A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
36 pág.
NEUROFISIOLOGIA

Pré-visualização | Página 1 de 2

*
*
NEUROFISIOLOGIA
*
*
Ramo da fisiologia que tem por 
objetivo o estudo do funcionamento
 do sistema nervoso
*
*
Sistema nervoso
ajuste do organismo ao ambiente 
FUNÇÃO: 
perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do próprio corpo e elaborar respostas que adaptem a essas condições. 
*
*
SISTEMA NERVOSO CENTRAL
SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO
*
*
Sistema nervoso central
encéfalo - caixa craniana 
medula espinhal - coluna vertebral.
Processamento e integração de informações
*
*
ENCÉFALO
cérebro (telencéfalo e diencéfalo), 
cerebelo
tronco encefálico ou tronco cerebral (mesencéfalo, ponte e bulbo).
*
*
Sistema nervoso periférico
nervos periféricos (31 pares de nervos espinhais, que partem da medula espinhal e 12 pares de nervos cranianos, que partem do encéfalo); 
gânglios
Condução de informações entre órgãos receptores de estímulos,
 o SNC e órgãos efetuadores (músculos, glândulas...)
*
*
célula nervosa - unidade básica do sistema nervoso 
NEURÔNIO
*
*
Neurônio – célula nervosa – vida própria
3 funções: excitabilidade, condutibilidade e troficidade
Recebe
Transporta
Transmite 
Mensagem 
ou
 impulso nervoso
rapidez
dendritos
corpo celular
axônio
arborização terminal
 ou telodendro
botão terminal ou
sináptico
*
*
DENDRITOS
Curtos
Unidos ao corpo celular
Condução do impulso – direção do corpo celular
AXÔNIO
Único
Longo/diâmetro constante
Condução do impulso – corpo celular para periferia
Condução de impulso nervoso ou elétrico
Estruturas do axônio
Bainha de mielina, Nódulos de Ranvier, Células de Schwann
*
*
Bainha de mielina
Nódulo de Ranvier
FUNÇÃO ?
*
*
Porção 
receptora
Porção 
emissora
*
*
IMPULSO NERVOSO
Estímulo transmitido entre um neurônio e outro
despolarização e a repolarização de um neurônio - modificações na permeabilidade da membrana plasmática. 
*
*
Despolarização – entrada de Na+ na célula
carga positiva na região interna na membrana
Repolarização – saída de K+ da célula
interior da membrana volta a ficar com excesso de cargas negativas
Despolarização + Repolarização = impulso nervoso
*
*
SINAPSE
União entre os neurônios
Zona de relação entre a porção emissora de
 um neurônio com a porção receptora de outro
 sinapse axo-dendrítica - excitatória sinapse axo-somática - inibitória
 sinapse axo-axônica - inibitória
TIPOS
*
*
TIPOS DE SINAPSES
SINAPSE QUÍMICA – potencial de ação é transmitido com auxílio de 
 neurotransmissores
sistema nervoso
substâncias químicas liberadas pelos neurônios e utilizadas para a transferência de informações entre eles.
*
*
SINAPSE ELÉTRICA – potencial de ação corre diretamente da 
membrana pré sináptica para a pós sináptica , sem precisar do auxílio 
de mediadores químicos.
músculos
*
*
CONSTITUINTES DA SINAPSE QUÍMICA
porção pré sináptica
fissura ou fenda sináptica
porção pós sináptica
*
*
BOTÕES SINÁPTICOS
nodos terminais
botões terminais
pés terminais
terminais pré-sinápticos
OU
2 estruturas
Vesículas sinápticas
Mitocôndrias
*
*
Vesículas sinápticas
Transmissor excitatório
Transmissor inibitório
Excita o neurônio
Inibe o neurônio
*
*
 Mitocôndrias 
ATP
Síntese de neurotransmissor
*
*
Porção pré sináptica
armazenam (vesículas sinápticas) neurotransmissores ou
mediadores químicos
Acetilcolina
Noradrenalina
Serotonina
GABA (ácido gama amino butírico)
neurossecretora
Sintetizados pelo corpo celular e armazenados 
nos terminais do axônio
*
*
Porção pós sináptica
Sofrem a ação dos mediadores
Não apresentam vesículas sinápticas e mediadores químicos
quimiorreceptora
*
*
CONCLUINDO
PORÇÃO NEUROSECRETORA – terminações axônicas
PORÇÕES QUIMIORRECEPTORAS – dendritos e corpos celulares e algumas zonas 
 de axônios (sinapses axoaxônicas)
Neurônios - células polarizadas
Polo 
neurossecretor
Polo 
quimiorreceptor
Impulso unidirecional
dendrito
axônio
*
*
 Potencial de ação 
Membrana terminal pré-sináptico
Despolarização da membrana
Penetração de íon Ca no botão terminal
Liberação do neurotransmissor na fenda sináptica
Excitação ou inibição do neurônio
Ruptura de algumas vesículas pré-sinápticas
*
*
 Membrana pós sináptica
Proteínas que se ligam ao neurotransmissor
Aumentam permeabilidade da membrana 
 íon Na - transmissor excitatório
íon Cl ou K – transmissor inibitório 
*
*
 transmissor excitatório
acetilcolina, glutamato 
Despolarização da membrana
abertura dos canais de sódio (Na+ ) 
fluxo de grande de Na+ para o interior da 
membrana pós-sináptica
potencial de membrana interno positivo - excitação
PEPS – potencial excitatório pós
 sináptico de + 20 mV (aumento do
 potencial de membrana de – 65mV (repouso)
 para – 45mV) 
*
*
 acetilcolina
SNC
SNP
Sistema nervoso autônomo
Neurônios motores da medula espinhal
liberada na junção neuromuscular
estimula a abertura dos canais de
 sódio
entrada de sódio na célula, 
estimula a contração muscular
memória e na aprendizagem
*
*
 glutamato
impulso nervoso causa a libertação de glutamato
na célula pós-sináptica, existem receptores que ligam o glutamato e se ativam
retiram rapidamente este aminoácido do espaço extracelular
envolvido em funções cognitivas, como aprendizagem e memória
*
*
 transmissor inibitório
abertura dos canais íons cloreto (Cl - )
fluxo de grande deste íon para o interior da membrana pós-sináptica
aumento de cargas negativas no interior da membrana
potencial de membrana interno negativo - inibição
*
*
acetilcolina
Terminações nervosas neuromusculares
SNC e SNP
Neurotransmissores colinérgicos
Receptores da ACh :
 receptores muscarínicos : presentes no SNC e mucosa gástrica ,coração e glândulas e músculo liso.
 receptores nicotínicos: presente na placa motora, gânglios vegetativos, medula e SNC
*
*
Catecolaminas
(adrenalina/noradrenalina/dopamina) 
SNA
Neurotransmissores adrenérgicos
SNC
*
*
 Neurotransmissores e suas Funções
DOPAMINA - Neurotransmissor inibitório derivado da tirosina. Produz sensações de satisfação e prazer. Funções: regula os movimentos; regula comportamento e aspectos emocionais especialmente relacionados com o stress; funções cognitivas (córtex pré-frontal) como: memória, planejamento de comportamento e pensamento abstrato, regulação do hipotálamo e hipófise
SEROTONINA – um dos mais importantes neurotransmissores. Possui efeito no humor, memória e aprendizado. Regula o equilíbrio do corpo (homeostasia). A ausência desse neurotransmissor é a causa de inúmeras patologias como: emagrecimento, enxaqueca, depressão profunda, insônia. A unica forma que se sabe de produzir esse neurotransmissor, é alimentação balenceada e exercícios físicos.
*
*
 Neurotransmissores e suas Funções
ACETILCOLINA (ACh) - A acetilcolina controla a atividade de áreas cerebrais relacionadas a atividade motora; atenção; aprendizagem e memória. É liberada pelo sistema autônomo parassimpático (SNP) e SNC
NORADRENALINA - substância química que induz a excitação física e mental (aprendizado, memória, despertar, atenção) e bom humor. A produção é centrada na área do cérebro chamada de locus ceruleus, que é um dos centro de "prazer" do cérebro. A noradrenalina é mediadora dos batimentos cardíacos, pressão sanguínea, a taxa de conversão de glicogênio (glucose) para energia, assim como outros benefícios físicos.
*
*
 Neurotransmissores e suas Funções
GLUTAMATO - O principal neurotransmissor excitatório do sistema nervoso. Localizado no córtex, gânglios da base e vias sensoriais. Convulsivante, aprendizado e memória.
 ENCEFALINA e ENDORFINA - Essas