A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Instalações prediais 28-05

Pré-visualização | Página 4 de 4

IT1.3A
- caso uma tubulacao menor venha depois de uma maior,
considerar uma maior, caso E-G e G-MI
E-G
G-MI
495
495
460
460
Gás de Nafta
Tubulação de cobre
Ramificação secundária
35mm
22
15
22
22
28
22
28
35
Ex. Coluna 01 Coluna 02
MI1 MI2
Iguais em 30
pavimentos
MC
FO
50
F6
260
1,0 4,3 1,5
B
5,0A1
200
1,5
C 1,8
2,0 G 2,0 1,2
E 6,0
1,5
FO
50
F6
260
A2
200
5,5
1,0 2,4 0,5
2,2
H30
H29
H28
H01
3,0
2,9 0,7
Gás de Nafta
Aço
Coluna 01 Coluna 02
L=0,7+2,9+2,2+2+1,8+5+4,3+1=20 L=0,7+2,9+2,2+2+1,2+5,5+2,4+1,5=19
Limite dos
trechos
Limite dos
trechos
Potências Potências
PC PA PC PA
Bitola Bitola
FG-B 260 260 1" A2-G 200 200 3/4"
FO-B 50 50 1/2" F6-D 260 260 1"
B-C 310 310 1"
A1-C 200 200 1"
C-G 510 465 1 1/4"
D-E 460 430 1 1/4"
FO-E 50 50 1/2"
510E-G 469 1 1/4"
G-H30 1020
- Quando na prumada, o trecho recebe influencia das duas
colunas. A tabela é a 1.4
- No trech de H30-H29 temos um trecho limítrofe, vale buscar
quantos pavimentos estão dentro desse limite. Para 2" temos os
limites 1417 a 2863, podemos descobrir qual o PC do PA
2863, pela tabela1.2 temos que PC=13000. Dividindo pela PC
de cada pavimento temos 13000/1020 = 12 pavimentos.
Como ja calculamos G-H30 e H30-H29, sobra, ainda 10
pavimentos, por isso o próximo trecho é G29-G19
810 1 1/4"
H30-H29 2080 1347 1 1/2"
H29-H19 122401020.12 2820 2"
H19-H0 306001220.30 4330 2 1/2"
H0-MC 30600 4330 2 1/2"