SELFCOACHING 5ª EDICAO   SUPREMACIA CONCURSOS
382 pág.

SELFCOACHING 5ª EDICAO SUPREMACIA CONCURSOS


DisciplinaConcursos125.639 materiais242.525 seguidores
Pré-visualização50 páginas
https://www.facebook.com/supremaciaconcursos 
 
 112 
Aprende-se com os resultados 
Depois de alguns dias usando a técnica, você conseguirá extrair algumas 
informações para melhorar seu desempenho. Com os resultados, você deve tentar: 
\uf0b7 Aprender quanto tempo leva para realizar cada tipo de tarefa; 
\uf0b7 Entender o que te distrai recorrentemente; 
\uf0b7 Descobrir quais são as principais interrupções. 
 
Segue abaixo algumas observações quanto ao método: 
\u2013 Quando o criador do método diz que é pra fazer \u201csem interrupções\u201d, é sem 
interrupções mesmo. Você só vai parar se for extremamente urgente. Se lembrar 
de algo que precisa fazer ou tiver uma ideia enquanto executa um \u201cpomodoro\u201d, 
anote em um papel como \u201catividades não planejadas\u201d e volte a trabalhar até 
terminar os 25 minutos. Se a interrupção for externa (sua mãe chamando, o chefe 
ligando) e não der para adiar, você deve cancelar o \u201cpomodoro\u201d e começar outro 
quando retomar. É um método bem rígido, justamente para evitar distrações e 
forçar a sua concentração. 
Mas existe exceção, imagine que você está num dia muito atribulado, e 
tentou fazer 15 pomodoros em um dia e foi interrompido em todos, sempre depois 
dos 20 minutos. Seu relatório de pomodoros vai dizer que você não trabalhou, 
porque não há nenhum pomodoro anotado, mas isso não é verdade. Como 
contornar este problema? 
Evite as interrupções internas, aquelas que partem de você, mas nem sempre 
impedimos que as interrupções externas aconteçam. Se o pomodoro estiver em 
menos de 15 minutos quando uma interrupção acontecer, respeite a regra: 
considere como um pomodoro perdido. Mas caso esteja em um dia atribulado 
(atípico) e o pomodoro dure mais de 15 minutos e você seja interrompido, marque 
apenas metade de um \u201cX\u201d \u2013 um traço, \u201c\\u201d. Quando este caso se repetir, complete 
algum dos \u201cX\u201d incompletos \u2013 com outro traço, \u201c/\u201d. Assim você não perde 
completamente a contagem de pomodoros. 
\u2013 O descanso de até 5 minutos pode ser pouco, se a atividade mental tiver 
sido muito exigente e cansativa, você pode descansar um pouco mais, se precisar. 
\u2013 Muitas vezes você já está animado com um trabalho, mas o tempo do 
cronômetro está acabando e você acaba fazendo a pausa. A parada pode fazer com 
que você demore mais pra \u201cpegar no tranco\u201d de novo e se concentrar outra vez. 
 
http://www.supremaciaconcursos.com.br/ 
contato@supremaciaconcursos.com.br 
https://www.facebook.com/supremaciaconcursos 
 
 113 
Essa é outra desvantagem\u2026 Que tal tentar encontrar o melhor tempo para 
você? Faça testes e adapte o tempo à atividade que estiver fazendo. 
\u2013 Para atividades que exijam um esforço criativo maior, como fazer uma 
redação, esse método pode não funcionar. A \u201cinspiração\u201d nem sempre aparece na 
hora que a gente quer, muito menos quando o tempo é limitado a 25 minutos. 
Estender esse prazo pode dar mais certo, o tempo ideal para se fazer redação ou 
questão discursiva para concursos ou vestibulares leva em média 1 hora para a 
produção do texto. 
A Técnica Pomodoro é bem interessante para evitar a procrastinação e é boa 
para quem precisa de uma ajudinha pra se concentrar. Só que fica a dica: se for 
preciso, encontre a melhor maneira de adaptar a técnica a sua necessidade, faça o 
que for preciso para alcançar seus objetivos. 
 (Revista Guia do Estudante. Disponível em: http://guiadoestudante.abril.com.br/blogs/dicas-
estudo/2015/02/23/veja-como-aumentar-a-sua-produtividade-nos-estudos-com-a-tecnica-pomodoro/. Acesso 
em: 06 ago. 2015.) 
 
4. TÉCNICAS: 
 
4.1 TÉCNICAS DE LEITURA: 
 
A leitura é uma habilidade importante para o desenvolvimento pessoal e 
profissional. Além de aumentar seu conhecimento, ler pode se tornar divertido. As 
habilidades de uma pessoa na leitura, como a compreensão e velocidade, são 
diretamente relacionadas aos seus hábitos de leitura. Alguém que costuma ler 
raramente não terá facilidade em leituras mais complexas e que exigem maior 
concentração. 
 PRATIQUE 
É obvio que para começar, você deve começar a ler. Não espere ficarem 
semanas sem praticar e depois ler um livro de 700 páginas em uma semana. Para ser 
um bom leitor, você deve transformar a leitura em um hábito contínuo e parte de 
sua rotina. Não espere que ter tempo para ler. Isso dificilmente acontecerá, já que 
quando temos tempo extra, aproveitamos para outras atividades. Priorize suas 
leituras e aproveite a hora de almoço ou o trânsito para adiantá-la. 
 
http://www.supremaciaconcursos.com.br/ 
contato@supremaciaconcursos.com.br 
https://www.facebook.com/supremaciaconcursos 
 
 114 
O ato de ler pode fornecer ao leitor o acesso às informações, à ampliação do 
vocabulário, o desenvolvimento da criticidade e o interesse na busca pelo 
conhecimento sobre assuntos variados, que induz o leitor a pensar criticamente sobre 
diversas questões. Assim a falta de leitura é a maior responsável pela falta de 
criatividade e pela falta de conteúdo tão necessária nas redações e provas discursivas 
presentes nos concursos. 
VELOCIDADE 
Dependendo da situação, a velocidade não importa. Quando se lê algo por 
passatempo, não existe a mesma necessidade de fixação que se dá num texto que 
irá lhe preparar para o concurso. Daí decorre que faremos diferentes tipos de leitura, 
conforme nossos interesses. É preciso saber ler de formas diferentes, ora 
aumentando a velocidade, ora diminuindo. 
Existe um consenso de que a velocidade de leitura é inversamente proporcional 
a fixação e captação de informações. 
Isto acontece, porque muitas pessoas confundem o termo ler rápido. 
LER RÁPIDO É DIFERENTE DA LEITURA APRESSADA 
 
O leitor rápido não pode ser confundido com o apressado, impaciente e 
superficial que engole textos a uma velocidade perigosa. 
O rápido avança depressa, mas é cuidadoso nos textos mais importantes. 
 
Ou seja, à primeira vista pode parecer que os textos lidos devagar deixam 
marcas mais profundas no leitor. 
Porém isso nem sempre acontece. 
As experiências mostram que a velocidade de leitura, desde que não 
excessiva, favorece o rendimento. 
Claro que o ritmo de leitura terá de se adaptar sempre à natureza dos textos 
(mais complexos ou mais acessíveis), à capacidade de assimilação do leitor e aos 
objetivos pretendidos. 
 
 
 
http://www.supremaciaconcursos.com.br/ 
contato@supremaciaconcursos.com.br 
https://www.facebook.com/supremaciaconcursos 
 
 115 
ESPÉCIES DE LEITURA 
As principais espécies de leitura são a informativa, a de lazer e a de estudo. O 
nível de atenção e as técnicas variam. Quanto maior a necessidade de fixação, maior 
o número de técnicas a serem utilizadas. 
LEITURA DINÂMICA 
É o sonho de todo concurseiro, principalmente se o aluno tiver a equivocada 
noção de que ler dinamicamente é ler rápido. 
É preciso ler com eficiência. 
Você não precisa se preocupar com seu ritmo pessoal, já que cada pessoa tem 
uma maneira particular de absorver as leituras. Apenas tome cuidado para não ler de 
forma muito lenta, dando chances para a desmotivação ou desperdício de 
tempo, ou ler de maneira apressada, fazendo com que o conteúdo fique confuso 
ou mal compreendido. 
Você deve encontrar a sua velocidade de equilíbrio. 
Em livros para concursos, prefira aqueles que se comunicam de forma 
mais direta. Há autores que gostam de rebuscar o texto: fica bonito, mas a leitura 
torna-se mais pesada. Comece por livros de vocabulário menos rebuscado e, depois 
de ter algum domínio, invada leituras mais densas. 
Distinguindo as características dos leitores lentos e dos leitores rápidos, 
poderemos concluir que os rápidos alcançam maior rendimento, com menos 
esforço. 
O leitor lento, por