A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
52 pág.
Plano de Comunicação_Viva Bicho_Cristielle

Pré-visualização | Página 11 de 12

que pode ter um ambiente de 
relacionamento com anunciantes. A divulgação também pode ocorrer por meio de um 
portfólio em forma de folder, a ser distribuído em empresas de cuidados com animais 
domésticos como pet shops, clínicas veterinárias, agropecuárias e etc. 
 
 
 43 
Recursos 
 
Descrição Qtd Valor (R$) 
Representante da ONG 01 * 
Publicitário 01 * 
Computador 01 * 
Acesso à internet 01 * 
Folder 100 350,00 
 Total 350,00 
*Recurso fornecido pelos voluntários da ONG 
 
Cronograma 
 
Período Ação Responsável 
Semana 01 Mapeamento de espaços 
publicitários 
Publicitário 
Semana 01 e 02 Criação do plano de mídia Publicitário 
Semana 03 Produção do Folder de divulgação Publicitário 
A partir da 
semana 04 
Divulgação Representante da ONG 
 
Controles e Avaliação 
 
O controle se dará pelo cumprimento do cronograma e periodicidade estipulados no 
projeto. 
A avaliação acontecerá pelo número de espaços vendidos e verba arrecadada. 
 
7.3. Programa 3 – Fábrica de Notícias 
 
As atividades da assessoria de imprensa só fazem sentido se houverem 
acontecimentos que realmente atendam os critérios de noticiabilidade para se 
transformarem em notícias. Sem este produto, a imprensa não se interessará pela Viva 
Bicho e sua assessoria não terá credibilidade para emplacar reportagens e conquistar mídia 
espontânea. 
Por este motivo, a ONG precisa criar estratégias para mostrar este potencial, de 
interesse público à imprensa. Planejar ações para que a ONG seja notada pela imprensa é 
 44 
uma forma para que a sua assessoria tenha uma posição pró-ativa neste meio e tenha mais 
condições de disputar espaços jornalísticos e ampliar a divulgação de sua instituição. 
 
Objetivos 
 
Planejar ações pró-ativas para atrair a imprensa 
 Estreitar as relações com os jornalistas da região do Vale do Itajaí; 
 Mostrar para a imprensa o potencial jornalístico das atividades da ONG. 
 
Metas 
 
Construir um mailing list atualizado e detalhado com o mínimo de 100 jornalistas do 
vale do Itajaí. 
 
7.3.1. Projeto 1 – Vida de Cão 
 
 Uma das missões da Viva Bicho é encaminhar animais abandonados à adoção 
responsável. Esta, na verdade, acaba se tornando, também, uma necessidade para que o 
abrigo possa ter rotatividade acolher outros cães e gatos que precisam de cuidados. 
 Produções jornalísticas, como os mini documentários, podem contribuir para 
mobilizar a comunidade e mostrar as histórias e o perfil de cada personagem do abrigo. 
Quando as pessoas conhecem o motivo pelo qual um animal foi parar no abrigo, ele deixa 
de ser mais um entre os 700 animais acolhidos pela Viva Bicho, passa a ter nome, despertar 
a comoção e ter mais chance de ser adotado. 
 A internet contribui para que a ONG não dependa de intermediários, como a 
imprensa para divulgar as produções. Usando princípios do marketing viral, e a ferramenta 
Youtube, a Viva Bicho pode produzir vídeos que por si só despertem a atenção dos 
internautas de modo que estes repassem aos amigos e aumentem o número de 
visualizações. O conteúdo das produções também pode atrair jornalistas para as histórias 
de cada animal acolhido, para que ele faça reportagens mais completas sobre a história de 
cada personagem. 
 
Objetivo 
 
 Divulgar o trabalho da Viva Bicho por meio das histórias dos animais acolhidos pela 
ONG 
 
 45 
Metas 
 
 Aumentar o número de adoções em 10 por mês. 
 Conquistar o mínimo de 100 visualizações por documentário postado 
 
Mão na Massa 
 
 A produção de mini documentários depende principalmente da seleção de histórias e 
do enfoque a ser dado para cada uma delas. A etapa inicial é encontrar boas histórias e 
fatos curiosos de animais que hoje, vivem no abrigo da ONG. É importante se adequar ao 
veículo que será utilizado para divulgação das produções. O Youtube tem seus vídeos 
divulgados principalmente por meio de marketing viral. Os vídeos mais acessados são os 
com foco destinado para a comédia e as histórias comoventes. 
 Após a seleção das histórias, é necessário criar o roteiro e definir como será 
executado cada documentário, indicando se haverá narração, depoimentos, trilha sonora e 
etc. As filmagens e entrevistas precisam ter imagens de qualidade, áudio limpo e para 
facilitar a edição. O produto final deve tempo entre três e cinco minutos de duração. 
 Alguns cuidados devem ser considerados: caso haja voluntários e personagens, 
como donos de animais, produtores, e roteiristas deve-se providenciar declarações de 
direito de imagem e direito de uso das produções para registrar a autorização dos 
envolvidos. 
É importante estabelecer um planejamento para a publicação do material. Definir 
periodicidade e informar quando a edição seguinte será divulgada aumenta a assiduidade 
dos internautas. Além disso, é importante explorar as utilidades do Youtube e incentivar os 
usuários a se cadastrarem no canal da Viva Bicho para receber no endereço de e-mail 
informações sobre novos vídeos postados. O material deve ser também, divulgado nos 
demais veículos de comunicação da ONG como sala de imprensa, web site, Twitter e Orkut. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 46 
Recursos 
 
Descrição Qtd Valor (R$) 
Jornalista 01 * 
Produtor de Vídeo 01 * 
Câmera Filmadora 01 * 
CD-RW 01 * 
Computador 01 * 
Programa de Edição de Vídeo 01 1.650,00 
 Total 1650,00 
*Recurso fornecido pelos voluntários da ONG 
 
Cronograma 
 
Período Ação Responsável 
Semana 01 Produção dos roteiros do 
documentário 
Jornalista voluntário 
Semana 02 e 03 Produção das imagens Jornalista voluntário 
Semana 04 Decupagem e seleção da trilha 
sonora 
Jornalista voluntário 
Semana 04 Edição Produtor de vídeo 
 
Semana 05 Divulgação Jornalista voluntário 
 
 
Controles e Avaliação 
 
O controle deverá ser realizado por um check list detalhado de cada documentário a 
ser realizado. A avaliação se dará pelo número de acessos aos vídeos. 
 
Fazendo Acontecer 
 
 Para realizar os documentários e garantir produções de qualidade, é possível 
estabelecer parcerias com os alunos de jornalismo e publicidade da UNIVALI, no programa 
de horas complementares ou disciplina de projetos experimentais, sob orientação dos 
professores. Desta forma, a ONG pode ter ajuda de profissionais na produção, além de 
utilizar o laboratório de TV da Universidade. 
 47 
 A produção também pode ter o apoio de marcas de ração como a Dal Pet ou a 
Pedigree, que mantêm programas de apoio à adoção de animais. As empresas teriam, 
neste projeto, a oportunidade de ter maior contato com amantes de animais e participar de 
ações de responsabilidade social. 
 
7.3.2. Projeto 2 – Prêmio Viva Bicho de Imprensa 
 
Os concursos de reportagem são uma tendência entre as grandes empresas, 
principalmente as com perfil voltado para a responsabilidade social. Reconhecer as boas 
produções da imprensa em algum tema de cidadania aproxima a organização do jornalista 
mas, além disso, atrai a imprensa para os assuntos relacionados ao tema e permite que a 
organização conheça melhor a imprensa da região e faça um cadastro completo dos 
profissionais da área. 
 
Objetivos 
 
Estreitar o relacionamento com a imprensa 
 Incentivar a produção jornalística relacionada à proteção aos animais 
 Produzir um cadastro detalhado dos profissionais da região do Vale do Itajaí 
 
Metas 
 
Conquistar a inscrição de no mínimo 50 inscrições na primeira edição do concurso. 
 
Mão na Massa 
 
A produção inicia com a organização do projeto de evento, para planejar como 
acontecerá