A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
54 pág.
500questoesDireitoConstitucional-FCC

Pré-visualização | Página 1 de 46

PROVAS FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS 
 DIREITO CONSTITUCIONAL Prof.: ANDRÉ ALENCAR 
Plêiade de Direito Constitucional 
1
 
Questões da FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS importantes 
para o conteúdo “COMUM” da Câmara dos Deputados: 
 
PARTE I de II: 
Questões: 1, 2, 3, 7, 8, 20, 23, 24, 26, 35, 36, 41, 42, 44, 51, 62, 
65, 66, 68 a 71, 74 a 77, 79 a 84, 91, 92, 94, 97, 101 a 103, 
107, 108, 110, 113 a 119, 121, 122, 124, 125, 127, 128, 130, 
133, 134, 136 a 140, 143, 144, 146 a 149, 151, 152, 156, 157, 
158, 162, 165 a 168, 170 a 176, 181 a 183, 186, 187, 189, 190, 
193, 194, 196, 197, 199 a 201, 203, 205, 208 a 213, 216, 218, 
219, 221 a 226, 230, 231, 233, 235 a 238, 240, 241, 243 a 248, 
251 a 256, 259 a 261, 264, 265 a 271, 274 e 278! 
 
PARTE II de II: 
Questões: 1 a 3, 5 a 8, 12 a 17, 20 a 25, 28, 29, 31 a 34, 38, 41 
a 44, 46 a 48, 51 a 55, 57, 58, 60, 61, 63 a 67, 69, 70, 72, 73, 
76 a 79, 81 a 83, 85 a 90, 93, 94, 97 a 100, 102, 104, 105, 111 a 
117, 122, 126, 128 a 130, 133 a 135, 137, 139, 144, 145, 148, 
153, 155, 157, 159, 161, 164, 165, 167, 170 175, 180, 181, 186 
a 188, 190, 201, 204 a 207, 209 a 211, 213 e 216! 
 
 
André Alencar dos Santos 
andre.concursos@terra.com.br 
 
PROVAS FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS 
 DIREITO CONSTITUCIONAL Prof.: ANDRÉ ALENCAR 
Plêiade de Direito Constitucional 
2
PROVAS – FCC – PARTE I DE II 
 
PROVA 1 – BANCO CENTRAL 
1. Tício deseja assegurar o conhecimento de informações 
relativas à sua pessoa constantes de registros de entidades 
governamentais. Nesse caso, de acordo com a Constituição 
Federal brasileira, Tício deverá impetrar 
(A) ação popular. 
(B) mandado de segurança. 
(C) habeas corpus. 
(D) mandado de injunção. 
(E) habeas data. 
 
2. Maria, enfermeira do Hospital Federal X, deseja acumular 
seu cargo público privativo de profissional de saúde de 
profissão regulamentada com outro cargo público privativo 
de profissional de saúde de profissão regulamentada, tendo 
em vista que há compatibilidade de horários entre eles. Neste 
caso, considerando que ambos os cargos são remunerados, 
é certo que 
(A) será permitida a acumulação dos cargos, tratando-se de 
exceção prevista na Constituição Federal brasileira. 
(B) não será permitida a acumulação dos cargos, uma vez que a 
Constituição Federal brasileira só permite a acumulação de cargo 
público remunerado com outro gratuito. 
(C) não será permitida a acumulação dos cargos, porque a 
Constituição Federal brasileira veda, em qualquer hipótese, a 
acumulação remunerada de cargos públicos. 
(D) não será permitida a acumulação dos cargos, uma vez que a 
Constituição Federal brasileira só permite a acumulação de um 
cargo público de professor com outro técnico ou científico. 
(E) não será permitida a acumulação dos cargos públicos, uma 
vez que a Constituição Federal brasileira só permite a acumulação 
de dois cargos públicos de professores. 
 
3. A respeito da fundação de sindicato, considere, dentre 
outros, os requisitos abaixo. 
I. Autorização do Estado para a respectiva fundação. 
II. Inexistência de outra organização sindical, em 
qualquer grau, representativa de categoria profissional 
ou econômica, na mesma base territorial. 
III. Requerimento de registro no órgão competente. 
IV. Concessão do prazo mínimo de 6 (seis) meses para 
que os representantes da categoria se filiem, 
obrigatoriamente, ao sindicato. 
Estão corretos, de acordo com a Constituição Federal 
brasileira, os indicados APENAS em 
(A) I e II. (B) I, II e III. (C) I, II e IV. (D) II e III. (E) III e IV. 
 
PROVA 2 – COMPANHIA ENERGÉTICA DE ALAGOAS – CEAL - advogado 
4. Os princípios constitucionais que regem a Administração 
Pública podem ser expressos ou implícitos, são 
multifuncionais, sendo certo que, dentre outras 
características, 
I. norteiam a elaboração legislativa e a aplicação das 
normas jurídicas (função orientadora); 
II. não permitem uma compreensão global e unitária do 
texto constitucional, ou ainda, a harmonia na aplicação 
do direito (função supletiva); 
III. esclarecem o sentido, a dimensão e o conteúdo nas 
normas jurídicas (função interpretativa); 
IV. têm funções normogenética e discricionária, mas 
desprovidas de funções sistêmica e vinculante. 
É correto o que consta APENAS em 
(A) I e II. (B) I e III. (C) I e IV. (D) II e IV. (E) III e IV 
 
5. Considere: 
I. O decreto assinado pelo Governador do Estado e 
referendado pelo Secretário de Estado. 
II. A nomeação do Procurador-Geral da República, com 
a prévia aprovação do Senado Federal. 
III. A informação lançada em determinado processo 
administrativo. 
Esses atos administrativos são classificados, 
respectivamente, como 
(A) complexo, declaratório e constitutivo. 
(B) composto, complexo e enunciativo. 
(C) enunciativo, complexo e composto. 
(D) complexo, composto e enunciativo. 
(E) composto, pendente e constitutivo. 
 
PROVA 3 – PREFEITURA DO JABOATÃO DOS GUARARAPES Auditor Tributário: 
6. É previsão constitucional comum ao estado de sítio e ao 
estado de defesa 
(A) o acompanhamento e a fiscalização da execução de suas 
medidas por Comissão composta por membros do Congresso 
Nacional. 
(B) a necessidade de autorização prévia dos Conselhos da 
República e de Defesa Nacional para sua decretação. 
(C) a submissão do decreto respectivo à ratificação do Congresso 
Nacional dentro de 24 horas, sob pena de nulidade da decretação. 
(D) a possibilidade de restrição relativa à liberdade de locomoção, 
consistente na obrigação de permanência em localidade 
determinada. 
(E) a irresponsabilidade por eventuais ilícitos cometidos pelos 
respectivos executores ou agentes, diante da excepcionalidade 
das medidas autorizadas pela Constituição. 
 
7. Sempre que a falta de norma regulamentadora torne 
inviável o exercício das prerrogativas inerentes à 
nacionalidade, à soberania e à cidadania, conceder-se-á ao 
interessado 
(A) ação declaratória de constitucionalidade. 
(B) ação direta de inconstitucionalidade por omissão. 
(C) mandado de injunção. 
(D) mandado de segurança. 
(E) ação popular. 
 
8. Proposta de Emenda à Constituição de iniciativa do 
Presidente da República, versando sobre mudanças no 
processo de elaboração de leis, é aprovada em dois turnos, 
por três quintos dos membros da Câmara dos Deputados, 
sendo, no entanto, rejeitada em primeiro turno de votação 
pelo Senado Federal. Nessa hipótese, 
(A) a proposta deve ser submetida a nova votação no Senado, 
pois a Constituição exige votação em dois turnos em cada Casa 
do Congresso Nacional. 
(B) nova proposta de Emenda à Constituição versando sobre a 
mesma matéria somente poderá ser apresentada na sessão 
legislativa seguinte. 
(C) não mais poderá o Presidente da República exercer sua 
iniciativa de reforma da Constituição em relação a essa matéria. 
(D) a apreciação de eventual nova proposta de Emenda à 
Constituição sobre a mesma matéria deverá ser iniciada 
obrigatoriamente no Senado. 
(E) somente um terço dos membros de uma das Casas do 
Congresso Nacional terá legitimidade para apresentar nova 
proposta de Emenda à Constituição sobre a mesma matéria. 
 
9. Sobre o sistema brasileiro de controle de 
constitucionalidade, é INCORRETO afirmar que 
(A) o veto do Presidente da República a projetos de lei por 
contrariedade à Constituição é mecanismo de controle político 
preventivo de constitucionalidade. 
(B) a Constituição atribui competência ao Senado Federal para a 
suspensão, no todo ou em parte, da execução de lei declarada 
inconstitucional por decisão definitiva do Supremo Tribunal 
Federal. 
(C) se trata de sistema misto, por conhecer mecanismos de 
controle político e jurisdicional de constitucionalidade e, dentre 
estes, admitir o controle por via de ação e via de exceção. 
PROVAS FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS 
 DIREITO CONSTITUCIONAL Prof.: ANDRÉ ALENCAR