A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
39 pág.
Slides_9 [Modo de Compatibilidade]

Pré-visualização | Página 2 de 2

variável de 
enorme importância. 
9.2 Produto Agregado, Produto Per Capita e 
Distribuição de Renda
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
Para se ter uma idéia mais precisa do grau de miséria que 
atinge uma determinada economia, construiu-se aquilo que se 
chama linha de pobreza. 
A linha de pobreza indica qual é o mínimo de renda, em 
termos de valor, que cada habitante deve possuir para 
satisfazer suas necessidades básicas. Mas geralmente não há 
um consenso quanto ao valor que efetivamente representaria 
esse mínimo de renda, já que tudo depende dos elementos 
incluídos nesta cesta básica de sobrevivência. 
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
9.2 Produto Agregado, Produto Per Capita e 
Distribuição de Renda
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
9.3 Indicadores de Qualidade de Vida e o 
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
A utilização de indicadores sociais como parte da avaliação 
da riqueza de um país insere-se na discussão entre crescimento 
e desenvolvimento econômico. 
O crescimento econômico pode ser entendido como o O crescimento econômico pode ser entendido como o 
crescimento do produto per capita ao longo do tempo, enquanto 
desenvolvimento é um conceito mais amplo, que inclui não 
apenas o crescimento econômico mas também a elevação da 
qualidade de vida da população. 
É possível haver crescimento sem desenvolvimento.
9.3 Indicadores de Qualidade de Vida e o Índice de 
Desenvolvimento Humano (IDH)
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
Uma das formas de se avaliar o desenvolvimento é 
acompanhar a evolução de alguns indicadores relativos a saúde 
e educação, porque seu comportamento fornece uma boa 
aproximação do que está ocorrendo com a qualidade de vida da 
população. 
Indicadores de qualidade de vida:
taxa de mortalidade infantil
esperança de vida ao nascer
expectativa de vida
Capa
da Obra
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
9.3 Indicadores de Qualidade de Vida e o Índice de 
Desenvolvimento Humano (IDH)
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
9.3 Indicadores de Qualidade de Vida e o Índice de 
Desenvolvimento Humano (IDH)
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
O conjunto de todas essas tabelas fornece uma boa idéia 
das variáveis que devem ser investigadas quando nossa 
preocupação é avaliar o desenvolvimento de um país e não 
apenas seu desempenho econômico, ou seja, sua capacidade 
de gerar produto e renda. 
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)
É um índice misto desenvolvido pelo Programa das 
Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que considera 
a renda per capita de um país mas a pondera com alguns 
indicadores sociais. 
9.3 Indicadores de Qualidade de Vida e o Índice de 
Desenvolvimento Humano (IDH)
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
O IDH agrega, em sua metodologia de cálculo, três 
variáveis:
i) um indicador de renda, que é a renda per capita, 
ajustada para refletir a paridade do poder de compra entre os ajustada para refletir a paridade do poder de compra entre os 
países;
ii) um indicador das condições de saúde, que é o índice 
de esperança de vida;
iii) um indicador das condições de educação, que é 
uma média ponderada de outros dois indicadores, a taxa de 
alfabetização de adultos e a taxa de escolarização bruta 
combinada dos ensinos primário, secundário e superior. 
9.3 Indicadores de Qualidade de Vida e o Índice de 
Desenvolvimento Humano (IDH)
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
O IDH varia entre zero e um e é utilizado para classificar os 
países quanto ao grau de desenvolvimento a partir dos 
seguintes critérios:
i) IDH menor ou igual a 0,5 – países com baixo 
desenvolvimento humano;
ii) IDH entre 0,5 e 0,8 – países com médio 
desenvolvimento humano;
iii) IDH maior do que 0,8 – países com alto 
desenvolvimento humano.
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
9.3 Indicadores de Qualidade de Vida e o Índice de 
Desenvolvimento Humano (IDH)
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
9.3 Indicadores de Qualidade de Vida e o Índice de 
Desenvolvimento Humano (IDH)
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
O surgimento do IDH representou um substantivo avanço. 
Mas ele não esgota a questão. 
Algumas outras variáveis de difícil quantificação também 
deveriam contar no cômputo do grau de desenvolvimento. Por deveriam contar no cômputo do grau de desenvolvimento. Por 
exemplo, os países desenvolvidos vêm experimentando um 
grande surto de desemprego desde o início dos anos 1990. 
Apesar de todas as garantias sociais que lá gozam os 
desempregados e que lhes garantem a sobrevivência, o 
problema não fica de todo solucionado. 
Como, porém, mensurar esse tipo de incômodo? 
9.4 Desigualdades Regionais e Qualidade de 
Vida
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
Na avaliação do grau de desenvolvimento, além dos 
indicadores de distribuição de renda entre os indivíduos e de 
indicadores gerais de qualidade de vida, também ganha 
relevância, principalmente em países de grande dimensão 
territorial como o nosso, a questão das desigualdades regionais. 
Uma distribuição de renda muito desigual entre as 
regiões pode gerar uma série de problemas sociais, 
como os grandes fluxos migratórios e o inchaço das 
grandes cidades. Também tendem a gerar a 
necessidade de transferências compulsórias de renda 
entre as regiões, podendo ocasionar conflitos políticos. 
9.4 Desigualdades Regionais e Qualidade de 
Vida
Capa
da Obra
Capítulo IX
Indicadores Sociais
A análise das desigualdades regionais no Brasil, 
particularmente no que diz respeito aos índices de 
desenvolvimento, tem-se beneficiado enormemente dos desenvolvimento, tem-se beneficiado enormemente dos 
trabalhos realizados pelo Ipea, em conjunto com o IBGE e a 
Fundação João Pirios, sob os auspícios do PNUD.