A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Construção Civil I

Pré-visualização | Página 1 de 4

Construção Civil I - ENG1223
Prof. Jaqueline Passamani
G1: 08/05/13
G2: 03/07/13
Visitas:
Abril
Maio
Junho
G1 = (Frequencia + relatórios + 3P1)/5
G2 = (Frequencia + relatórios + 3P1)/5
MF = (2 G1 + 3 G2 )/5 >= 5
Estudo de viabilidade
Adequação dos custos do projeto. Leva em
consideração o custo do terreno, o custo do anteprojeto,
o custo de construção e custo de serviços públicos, de
acordo com a necessidade do empreendimento.
O custo total é comparado com o custo do mercado.
R$/unidade ou R$/m².
Terreno
Anteprojeto
Custo total
X
Preço de mercado
06/03/13
A minimizarão de custos pode prejudicar a integridade
e qualidade da construção. É necessário buscar o
equilíbrio entre eles.
O Retrofit esta sendo mais utilizado pois a legislação atual pode inviabilizar o projeto no caso de um novo terreno.
Com o Retrofit, o prédio já existente pode ser reconstruído na legislação vigente no período de seu licenciamento,
evitando assim as restrições de gabarito de altura e afastamento
O retorno do investimento pode não ser em valor de venda, ou de mercado, mas sim pela necessidade da população
ou da cidade, ou pela atratividade e movimentação econômica gerada no local com a execução da obra.
Serviços preliminares
O anteprojeto legal e elaborado conforme a legislação do local do empreendimento. Esse projeto é encaminhado
para o órgão responsável pela aprovação e pode ser aprovado ou cair em exigência. Nesse caso, o projeto deve ser
corrigido e apresentado novamente.
Após a provação é elaborado o projeto executivo, apresentando as informações detalhadas do projeto e sua
compatibilidade entre os projetos de estruturas, instalações e projetos complementares.
Acompanhamento de interferências:
- Edificações no terreno e necessidade de demolição.
- dimensões do terreno ( comparativo com a escritura)
- locação do terreno
- arvores, córregos (licenciamento especial)
- serviços públicos
- topografia, coordenadas, RN
- sondagens e estudo do solo e subsolo
Frente
Lateral
Instalações provisórias
Após a locação da obra pode ser feita a Área de vivência.
Leva em consideração as necessidades dos operários, a áreas técnicas, banheiros, refeitórios. Prevendo a necessidade
de expansão no futuro com o aumento da necessidade de mão de obra.
A escolha do local deve ser de modo a não interferir na obra e de forma que possa ser deslocada no futuro para um local
já construído na obra para a liberação da área utilizada.
O canteiro de obras deve ser pensado para tornar o ambiente de trabalho agradável, visando melhorar a produtividade e
a qualidade de vida dos operários.
Sondagens
Tem como objetivo a verificação do subsolo para entender a que camada do terreno fica a fundação.
Podem ser por poços de inspeção, a percussão (SPT) e rotativa.
- poços de inspeção: analise visual em poços de 1m ou mais de profundidade para classificar, qualitativamente, o
conteúdo do solo. Utiliza-se uma estimativa do quantitativo de que aquele terreno pode resistir. Ustilizado para pequenas
obras.
- SPT: normalizada pela NBR6484, recomenda-se 1 para cada 200 m² de terreno até 1200 m². Furos extra a cada 400 m²
para terrenos entre 1200 a 2400 m². Os furos são mapeados de acordo com o interesse estrutural da obra.
- sondagem rotativa: somente utilizada quando há suspeita de solo frágil sob solo resistente impenetrável por sondagem
SPT.
- penetração de cone, palheta, pressiômetro: estimativa de recalque ou previsão de carga limite
13/03/13
Muito importante verificar os problemas e interferências aos vizinhos do terreno evitando problemas futuros. Uma
vistoria de entorno bem feita, com bons relatórios servem como base para evitar a responsabilidade por problemas ja
existentes. Vale verificar também as possíveis interferências aos vizinhos e procurar conhecer as limitações de
horários, transporte e barulho.
Serviços preliminares
Os projetos necessários para o inicio de obra são os projetos de arquitetura, estruturas, fundações, instalações e
projetos complementares, todos eles devidamente compatibilizados. Após a compatibilização são elaborados os
projetos executivos.
Os serviços de campo podem ser iniciados com a mobilização de canteiro ( cercamento do terreno, tapumes de
obra, instalações provisórias), instalação de equipamentos de transporte( grua, guindaste, munk, cremalheira),
Locação de obra
A marcação da obra pode ser feita por topografia em um primeiro momento, em seguida um gabarito em taboado nos
limites do terreno e das construções. A topografia gera uma planta de locação e marca esses eixos e pontos no terreno.
O gabarito taboado deve estar nivelado, ortogonal (mesmo se houverem curvas) e pintados de branco. No gabarito são
feitas as marcações de eixo com tinta e pregos para marcação com arame dos eixos cartesianos.
Face Eixo
Cm as marcações e os pregos são estendidas as linhas de arame de
acordo com os centros dos pilares, no cruzamento entre elas é estendida
a linha de prumo e fixado no chão o piquete referente aquele pilar.
Fundações
Existem dois tipos de fundações, rasas (diretas, superficiais) e profundas ( indiretas).
Para q escolha do tipo de fundação deve-se levar em conta alguns fatores determinantes como tempo de execução,
utilização, necessidade de projeto, custo, tipo de solo, carga da edificação.
- tipos de solos e carga: a vezes mesmo com uma carga pequena são necessárias fundações indiretas devido á
fragilidade do solo. Por outro lado, solos muito resistentes podem suportar grandes cargas com fundações rasas.
- prazo e custo (cronograma): fundação dieta é mais barata e mais rápida, porém dependendo das condições
ambientais pode ser muito demorada. Em uma área muito edificada é preciso evitar interferência no entorno,
fundações diretas sem contenções e fundações indiretas escavadas são melhores pois não provocam vibrações. Vale
atentar também a disponibilidade de equipamentos, a fundação indireta utiliza equipamentos que podem demorar a fic
Fundações diretas:
1) Bloco:
Trabalha principalmente sobre compressão. Pode ser em
concreto ciclópico (contem comprometimento com
resistência estrutural mas não contem armadura) ou
pedras. Mais utilizado para fundação de muros (baldrame) Baldrame
2) Sapata:
Similar ao bloco, mas com uma área de distribuição na base
maior, transformando a carga aplicada do pilar em uma carga
distribuída no solo. Como resiste a uma compressão na base
e tração no topo, esta submetida a flexão, logo, precisa ser de
concreto armado. Pode ser corrida para ser utilizada em
muros ou vigas.
Baldrame
Baldrame
Baldrame
EquilíbrioEquilíbrio
* os elementos de fundações podem ser
conectados por "vigas baldrame" visando interligar
os elementos e aumentar a hiperestaticidade da
estrutura.
* existe também a "viga de equilíbrio" para
compensar as diferenças de equilíbrio em
fundações não centradas, são mais robustas
que as baldrame pois resistem a maiores
esforços.
3) Radier
Placa no solo com os pilares chegando como cargas
aplicadas e uma reação uniformemente distribuída para o
solo. Funciona sob flexão, logo, deve ser de concreto
armado.
Pode ser flexível ou rígido, o rígido recebe vigas
invertidas interligando os pilares e depois enchimento
para nivelar o piso, não é mais utilizado pois o Radier
flexível mais espesso atende a necessidade
20/03/13
Fundações indiretas
- Estacas:
A carga sai do pilar, é dividida no bloco de coroamento
e transmitida para as estacas. A estaca resiste junto
com o solo a essa carga. A resistência de atrito lateral é
chamada de Resistência de Fuste, já a resistência de
ponta é chamada de Resistência de Ponta. O bloco de
coroamento tem como função criar um efeito de grupo
nas estacas.
- Tubuloes:
Elemento cilíndrico com base alargada, similar a estaca
possui um bloco de transmissão de carga entre o pilar