A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
4 - Lipídios I

Pré-visualização|Página 1 de 10

Universidade Federal de Santa Maria
Centro de Ciências da Saúde
Departamento de Análises Cl ínicas e Toxicológicas
BIOQUÍMICA CLÍNICA II
LIPÍDIOS I
substâncias orgânicas heterogêneas C, H, O
solúveis em solventes orgânicos e insolúveis em água.
Presentes em todos os tecidos
LIPÍDIOS:
componentes funcionais das biomembranas
acidos graxos livres (agl)
trigliceri dios (tg);
colestero l livre (30%) e
esterificado (70%)
fosfolipidios
LIPÍDIOS TO TAIS D O SA NGUE:
atuam como hormônios / precursores de hormônios
auxiliam na digest ão
servem de ar mazenament o
fonte de ene rgia metabólica
componentes funcion ais das bi omembranas
formando isola mento pa ra permiti r a condução
nervosa e evita r perda de calor
FUNÇÕES
estruturais das biomembranas

1.Solubilização micelar:
os sais biliaresporção hidrofílica e porção hidrofóbica
enzimas digestivas um aumento na área de interface entre as
fases aquosa e lipídica
2. Micelas incorporam-se as microvilosidades intestinaisRE
3.Transporte: AG cadeia curta e média - albumina
AG cadeia longa - Tg
lipases
gástricas, panc reáti cas,intestinais
Digestão
MICELAS: triglicerídios + ácidos biliares
complexos mac romolecula res tran sporte dos mon o e AGL até a s céls epitelia is
As micelas
são o principal
veículo para
deslocar lipídios
do lúmen
intestinal para
a superfície celular,
onde a absorção
ocorre.
Ác. graxos
emulsificaçãoácidos biliares, fosfatidilcolina, colesterol INTESTINO
TRIGLICERÍDIOS
a maior part e das gord uras neutr as da nature za
o maior com ponente dos g licerí deos do san gue
circulante e dos tecidos
armazenam ento de en ergia de long a duraçã o
[ ] tg no plasma =equ ilíbrio vel ocidade d e
entrada no p lasma e sua velocidad e de rem oção.

tecido adiposo
tg do catabolismo glicidico armazenamento
intestino
tg originam-se da reesterificação dos monogliceridios absorvidos
adulto 70 kg 10 Kg Tg e 400 g glicogênio
90% dieta triacilgliceróis 35% energia diária
TRIGLICERÍDIOS Hidrólise de triacilgliceróis em Agl + monogliceróis
Solubilização por detergentes – ácidos biliares
Transporte do lúmen intestinal pa ra a superfície
QUILOMICRONS exocitose dos quilomicrons – pelas célula s – liberação na linfa Tg no plasma após 30 a 90 minutos Captação de Agl e monoglicerídios p/ a célula
Ressíntese de triacilgliceróis
Acondicionamento – quilomicrons
TRANSPORTE
DE TG NO
SANGUE
Ligado as lipoproteinas
(VLDL, Qm, LDL)
CATABOLISMO DOS TRIGLICERÍDIOS
hidrólise dos ác. graxos l ipase diglicerídio + ác. Graxo livre
absorvidos pelas células intestinais e ressintetizados
formando tg os quais são logo liberados
nos linfáticos como lipoproteínas quilomicrons
A maior parte da conversão de ác. graxos a Tg
ocorre no fígado e tecido adiposo
A hidrólise dos ácidos graxos lipase sensível a vários
hormônios (insulina,adrenalina,glucagon,HC,etc)