A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
41 pág.
Apostila_ArcView_9_(Cristiane_-_UFF)

Pré-visualização | Página 7 de 9

aa camada, os elementos selecionados também ficam destacados no 
mapa. O número de elementos selecionados é exibido na barra de ferramenta. 
Para executar uma consulta, clique com o botão direito do mouse sobre o 
nome do layer e vá até “Properties”, na caixa “Layer Properties > 
Definition Query”, clicando sobre o botão “Query Builder” se abrirá uma 
caixa de diálogo aonde podem ser definidos os campos, os operadores e os 
valores que compõem a expressão da seleção. 
Na Barra de Ferramentas “Selection” esse comandos também estão 
presentes na opção “Select by Attributes”. Porém aí, existe uma vantagem, 
pois na caixa de diálogo que se abre existe também a opção “Method”, que 
apresenta diversas opções para as seleções que serão feitas: a opção “Create 
a New Selection” deve ser selecionada quando se deseja que o resultado da 
seleção seja a criação de um novo grupo de elementos selecionados, ou seja, é 
feita uma nova seleção desprezando a atual seleção de elementos. Já a opção 
“Add to Current Selection” deve ser utilizada quando se deseja que o 
resultado da seleção seja adicionado aos elementos já selecionados. A opção 
“Remove from Current Selection” irá remover dos elementos já 
selecionados o resultado da seleção. Por fim, na opção “Select from Current 
 33 
Selection” a consulta corrente deve selecionar a partir do conjunto de 
elementos que esteja previamente selecionado. 
 
Fazendo Consultas nas camadas 
 
 Consultas nas camadas investigam as relações espaciais existentes entre 
elementos gráficos ocorridos ou não no mesma camada. Para executar este 
tipo de consulta, deve ser definido a camada alvo, ou seja, a camada da onde 
serão selecionados os elementos “The Following Layer” e a camada 
condicionante, ou seja, aquele que será usado para estabelecer os critérios da 
consulta por localização “The Features in this Layer”. As camadas são 
definidos na caixa de diálogo “Select by Location” em “Selection > Select 
By Location”... 
 
 Na primeira caixa, no campo “I want to”, o usuário especifica que tipo 
de seleção deseja fazer: “Select Features from”, simplesmente para iniciar 
uma seleção; “Add to Current Selection” para que o resultado da seleção 
seja adicionado aos elementos já selecionados; “Remove from the Currently 
Selected Features in” irá remover dos elementos já selecionados o resultado 
da seleção e “Select from the Currently Selected Features in” a consulta 
corrente deve selecionar a partir do conjunto de elementos que esteja 
previamente selecionado. 
 Na segunda caixa “The following layer(s)”, deve(m) ser 
selecionada(s) a(s) camadas(s) alvo(s), aonde os elementos serão 
selecionados. Abaixo desta caixa de texto, existe um campo aonde o usuário 
pode escolher a opção de mostrar apenas os elementos selecionáveis nesta 
lista. 
 
 Na terceira caixa “that:” o usuário define a opção de relação para a 
seleção: 
- Intersect: seleciona os elementos da camada alvo que são 
interceptados pelos elementos da camada condicionante. 
- Are within a distance of: seleciona os elementos da camada alvo que 
estão à determinada distancia (buffer) da camada condicionador. 
- Completely Contain: seleciona elementos que contêm completamente 
os elementos da camada condicionante. 
- Are completely within: seleciona os elementos que estiverem 
completamente contidos na camada condicionante. 
- Have their center in: seleciona os elementos que contêm o centro dos 
elementos da camada condicionante. 
 34 
- Share a line segment with: seleciona os elementos que possuem um 
segmento de linha gêmeo com a camada condicionante. 
- Touch the Boundary of: seleciona os elementos que fazem contato 
com o limite (fronteira) da camada condicionante. 
- Are identical to: seleciona os elementos da camada alvo que são 
idênticos aos elementos da camada condicionante. 
- Are crossed by the outline of: seleciona o(s) elemento(s) da 
camada(s) alvo(s) que é atravessado(s) pelo(s) contorno(s) da camada 
condicionante. 
- Contain: seleciona os elementos da camada alvo que contêm elementos 
da camada condicionante. 
- Are contained by: seleciona os elementos da camada alvo que estão 
contidos em elementos da camada condicionante. 
 
 Na quarta caixa, "the features in this layer”, deve ser determinado a 
camada condicionante, isto é, aquele que será usado para estabelecer os 
critérios da consulta por localização. 
 Por último, existem ainda dois botões de opções para o usuário: um 
para usar apenas elementos previamente selecionados da camada 
condicionante. 
O último botão da caixa “Select By Location” refere-se à opção “Apply a 
buffer to the features in...” aonde o usuário estabelece uma determinada 
distância (em referência do elemento condicionante) para servir como 
critério para a seleção do elemento alvo. Abaixo, exemplo da caixa de 
opções da Seleção por Localização: 
 
 35 
 
Figura 16: Janela para Select by Location. 
 
9. Criando Mapas Temáticos 
 
Os mapas temáticos representam graficamente os dados. Eles ilustram a 
relação espacial entre os elementos das camadas e seus atributos. Por 
exemplo, podem-se mostrar as vendas totais de uma empresa colorindo 
territórios de vendas em vermelho para vendas altas, laranja para vendas 
médias e amarelo para vendas baixas ou, ainda, representar grupos de 
consumidores através de símbolos com tamanho proporcional ao potencial do 
grupo. 
Abaixo estão descritas as possibilidades de criação de mapas temáticos pelo 
ARCGIS: 
 
Construindo os mapas temáticos 
 
 Para iniciar a construção de um mapa temático deve-se ter acesso ao 
Editor de Legenda: dê um duplo clique sobre o nome do Layer na Janela de 
Projetos ou então, dê uma clique com o botão direito do mouse sobre o nome 
do Layer e vá para a opção Properties. 
 36 
Assim, se abrirá a janela “Layer Properties”. Logo, na caixa de diálogo 
“Symbology” seleciona-se o tipo de mapa temático que se deseja criar e que 
estão descritos a seguir: 
 Na caixa de diálogo “Symbology” do “Layer Properties”, existe uma 
caixa que indica o que será mostrado na legenda do mapa (Show): Aí, 
encontram-se as seguintes opções para a elaboração do mapa temático: 
• Features: Ao se clicar sobre Features, aparecerá a opção “Single 
Symbol”, que significa representar os elementos do mapa que está 
sendo trabalhado com um mesmo símbolo, podendo-se configurar a 
representação do elemento (suas cores, contornos). Além disso, nessa 
caixa o usuário pode adicionar uma descrição para o elemento e nomeá-
lo na Janela de Projetos. 
• Categories: Ao se clicar sobre Categories aparecem as seguintes 
opções: “Unique Values”, “Unique Values”, “Many Fields” e “Match 
to Symbols in a Style”. 
- Na opção “Unique values” é possível se alterar a forma como a 
legenda será apresentada, isto é, pode-se indicar algum atributo 
contido na tabela para estar representado no mapa. Porém, cada 
valor de atributo único é representado por um símbolo ou por uma 
cor que não expressa grandeza. Este tipo de temático é indicado para 
dados do tipo categórico. 
 
Para isso, existe um campo chamado “Value Filed”, em que o usuário 
vai indicar o campo da tabela, em que os atributos serão representados, 
depois, clicando-se sobre o botão “Add All Values”, aparecerão na legenda do 
mapa, todas as classes (ou valores), contidas na coluna que foi selecionada no 
campo “Value Filed”. Já no botão “Add Values...” o usuário tem a opção de 
escolher determinados valores ou classes, selecionando-os para aparecerem na 
legenda. Através do botão “Remove”, também é possível remover 
determinadas classes e selecionar àquelas que aparecerão na legenda. O botão 
“Remove All” remove da legenda todas as classes, limpando-a, 
permanecendo apenas o símbolo único. Porém, esse botão não remove 
permanentemente estes valores, apenas na