A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
114 pág.
Apostila Anatomia Vegetal

Pré-visualização | Página 22 de 25

do floema (B,C). Secções longitudinais do floema (D-F). Notar fibra floemática (seta, B). Placa crivada
de detalhe (D). Células de Strasburger (seta, E). Secção longitudinal do floema mostrando proteína-P (F).
Diferenciação de um elemento de tubo crivado (G).
©
p
e
le
t
e
ir
o
.
e
s
©
d
ig
ic
o
ll
.
li
b
r
a
r
y
.
w
is
c
.e
d
u
©
c
ls
.
z
j
u
.e
d
u
.
c
n
©
A
r
r
u
d
a
©
s
u
p
le
t
iv
o
.
c
o
m
.b
r
©
d
o
c
t
o
r
t
e
e
.
c
o
m
©
h
ip
e
r
b
o
t
a
n
ic
a
.n
e
t
Diferenciação de um elemento de tubo crivado
Proteína-P
A
B
C
D E
F G
 
 
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
79 
 
1
2
Figura 31. Elementos traqueais em secção transversal (1) e longitudinal (2) (A).Proceddo de
diferenciação de um elemento de vaso do xilema (B).
©
R
a
v
e
n
 e
t
 a
l.
 (
2
0
0
1
)
 
Flavonóides,
Tatinos,
Lignina Borracha
Alcalóides
©
c
o
m
m
o
n
s
.
w
ik
im
e
d
ia
.
o
r
g
Figura 32. Esquema dos processos metabólicos da planta.
Diferenciação de um elemento de vaso
A B
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
80 
 
Figura 33. Processos de secreção das estruturas secretoras: granulócrino (A), merócrino (B) e holócrino (C).
Tricoma glandular peltado (D) e captado(E). Tricomas de plantas carnívoras (F,G).
©pt-br.paperblog.com
©mhhe.com ©Turner et al. (2000) ©sbs.utexas.edu
©plantasonya.com.br ©flickr.com
Granulocrina A B
C D E
F G
 
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
81 
 
“Standard type” “Reduced standard” “Dendroid” “Brushlike”
©asknature.org
Figura 34. Tricomas urticantes (A,B). Glândulas de sal e processos de secreção (C-E). Diferentes tipos
de coleteres (F).
©azolla.fc.ul.pt
©Evert (2006)
F
A
C D E
B
 
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
82 
 
Figura 35. Processo de gutação (A). Hidatódio visto através de Microscopia Eletrônica de
Varredura (B). Esquema da estrutura de um hidatódio (C). Distribuição dos hidropótios na folha de
Nymphaea sp. (D). Esquema da estrutura de um hidropótio (E).
©
a
t
c
lo
u
d
.
c
o
m
©
p
la
n
t
c
e
ll
b
io
lo
g
y
.
m
a
s
t
e
r
s
.
g
r
k
r
a
j
.
o
r
g
©
E
v
e
r
t
 (
2
0
0
6
)
©
C
a
r
p
e
n
t
e
r
(
2
0
0
6
)
©
A
d
a
m
o
w
ic
s
(
2
0
0
7
)
A B
C E
D
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
83 
 
©
c
a
r
o
ld
a
e
m
o
n
.b
lo
g
s
p
o
t
.
c
o
m
©
m
a
r
ie
t
t
a
.
e
d
u
©
E
v
e
r
t
 (
2
0
0
6
)
Figura 36. Nectários florais e extraflorais (A-C). Diferentes localizações dos nectários florais (C).
A B
C
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
84 
 
©biologia.edu.ar ©avocadosource.com
Figura 37. Superfície secretora do osmóforo (A). Estruturas secretoras internas (B-G): célula
oleífera (B), célula mucilaginosa (C), idioblasto com drusa (D), drusa em Microscopia Eletrônica
de Varredura (E), célula de mirosina (E), cavidade secretora (F), canal secretor (G).
©Arruda ©Arruda ©Arruda
©Andréasson et al. (2001) ©Arruda ©Arruda
A B
C D E
E F G
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
85 
 
Figura 38. Estruturas secretoras internas. Ducto resinífero de Pinus sp. (A). Esquema do processo
esquizógeno de formação de uma estrutura secretoras (B). “kino veins” (C). Laticíferos (D,E).
©
s
b
s
.u
t
e
x
a
s
.
e
d
u
©
E
v
e
r
t
 (
2
0
0
6
)
©
E
v
e
r
t
 (
2
0
0
6
)
©
h
ip
e
r
b
o
t
a
n
ic
a
.n
e
t
©
b
io
g
e
o
2
.e
d
u
m
o
o
t
.
c
o
m
A B
C
D E
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
86 
 
©
w
o
r
ld
-
b
u
il
d
e
r
s
.
o
r
g
©
c
a
v
e
h
il
l.
u
w
i.
e
d
u
Figura 39. Eras geológicas mostrando os principais eventos envolvidos com o surgimento
das plantas (A). Reconstrução de exemplas das primeiras plantas vasculares, Rhyniophyta
(B).
©
d
o
c
t
o
r
t
e
e
.
c
o
m
Figura 40. Tipos principaisde estelo.
A B
 
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
87 
 
AnficrivalAnfivasalBicolateralColateral
Xilema
Floema
Figura 41. Tipos principais de feixes vasculraes.
©
b
io
lo
g
ie
.
u
n
i-
h
a
m
b
u
r
g
.d
e
©
b
io
lo
g
ie
.
u
n
i-
h
a
m
b
u
r
g
.d
e
©
s
o
ls
.
u
n
lv
.
e
d
u
©
A
r
r
u
d
a
 (
2
0
0
5
)
©
t
a
r
j
e
p
la
n
t
a
.
e
s
Figura 42. Tipos principais de sistemas radiculares.
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
88 
 
©
u
r
i.
e
d
u
©
p
o
r
t
a
ls
a
o
f
r
a
n
c
is
c
o
.c
o
m
.b
r
Figura 43. Secções transversais de raiz de monocotiledônea (A) e eudicotiledônea (B,C),
destacando o posicionamento dos tecidos vasculares. Esquema do crescimento secundário da
raiz (D).
©
f
li
c
k
r
.
c
o
m
©
d
o
c
t
o
r
t
e
e
.
c
o
m Protoxilema
Metaxilema
Endoderme
A
B
C D
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
89 
 
©aquaporins.org
Figura 44. Endoderme e as diferentes vias de condução (A). Esquema das aquaporinas na membrana
plasmática (B).
A
B
 
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
90 
 
Figura 45. Variações cambiais e estruturais da raíz. Câmbios acessórios (as faixas) da beterraba