado desprotonado ou, falando sobre uma única 
molécula, onde ela está no estado desprotonado metade do tempo.
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 29
SISTEMAS TAMPÃO
Cálculo do pH de soluções tampão
Uma outra versão da mesma expressão é conhecida como equação de 
Henderson-Hasselbach.
⎟⎟⎠
⎞
⎜⎜⎝
⎛+=
−
][
][log
HA
ApKpH a
Levando-se em conta que, numa solução tampão quase todos os íons 
provêm do sal, que está totalmente dissociado, pode-se considerar, sem 
grande erro, que [A−] ≈ [sal]; e, como o ácido se encontra muito pouco 
dissociado, pode-se considerar [HA] ≈ [ácido]. Destarte, a equação pode 
ser formulada de outra maneira:
⎟⎟⎠
⎞⎜⎜⎝
⎛+=
][
][log
ácido
salpKpH a ⎟⎟⎠
⎞⎜⎜⎝
⎛−−=
][
][log14
base
salpKpH b
Tampão ácido fraco/sal do ácido. Tampão base fraca/sal da base
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 30
Determinação do pH
Dois métodos são comumente usados para determinar o pH de 
soluções: o colorimétrico e o potenciométrico ou eletrométrico.
Um indicador de pH, também chamado indicador ácido-base, é um 
composto químico que é adicionado em pequenas quantidades a uma 
solução e que permite saber se essa solução é ácida ou alcalina.
Normalmente, em da adição do indicador de pH, a cor da solução varia, 
dependo do seu pH.
Os indicadores de pH, são freqüentemente, ácidos ou bases fracas. 
Quando adicionados a uma solução, os indicadores de pH ligam-se aos íons 
H+ ou OH-. A ligação a estes íons provoca uma alteração da configuração 
eletrônica dos indicadores, e conseqüentemente, altera-lhes a cor.
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 31
Método colorimétrico
Os indicadores de pH são freqüentemente usados em titulações em 
experiência de Química Analítica ou de Bioquímica para determinar a 
extensão de uma reação Química. 
As indicadores - substâncias que variam de cor em função da [H+]. 
Constituem-se de ácidos ou bases fracas, cuja dissociação depende da 
[H+]. A molécula não dissociada e o íon resultante da dissociação 
apresentam cores diferentes. Um indicador constituído por um ácido fraco 
apresenta a seguinte dissociação:
HI ⇔ H+ + I−
Cor 1 Cor 2
Onde
I− representa o íon resultante da dissociação da molécula do indicador HI. 
A característica fundamental de um indicador é que as formas não
dissociada (HI) e a dissociada (I−) apresentam cores diferentes, 
podendo, inclusive, uma dessas formas ser incolor.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Indicador_universal
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 32
Método colorimétrico
Titulação 
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 33
Método colorimétrico
Titulação 
Strong and weak diprotic acid
http://www.bcpl.net/~kdrews/titration/titrationcurve.html
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 34
Método colorimétrico
Aplicando-se a lei de ação das massas à equação de dissociação de um 
indicador, obtém-se:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Indicador_universal
Como Ki é constante, a relação cor de HI / cor de I− varia em função da [H+].
Aplicando-se a equação de Henderson-Hasselbach:
][
]][[
HI
IHKi
−+
= ⎟⎟⎠
⎞
⎜⎜⎝
⎛= −+ ][
][][
I
HIKH i
⎟⎟⎠
⎞
⎜⎜⎝
⎛+=
−
][
][log
HI
IpKpH i
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 35
amarelo11.4-13.0azulCarmim de Indigo
vermelho10.1-12.0amareloAmarelo de Alizarina R
azul9.4-10.6incolorTimolftaleína
rosa-carmim8.2-10.0incolorFenolftaleína
azul8.0-9.6amareloAzul de Timol (2 transição)
vermelho6.6-8.0amareloVermelho de Fenol
amarelo4,4-6,2vermelhoVermelho de Metila
azul6.0-7.6amareloAzul de Bromotimol
violeta5.2-6.8amareloPúrpura de Bromocresol
amarelo3.1-4.4vermelhoLaranja de Metilo
vermelho3.0-5.2azulVermelho do Congo
violeta3.0-4.6amareloAzul de Bromofenol
amarelo2.9-4.0vermelhoAmarelo de Metilo
amarelo1.2-2.8vermelhoAzul de Timol (1 transição)
azul-arroxeado1.0-6.9vermelhoAzul de Tornassol
azul-púrpura0.0-1.6amareloVioleta de Metilo
Cor a pH altoΔpH de transCor a pH baixoIndicador
Tabela. Alguns indicadores
Método colorimétrico. “Pontos de virada" dos Indicadores. 
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 36
Tabela. Alguns indicadores
Método colorimétrico. Escala de pH. 
www2.muw.edu/~melioff/chapter4.html
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 37
Método colorimétrico
Indicador universal
Indicador universal é uma mistura de indicadores de pH, normalmente 
em solução ou secos em tiras de papel absorvente, que apresentam larga 
faixa de pH com múltiplas mudanças de cor em cada faixa de pH. 
Uma formulação de indicador universal facilmente produzível com gama de 
cores variando em pH 1,0 a 12,0 pode ser a seguinte:
Etanol (1000 mL) 
Azul de bromotimol (0,500g) 
Vermelho de metila (0,120g) 
Fenolftaleína (1,00g) 
Hidróxido de sódio a 0.05 mol.L-1 (algumas gotas até a obtenção 
de uma tonalidade verde)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Indicador_universal
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 38
Método colorimétrico
Soluções naturais de indicadores
Algumas soluções de substâncias naturais, especialmente originárias de 
plantas, comportam-se como soluções de indicadores de pH:
*A solução aquosa de chá preto - A sua solução aquosa é avermelhada/ amarelada, 
adquirindo cor amarelo-pálida em contacto com soluções ácidas e, cor acastanhada 
em contacto com soluções básicas.
*A solução aquosa de Beterraba - A sua solução aquosa adquire cor vermelha em 
contacto com soluções ácidas e, cor roxa em contacto com soluções básicas.
*A solução aquosa dos rabanetes - A sua solução aquosa adquire cor vermelha em 
contacto com soluções ácidas e, cor acastanhada em contacto com soluções básicas.
*A solução aquosa da pêra - A sua solução aquosa adquire cor vermelha em 
contacto com soluções ácidas e, cor verde-seco em contacto com soluções básicas.
*A solução aquosa da couve roxa adquire cor Roxa avermelhada escura em pH 
Neutro; Vermelho em pH acido; Azul em pH alcalino fraco e Verde em pH alcalino 
forte.
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 39
Os indicadores podem se encontrar embebidos em papéis ou na forma 
de soluções. No caso do papel indicador, a coloração produzida pelo 
contato com a solução deve ser comparada com uma escala de cores
padrão para que se possa identificar a cor igual ou a mais parecida.
Pelo método das soluções, um indicador é adicionado a várias soluções de 
pH conhecido, de maneira a formar uma escala de cores; o mesmo 
indicador é adicionado à solução de pH desconhecido, e a cor assumida 
por esta solução é comparada com a escala de cores formada pelas
soluções de pH conhecido.
Método colorimétrico
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 40
Método colorimétrico
Indicador universal
http://pt.wikipedia.org/wiki/Indicador_universal
http://shop.miniscience.com/navigation/categorylist.asp?CatID=51
http://www.amazon.com/pH-Test-Strips-1-14-vial/dp
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 41
Dada a subjetividade em determinar a mudança de cor, os 
indicadores de pH não são aconselháveis para determinações precisas 
de pH. Um medidor de pH é freqüentemente usado em aplicações onde 
é necessária uma rigorosa determinação do pH da solução.
Método colorimétrico
A determinação eletrométrica do pH é feita através de aparelhos 
chamados pH-metros ou potenciômetros, constituindo-se num 
método mais preciso do que o colorimétrico. Baseia-se o método 
eletrométrico na formação de potenciais elétricos entre duas 
soluções com concentrações (ou atividades) iônicas diferentes. 
Neste caso em particular, a espécie iônica de interesse é o H+.
Dept. Biofísica, 2008 Prof. Oleg Krasilnikov 42
Método eletrométrico