A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Capitulo VI

Pré-visualização | Página 6 de 6

garantia de troca direto no estoque, espero que agrade o capitalista essa oferta feita pelo MPC já que esse vinculo é eterno. Isso possibilita a conclusão de que os capitalistas exploram muito mais que a força de trabalho de um operário, explora a sua consciência, humanidade e dignidade como pessoa. A acumulação crescente do capital dar-se com a degradação de uma maioria sujeita a mais miserável das situações. A força do capital é resultado do enfraquecimento dos demais. Não há mais hinos ou canções que sensibilizem a impiedade dos capitalistas. Não há sinal de luta, nem ruídos de revoltas. O que ficou entre os novos escravos da produção não é chamado mais de sonho ou de esperança, mais unicamente a acomodação e a busca de convivência pacífica segundo os ditames capitalistas.