Simulado de Direito Penal IV
2 pág.

Simulado de Direito Penal IV


DisciplinaDireito Penal IV7.102 materiais45.912 seguidores
Pré-visualização1 página
Aluno(a): MARIA CAROLINI SA DOS SANTOS
	Matrícula: 
	Desempenho: 0,5 de 0,5
	Data: 
	
	 1a Questão (Ref.: 201401305039)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	(FCC - 2006 - BACEN - Procurador - Prova 2) A conduta do funcionário público que, em razão da função exercida, exige, para si, vantagem indevida, sem, contudo, chegar a recebê-la, caracteriza, em tese,
		
	 
	concussão consumada
	
	corrupção ativa consumada
	
	tentativa de concussão
	
	tentativa de corrupção passiva
	
	corrupção passiva consumada
		
	 R: LETRA A
	
	 2a Questão (Ref.: 201401865408)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Em relação aos crimes contra a administração pública, é correto afirmar que
		
	
	No peculato o sujeito ativo é o funcionário público, como também o particular que não se reveste dessa qualidade e que concorre para o crime, conhecendo ou não a condição do agente.
	
	Segundo a Jurisprudência dos Tribunais Superiores, Delegado que não atende requisição de Promotor de Justiça para instaurar Inquérito Policial comete crime de desobediência.
	
	Em relação ao crime de resistência, o Código Penal adotou a Teoria da obediência passiva ou absoluta.
	
	Considerando as aulas ministradas, bem como parte da doutrina, o funcionário público equiparado pode ser vítima dos crimes praticados por particular contra a administração pública.
	 
	É possível, segundo entendimento doutrinário predominante, a ocorrência do crime de corrupção ativa sem que exista simultaneamente o cometimento da corrupção passiva, pois as condutas são independentes.
		
	R: LETRA E
	
	 3a Questão (Ref.: 201401341648)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	O funcionário que deixa de responsabilizar subordinado que cometeu infração no exercício do cargo, comete crime de: (OAB/SP)
		
	
	prevaricação
	
	omissão funcional criminosa
	 
	condescendência criminosa
	
	advocacia administrativa
		
	 
R: LETRA C
	
	 4a Questão (Ref.: 201401305034)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	(CESPE - 2009 - DPE - PI - Defensor Público) O art. 748 do CPP assegura ao reabilitado o sigilo das condenações criminais anteriores na folha de antecedentes, salvo consulta restrita pelos agentes públicos. Desse modo, ao se aplicar por analogia esse artigo, devem ser mantidos, nos registros criminais sigilosos, com o devido cuidado de preservar a intimidade do cidadão, os dados relativos a inquéritos arquivados e processos em que haja sentença de absolvição transitada em julgado. Caso o agente público permita que essas informações circulem, ele deve responder pelo crime de
		
	
	prevaricação
	
	desobediência a decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito
	
	desobediência simples
	 
	violação de sigilo funcional, se o fato não constituir crime mais grave
	
	fraude processual
		
	R: LETRA D
	
	 5a Questão (Ref.: 201401865409)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Considerando os Crimes contra a Administração Pública, leia com atenção as proposições e marque a única alternativa correta
		
	
	Funcionário do Tribunal Regional Eleitoral que altera o sistema de contagem de votos beneficiando determinado candidato pratica peculato eletrônico disposto do CPB.
	 
	Segundo a jurisprudência é conduta atípica o uso momentâneo de coisa infungível, sem a intenção de incorporá-la ao patrimônio pessoal ou de terceiro, seguido da sua integral restituição a quem de direito. (Peculato de uso).
	
	Mesário Eleitoral e Estagiário não podem cometer crimes funcionais.
	
	O funcionário público condenado na esfera administrativa deverá ser obrigatoriamente absorvido na esfera criminal.
	
	Todo ato de improbidade administrativa é considerado crime funcional.
R: LETRA B