A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Aula 8 HISTOLOGIA

Pré-visualização | Página 1 de 1

1. TECIDO NERVOSO II
2. CÉREBRO
Região periférica (cortical): substância cinzenta.
Região interna (medular): substância branca.
2.1 REGIÃO PERIFÉRICA
Camada molecular: células nervosas piramidais e predomínio de axônios amielínicos.
Camada granulosa externa das células piramidais pequenas.
Camada interna das células piramidais.
Camada granulosa interna das células piramidais.
Camada ganglionar interna das células piramidais.
Camada de células polimorfas (fusiformes).
Glias: astrócitos protoplasmáticos, micróglias e oligodendrócitos.
2.2 REGIÃO INTERNA
Axônios e fibras nervosas mielínicos.
Glias: astrócitos fibrosos, micróglias e oligodendrócitos.
3. CEREBELO
Região periférica (cortical): substância cinzenta.
Região interna (medular): substância branca.
3.1 REGIÃO PERIFÉRICA
Camada molecular: células e fibras nervosas amielínicas.
Camada intermédia: células de Purkinje (piriformes).
Camada granulosa: grãos cerebelosos (cerebelares), menores neurônios (5µm).
Glias: astrócitos protoplasmáticos, micróglias e oligodendrócitos.
3.2 REGIÃO INTERNA
Substância branca da árvore da vida: axônios mielínicos.
Glias: astrócitos fibrosos, micróglias e oligodendrócitos.
4. MEDULA ESPINAL
	Apresenta externamente substância branca e internamente substância cinzenta, ao contrário do cérebro e do cerebelo.
4.1 REGIÃO INTERNA
	Forma uma estrutura semelhante ao H, denominada H medular.
	Canal (ducto) ependimário: canal revestido por ependimócitos, localiza-se no centro do H medular. Dentro deste canal corre o líquido cefalorraquidiano, o qual é produzido pelo plexo coróide (corióide).
	Revestida por meninges: dura-máter (exterior), aracnóide (central) e pia-máter (interior).
4.1.1 H Medular
Corno anterior (ventral): motor.
Corno posterior (dorsal): sensitivo.