Constituio Federal Comentada
574 pág.

Constituio Federal Comentada


DisciplinaDireito Constitucional I64.622 materiais1.493.949 seguidores
Pré-visualização50 páginas
de locomoção do paciente. Com base nesse entendimento, a Turma 
deferiu habeas corpus impetrado contra acórdão do STJ que denegara igual medida por entender que o paciente, ao aceitar 
proposta de sursis formulada pelo Ministério Público, renunciara ao interesse de agir, na aludida via mandamental, para 
requerer, por ausência de justa causa, o trancamento de ação penal contra ele instaurada pela suposta prática de crime 
file:///K|/STF%20-%20CF.htm (64 of 574)17/08/2005 13:02:40
STF - Constituição
ambiental (Lei 9.605/98, art. 40, §1º). HC deferido para, mantida a liminar, determinar que o STJ proceda ao exame da 
impetração como entender de direito." (HC 85.747, Rel. Min. Marco Aurélio, Informativo 393)
"(...) Recurso Especial para o Superior Tribunal de Justiça, que, todavia, na origem, foi considerado intempestivo. Daí a 
impetração de Habeas Corpus, perante o Superior Tribunal de Justiça, com o propósito de demonstrar a tempestividade do 
referido Recurso. Em princípio, se a tempestividade estiver demonstrada na impetração, então ficará caracterizado 
constrangimento ilegal, com a inadmissão do recurso especial. E a liberdade de locomoção do paciente estará em jogo, pois 
está condenado à reclusão e ainda quer recorrer à instância superior. A esta Corte, porém, não cabe, desde logo, considerar 
comprovada, ou não, a tempestividade do Recurso Especial. Cabe-lhe, isto sim, deferir, em parte, o presente Habeas 
Corpus, apenas para considerar cabível o Habeas Corpus impetrado perante o Superior Tribunal de Justiça e para que este o 
examine como de direito." (HC 79.356, Rel. Min. Sydney Sanches, DJ 25/08/00)
"É possível discutir a tempestividade de recurso mediante habeas corpus porque, de forma indireta, poderá ser 
atingida a liberdade de ir e vir do paciente." (HC 79.356, Rel. Min. Sydney Sanches, DJ 04/04/00)
 
"Habeas corpus: cabimento: direito probatório. Não cabe o habeas corpus para solver controvérsia de fato dependente da 
ponderação de provas desencontradas; cabe, entretanto, para aferir a idoneidade jurídica ou não das provas onde se fundou 
a decisão condenatória." (HC 85.457, Rel. Min. Sepúlveda Pertence, DJ 15/04/05) 
\u201cImpossibilidade do reexame, em habeas corpus, da existência, ou não, do dissídio de jurisprudência que determinou o 
conhecimento do recurso especial, por configurar hipótese de matéria de fato.\u201d (HC 79.513, Rel. Min. Ilmar Galvão, DJ 
26/09/03)
"A via jurisdicional do habeas corpus, necessariamente estreita em função de seu caráter sumaríssimo, não se revela hábil 
para a análise das excludentes anímicas, animus jocandi, animus defendendi, animus consulendi, animus corrigendi, animus 
narrandi, cuja efetiva ocorrência descaracterizaria a intenção de injuriar." (HC 68.242, Rel. Min. Celso de Mello, DJ 15/03/91)
 
\u201cA ação de habeas corpus pode ser ajuizada por qualquer pessoa, independente de sua qualificação profissional 
(CF, art. 5º, LXVIII e LXXIII c/c CPP, art. 654). Não é exigível linguagem técnico-jurídica. Entretanto, o habeas não 
pode servir de instrumento para ataques às instituições. Nem para assaques de ofensas a seus membros. O 
emprego de expressões de baixo calão, num linguajar chulo e deselegante, não pode ser tolerado.\u201d (HC 80.744, Rel. 
Min. Nelson Jobim, DJ 28/06/02)
\u201cA impetração deve ser redigida em linguagem adequada aos princípios de urbanidade e civismo. O Tribunal não 
tolera o emprego de expressões de baixo calão, de linguajar chulo e deselegante.\u201d (HC 80.674, Rel. Min. Nelson 
Jobim, DJ 17/08/01)
 
\u201cHabeas-corpus substitutivo de recurso ordinário. Procedência quanto às razões que apontam omissão, pelo STJ, do exame 
de todas as teses submetidas.\u201d (HC 80.921, Rel. Min. Maurício Corrêa, DJ 22/03/02)
\u201cCumpre ao órgão julgador emitir entendimento explícito sobre as causas de pedir versadas no habeas corpus, sob pena de 
vir a praticar, com a omissão, ato de constrangimento.\u201d (HC 78.796, Rel. Min. Marco Aurélio, DJ 10/09/99)
 
file:///K|/STF%20-%20CF.htm (65 of 574)17/08/2005 13:02:40
STF - Constituição
\u201cTratando-se de impetração em que não se alega constrangimento causado pelo Juízo da Execução, por descumprimento da 
Lei de Execuções Penais, mas a omissão do chefe do Poder Executivo, na prática de atos de natureza político-administrativa 
conducentes à normalização ou, pelo menos, à melhoria das condições do serviço judiciário - entre os quais a construção e 
ampliação de presídios, cujo princípio da separação dos poderes veda intervenção direta do Juiz - restringe-se a controvérsia 
ao âmbito administrativo, de responsabilidade do Governador do Estado, razão pela qual, nos termos do art. 105, I, c, da 
Constituição Federal, é o Superior Tribunal de Justiça competente para julgar o feito." (HC 80.503, voto do Min. Ilmar 
Galvão, DJ 02/03/01)
"Inquérito policial instaurado mediante requisição de autoridade judiciária: a esta atribui-se a coação e não à autoridade 
policial que preside o inquérito." (RHC 74.860, Rel. Min. Carlos Velloso, DJ 06/06/97)
 
\u201cO pressuposto do habeas corpus é o risco ou a atualidade de uma coação sobre liberdade ambulatória da pessoa, sobre 
sua liberdade física (artigo 5º LXVIII da CF). Não se conhece do pedido se não há sequer ameaça de ilegítimo cerceamento a 
tal liberdade." (HC 71.464, Rel. Min. Francisco Rezek, DJ 07/12/00)
 
\u201cTem razão o Ministério Público federal, enquanto sustenta que, nos Recursos Ordinários, os recorrentes devem declinar as 
razões pelas quais pleiteiam a reforma do acórdão denegatório de Habeas corpus, proferido na instância de origem. Aqui, 
porém, não se trata de Recurso Ordinário, mas, sim, de Habeas corpus impetrado diretamente perante esta Corte, ainda que 
em substituição àquele, o que sua jurisprudência admite. (...). Também tem razão o Ministério Público Federal, quando afirma 
que, contra o indeferimento liminar do Habeas corpus, pelo Ministro Relator, no Superior Tribunal de Justiça, caberia Agravo 
Regimental para a Turma respectiva, a fim de que esta admitisse, ou não, a impetração. Não o tendo interposto, porém, o 
impetrante, tornou-se preclusa tal decisão. E se esta causa constrangimento ilegal à liberdade de locomoção do paciente, o 
Habeas corpus, impetrado perante esta Corte, em princípio, deve ser considerado admissível.\u201d (HC 79.356, Rel. Min. Sydney 
Sanches, DJ 25/08/00)
\u201cTratando-se de habeas corpus substitutivo de recurso ordinário de habeas corpus, só é de ser ele conhecido quanto à 
questão tratada no writ julgado pelo STJ.\u201d (HC 77.807, Rel. Min. Moreira Alves, DJ 25/06/99)
 
"Não cabimento de habeas corpus em relação a punições disciplinares: C.F., art. 142, § 2º: a restrição limita-se ao exame do 
mérito do ato. Precedentes do STF." (RHC 78.951, Rel. Min. Carlos Velloso, DJ 28/05/99)
 
\u201cAinda que o acórdão recorrido não tenha apreciado expressamente a matéria objeto do habeas corpus, considera-se em 
tese coator o tribunal que julgou o recurso em sentido estrito do paciente contra decisão condenatória do tribunal do júri, já 
que, tratando-se de nulidade absoluta, poderia tê-la examinado de ofício.\u201d (HC 77.044, Rel. Min. Sepúlveda Pertence, 
26/05/98)
\u201cConhece-se, no entanto, independentemente de haver sido suscitada ou discutida anteriormente, de matéria relativa a vício 
de procedimento ocorrido no julgamento em que proferida a decisão atacada no habeas corpus.\u201d (HC 74.765, Rel. Min. 
Marco Aurélio, DJ 25/02/97)
 
\u201cNão cabe habeas corpus contra despacho do Relator, no STF, que nega seguimento a pedido de habeas corpus, 
notadamente, quando se cuida de inépcia da inicial.\u201d (HC 75.778-QO, Rel. Min. Néri da Silveira, DJ 10/10/97)
\u201cNão se conhece de habeas corpus impetrado contra ato de relator no STF, quando a este não houver sido dado 
conhecimento prévio do alegado constrangimento. Na espécie, o Ministro apontado como coator (relator de pedido de prisão 
preventiva para fins de extradição)