A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
41 pág.
Apostila_ArcView_9_(Cristiane_-_UFF)

Pré-visualização | Página 1 de 9

1 
 
 
 
 
Apostila 
ArcGIS 9 
 
 
Universidade Federal Fluminense 
Instituto de Geociências 
Departamento de Análise Geoambiental 
Disciplina: Introdução ao Geoprocessamento 
Professora: Cristiane F. Nunes 
Desenvolvido por: Ivana C. Valle e 
 Ana Gizele Schanzembach 
 2 
 
 
Esta apostila se destina ao auxilio na aprendizagem em meio acadêmico 
do software ARCGIS Desktop 9. Este programa, desenvolvido pela ESRI, é 
uma ferramenta fundamental para a realização de trabalhos de SIG, 
simplificando e agilizando os processos de armazenamento, visualização, 
exploração e análise de informações espacial. 
 
 
 
1. Interface ArcGIS 
 
 A interface do ArcGIS com o usuário segue uma estrutura baseada em 
objetos e controlada basicamente com o mouse através dos botões direito e 
esquerdo. Esses botões podem ser utilizados de diferentes formas com o clique 
simples, clique duplo, segurar e arrastar. Efeitos especiais são obtidos através 
do uso conjunto do botão esquerdo do mouse e as teclas “shift” e “control”. 
Nem todas as funções conhecidas em interfaces desse tipo estão presentes no 
ArcGIS, onde não é possível, por exemplo, arrastar ícones para customizar os 
menus ou retirar e incluir novas barras de ferramentas. Entretanto, a operação 
de janelas segue o mesmo padrão do Windows, com botões de maximizar, 
minimizar, dimensionar e etc. 
 
 
ArcGIS Desktop é uma família de produtos de software que dão forma 
a um GIS completo para a estação de trabalho, construído segundo padrões de 
indústria e com recursos excepcionais. Ele é usado para criar, importar, editar, 
consultar, mapear, analisar e publicar informações geoespaciais. O ArcGIS 
Desktop compreende quatro produtos, listados abaixo em ordem crescente de 
funcionalidade. 
 
� ArcReader – visualizador gratuito para mapas criados pelos demais 
produtos da família ArcGIS Desktop. Ele pode visualizar e imprimir 
todos os mapas e tipos de dados; oferece ferramentas simples para 
explorar e consultar esses mapas. 
 
� ArcView – oferece amplos recursos para mapeamento, acesso e uso de 
dados, consultas a dados geoespaciais e análise, juntamente com 
funcionalidades básicas de edição e geoprocessamento. 
 
� ArcEditor – além das funcionalidades incluídas no ArcView, o ArcEditor 
conta ainda com recursos avançados para edição de shapefiles e 
geodatabases; o ArcEditor oferece suporte a coverages. 
 
 3 
� ArcInfo – é o mais completo, ou seja, estende as funcionalidades do 
ArcView e ArcEditor com recursos avançados de geoprocessamento e 
conversão de dados. Inclui ainda as aplicações legadas para ArcInfo 
Workstation. 
 
� ArcExplorer - trata-se de um visualizador de dados disponível 
gratuitamente para download (versão Windows e multiplataforma 
usando Java) ou para uso através de navegador. O ArcExplorer dispõe 
de funcionalidades básicas de GIS, incluindo visualização e consulta, 
além de possibilitar o acesso a dados locais ou remotos, neste caso 
atuando como cliente de dados na Internet e servidores de mapas. 
 
 
Figura 1: Versões ArcGIS Desktop. 
 
O ArcGIS é um programa dividido em 3 módulos funcionais: ArcCatalog, 
ArcMap e ArcToolbox. 
 
� ArcCatalog: permite que o usuário facilmente alcance e controle os 
dados geográficos que são armazenados nas pastas dos discos locais ou 
nas bases de dados que estão disponíveis na rede do usuário. Os dados 
podem ser copiados, movidos, suprimidos e vistos rapidamente antes 
que ele seja adicionado a um mapa. Outra importante característica do 
ArcCatalog é a sua função de armazenar informações referente aos 
dados (datum, sistema de coordenadas, etc). Ao se abrir uma camada 
um arquivo do tipo *.prj é gerado automaticamente pelo ArcCatalog no 
qual são armazenados informações dos dados originais desta camada 
sem que estes sejam alterados. Estas informações também podem ser 
configuradas posteriormente através das propriedades do Data Frame. 
 
 
 
 4 
 
Figura 2: Interface ArcCatalog. 
 
� ArcMap: permite que o usuário visualize mapas, crie cópia de mapas 
em alta qualidade e execute muitas tarefas análise espacial. ArcMap 
fornece uma transição fácil de ver um mapa e editar suas características 
espaciais. 
 
 
Figura 3: Interface ArcMap. 
 
� ArcToolbox: fornece um ambiente para executar operações de 
geoprocessamento (isto é, as operações que envolvem a extração ou 
 5 
alteração da informação). Dispõe de inúmeras ferramentas para o 
usuário executar as tarefas de geoprocessamento. ArcToolbox é 
vinculado ao ArcCatalog e ao ArcMap. 
 
 
Figura 4: Interface ArcToolbox. 
 
 
Onde o ArcGIS apresenta estes módulos em seus três principais produtos nos 
quais variam de acordo com o nível de disponibilidade de recursos e 
funcionalidades. 
 
� ArcGIS ArView: disponibiliza ferramentas de construção cartografia e 
análise espacial com ferramentas de edição simples. 
 
� ArcGIS ArcEditor: inclui todas as funcionalidades do ArcMap e a 
capacidade de edição complexa de dados. 
 
� ArcGIS ArcInfo: amplia a capacidade de ambos para níveis de 
geoprocessamento avançado. 
 
 
 
 
Figura 6: Versões ArcGIS Desktop. 
 
 6 
PRODUTOS 
 
ArcView ArcEditor ArcInfo 
ArcMap Padrão Completo Completo 
ArcCatalog Padrão Completo Completo 
ArcToolbox Padrão Completo Completo 
 
 
Cada um dos três produtos citados anteriormente disponibiliza os 3 
módulos apresentados (ArcCatalog, ArcMap, ArcToolbox), sendo que apenas o 
ArcGIS ArcInfo apresente todas as funcionalidades disponíveis dentro da 
família ArcGIS Desktop. 
 
O uso do ArcGIS é baseado em projetos. Cada projeto é um arquivo 
armazenado fisicamente com a extensão *.apr. Um projeto não armazena 
dados, apenas as definições de como esses dados interagem e são 
visualizados, ou seja, o ArcGIS cria visões especificas do banco de dados com 
as necessidades do usuário. O ArcGIS trabalha com o conceito de documentos 
apresentados em 5 variedades que permitem determinados tipos de 
processamento: 
 
� Data Frame: visualização de dados espaciais 
� Tabelas: visualização de dados tabulares 
� Gráficos: visualização de gráficos 
� Layouts: visualização de mapas para impressão 
 
Cada tipo de documento possui uma interface gráfica própria, 
possibilitando a apresentação dos dados e disponibilizando ferramentas 
especificas para o processamento do conteúdo existente no documento. 
 
 
 
2. Tipo de Dados 
 
O ARCGIS trabalha a partir de dados geográficos armazenados num 
banco de dados. Os dados armazenados podem ser de diversos formatos sem 
a necessidade de conversões e organizados na forma de planos de informação, 
conhecidas como camadas. Os modelos geométricos para a representação da 
componente gráfica no ambiente digital são o matricial, também denominado 
de raster, e o vetorial. As operações dos SIG, para serem eficientemente 
executadas, requerem que as camadas estejam representadas em um 
determinado modelo. Em geral, estes sistemas suportam os dois modelos. 
 
Cada um desses dados representa um objeto do mundo real e podem se 
apresentar nos seguintes formatos: 
 
• Tipos de dados suportados em ArcGIS (ArcView, ArcEditor, e ArcInfo) 
 7 
o Serviços da característica de ArcIMS 
o Serviços do mapa de ArcIMS 
o Coberturas de ArcInfo 
o DGN (com v8) 
o DWG (com v2004) 
o DXF 
o Geodatabases 
o Conexões de rede da geografia 
o Tabelas OLE do DB 
o Coberturas do PC ARC/INFO 
o Formatos da quadriculação 
� O ARCO digitou os gráficos da quadriculação (ADRG) (*.img 
ou *.ovr e *.lgg) 
� Quadriculações de ArcSDE 
� Faixa intercalada por Linha (ESRI BIL) (*.bil e *.hdr, *.clr, 
*.stx) 
� Faixa intercalada por Pixel (ESRI BIP) (*.bip e *.hdr, *.clr, 
*.stx) 
� Unir seqüencial