A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
738 pág.
Curso_Completo_de_Redes

Pré-visualização | Página 15 de 41

não pode conter os seguintes 
caracteres:
‘ ~ ! @ # $ ^ & * ( ) = +
[ ] { } \ | ; : ‘ “ , < > / ?
O próprio Windows avisará isso se 
tentarmos usar um nome inválido, ou 
seja, com mais de 15 caracteres ou com 
um dos símbolos indicados acima. 
257Índice
OBS: O Windows 95/98/ME aceita alguns 
desses símbolos, mas é recomendável evitá-
los. O máximo também é de 15 caracteres
Alterando o grupo de trabalhoAlterando o grupo de trabalho
O quadro ao lado também permite alterar 
o grupo de trabalho. São apresentadas as 
opções:
Membro de:
Domínio: Preencha o nome do domínio, 
caso esteja em uma rede cliente-servidor. 
Grupo de trabalho: Preencha o nome do 
grupo de trabalho, caso esteja em uma 
rede ponto-a-ponto. 
Note que a maioria das configurações 
mostradas até agora diz respeito tanto a 
redes ponto-a-ponto quanto a redes 
cliente-servidor. Nos capítulos seguintes 
apresentarmeos ambos os tipos, mas por 
enquanto saiba que o grupo de trabalho, 
usado em redes ponto-a-ponto, é definido 
com este comando. 
258Índice
Adicionando componentes de Adicionando componentes de 
rederede
259Índice
Adicionando protocoloAdicionando protocolo
Para adicionar protocolos, clientes e 
serviços, usamos o botão Instalar no 
quadro de propriedades de rede. Será 
apresentado o quadro abaixo, no qual 
escolhemos que tipo de componente 
queremos instalar: cliente, serviço ou 
protocolo. Clicamos em Adicionar.
260Índice
Adicionando protocoloAdicionando protocolo
Será apresentada uma lista de 
protocolos disponíveis. 
Observe que na época do 
Windows 95, várias empresas 
forneciam softwares de rede, 
em vários padrões. Hoje existe 
uma hegemonia do protocolo 
TCP/IP e redes baseadas nesta 
arquitetura. Portanto, quanto 
mais nova é uma versão do 
Windows, menos protocolos e 
componentes de rede 
(antigos) estão disponíveis. No 
Windows XP são oferecidos 
apenas dois protocolos, além 
do TCP/IP. Instalaremos neste 
exemplo o IPX/SPX, necessário 
para jogos e para 
funcionamento em redes 
Novell. 
261Índice
Adicionando protocoloAdicionando protocolo
Será então adicionado o protocolo 
selecionado. No caso do IPX/SPX, será 
feita automaticamente a instalação do 
NetBIOS, que é um outro protocolo 
usado em redes antigas. Será preciso 
reiniciar o computador para efetivar a 
instalação. 
262Índice
Adicionando clienteAdicionando cliente
Para adicionar um cliente de rede, 
clique em Instalar no quadro de 
propriedades da conexão. Será 
apresentado o quadro abaixo. 
Selecione a opção Cliente e clique em 
Adicionar. 
263Índice
Adicionando clienteAdicionando cliente
Será apresentada a lista de 
clientes suportados pelo 
Windows XP. Assim como 
ocorre no caso dos protocolos, 
quanto mais nova é a versão 
do Windows, menos serão as 
opções de clietes oferecidas, 
pois foi aos poucos abanado o 
suporte a arquiteturas de 
redes antigas. A única opção 
oferecida pelo Windows XP é o 
Cliete para redes 
Novell/Netware. Note ainda 
que tanto no caso dos 
protocolos como no dos 
clientes, podemos usar o 
botão “Com disco” e instalar 
componentes fornecidos por 
terceiros. 
264Índice
Adicionando clienteAdicionando cliente
O novo cliente instalado passará a 
constar no quadro das propriedades 
da conexão. Será preciso reiniciar o 
computador para que as mudanças 
tenham efeito. 
265Índice
Adicionando serviçoAdicionando serviço
Para adicionar um serviço, clique em 
Instalar no quadro de propriedades de 
rede. Será apresentado o quadro 
abaixo. Clique em Serviço e Adicionar. 
266Índice
Adicionando serviçoAdicionando serviço
Será apresentada uma 
pequena lista de serviços 
oferecidos. O Windows XP, ao 
operar como servidor, usa o 
componente 
“Compartilhamento de 
arquivos e impressoras em 
redes Microsoft”. Será 
preciso reiniciar o 
computador para efetivar as 
mudanças. 
267Índice
Removendo componentes de Removendo componentes de 
rederede
268Índice
Removendo um componenteRemovendo um componente
Para remover protocolos, clientes e 
serviços de rede, basta selecionar o 
componente no quadro de 
propriedades de rede e clicar no 
botão Desinstalar. Note que quando 
adicionamos um componente de rede, 
este componente estará disponível 
para todas as conexões de rede (por 
exemplo, rede local e modem). 
Quando desinstalamos um 
componente, ele será removido do 
sistema e não estará mais disponível 
para as demais conexões de rede. 
269Índice
Desvinculando protocolo de adaptadorDesvinculando protocolo de adaptador
Quando instamos um serviço, cliente 
ou protocolo de rede, ficará disponível 
para todas as conexões presentes, o 
que nem sempre é desejável. Por 
exemplo, podemos precisar do 
protocolo IPX/SPX para usar na rede 
local mas não precisamos do mesmo 
nas conexões de Internet via modem. 
Na figura ao lado vemos que esta 
conexão de Internet está configurada 
com componentes que não 
desejamos. Não podemos remover 
esses componentes, pois assim não 
estarão mais disponíveis para as 
outras conexões. O procedimento 
correto é desmarcar os componentes 
que não são necessários para a 
conexão. 
270Índice
Desvinculando componenteDesvinculando componente
Na figura ao lado desativamos os 
seguintes componentes que não são 
necessários ao funcionamento de 
uma conexão dial-up (modem):
Protocolo IPX/SPX
Compartilhamento de arquivos/imp
Cliente para redes Microsoft
271Índice
Configuração mínima Configuração mínima –– rede localrede local
Note que mostramos como adicionar 
componentes em uma configuração 
de rede, mas nem sempre todos eles 
são necessários. A configuração 
mínima para o funcionamento de um 
computador como cliente em uma 
rede local precisa ter apenas:
� Cliente para redes Microsoft
� Protocolo TCP/IP
Podemos então desativar os 
componentes desnecessários para a 
conexão de rede, ou simplesmente 
desinstalá-los, caso não sejam 
necessários para as demais conexões 
de rede do computador. 
272Índice
Configuração mínima Configuração mínima –– modemmodem
A conexão dial-up necessita apenas 
do protocolo TCP/IP. Como em uma 
conexão de Internet padrão não 
fazemos compartilhamento de 
arquivos e impressoras (este recursos 
são usados na rede local), não 
precisamos dos componentes 
correspondentes, que estão 
desmarcados no quadro ao lado. Já o 
Agendador de pacotes QoS é um 
componente obrigatório, desde que 
esteja instalado. Sua função é 
melhorar a qualidade de fluxos de 
áudio e vídeo (streaming), evitando 
que ocorram pausas no som e 
imagem. 
273Índice
CapítuloCapítulo 55
Noções sobreNoções sobre
TCP/IPTCP/IP
Ivan Dias Borba NettoIvan Dias Borba Netto
ÍndiceÍndice
Endereços IP
Arquitetura TCP/IP
DHCP
Redes classe A, B e C
Protocolos TCP/IP
EndereçosEndereços IPIP
276Índice
EndereçosEndereços IPIP
IP significa “Internet Protocol”. A 
Internet é uma rede, e assim como 
ocorre em qualquer tipo de rede, os 
seus nós (computadores, impressoras, 
etc.) precisam ter endereços. Graças a
esses endereços, as informações podem 
trafegar pela rede até chegar ao destino 
correto.
Endereços IP são formados por quatro
bytes. Cada byte pode representar um
número decimal de 0 a 255. Portanto
um endereço IP é formado por quatro 
números, entre 0 e 255.
Por exemplo, na figura ao lado, o
computador em teste está usando o
endereço IP:
192.168.0.2
277Índice
EndereçosEndereços IPIP nana InternetInternet
Todos os computadores na
Internet que operam como
hosts, ou sejam que têm algum 
conteúdo hospedado ou cujas 
informações possam ser
acessadas por outros 
computadores, utilizam 
endereços IP externos. Por 
exemplo, o site www.globo.com
está hospedado em um servidor 
cujo endereço IP é:
200.208.28.45