Contabilidade Geral   José Jayme Moraes Junior (2013)
749 pág.

Contabilidade Geral José Jayme Moraes Junior (2013)


DisciplinaConcursos125.913 materiais246.378 seguidores
Pré-visualização50 páginas
mercadorias. A duplicata garante ao vendedor o direito de receber do comprador o valor
das vendas de mercadorias efetuadas a prazo. Logo, temos:
Duplicatas Emitidas (pela empresa) \u2192 direito da empresa (crédito de funcionamento).
Duplicatas Recebidas (pela empresa) \u2192 obrigações da empresa (débito de
funcionamento).
Capítulo 3
Escrituração, Operações Financeiras e Operações
com Duplicatas
3.1. Escrituração Contábil
Técnica utilizada para registro dos fatos contábeis, realizada por meio de lançamento em
livros destinados ao registro das operações que afetam o patrimônio.
A escrituração será executada:
a) em idioma e moeda corrente nacionais;
b) em forma contábil;
c) em ordem cronológica de dia, mês e ano;
d) com ausência de espaços em branco, entrelinhas, borrões, rasuras, emendas ou
transportes para as margens;
e) com base em documentos de origem externa ou interna ou, na sua falta, em elementos
que comprovem ou evidenciem fatos e a prática de atos administrativos.
3.2. Conta
Nome ou título atribuído a atos e fatos contábeis de mesma natureza. A função das contas
é representar os itens patrimoniais (bens, direitos e obrigações) e o resultado (receita ou
despesa).
Exemplos:
Contas do Ativo:
\u2022 Caixa: conta que registra o dinheiro existente em tesouraria. Cheques recebidos e ainda
não depositados no banco compõem o saldo dessa conta. O saldo da conta \u201cCaixa\u201d
aumenta em virtude de valores recebidos e diminui devido a pagamentos efetuados em
dinheiro.
\u2022 Bancos Conta Movimento: registra o saldo em conta-corrente bancária da empresa. O
saldo dessa conta aumenta com os depósitos e diminui em virtude dos saques. É uma
conta que pode ser dividida em subcontas, de acordo com os bancos em que a empresa
mantém conta.
\u2022 Clientes ou Duplicatas a Receber: registra o saldo das vendas a prazo efetuadas pela
empresa.
\u2022 Aplicações Financeiras: registra o saldo das aplicações realizadas em instituições
financeiras.
\u2022 Mercadorias ou Estoque de Mercadorias: registra o saldo em bens móveis adquiridos pela
empresa para revenda.
\u2022 Adiantamento a Empregados: registra um crédito da empresa com os empregados em
virtude da antecipação de salários durante o mês.
\u2022 Veículos: registra os veículos que são utilizados nas atividades da empresa. Por exemplo:
veículos utilizados na entrega de mercadorias.
\u2022 Móveis e Utensílios: registra os móveis e utensílios em uso no escritório; tais como mesas,
cadeiras, máquinas de calcular, computadores etc.
\u2022 Máquinas e Equipamentos: registra as máquinas utilizadas na produção industrial.
Contas do Passivo Exigível:
\u2022 Fornecedores ou Duplicatas a Pagar: registra as obrigações provenientes das aquisições de
mercadorias a prazo.
\u2022 Empréstimos e Financiamentos Bancários: registra as dívidas com bancos provenientes de
empréstimos e financiamentos.
\u2022 Salários a Pagar: registra obrigações da empresa com empregados (salários vencidos e
ainda não pagos).
\u2022 Adiantamento de Clientes: registra os adiantamentos recebidos de clientes por conta de
mercadorias ou serviços, ainda não entregues ou prestados, respectivamente.
\u2022 Contas a Pagar: registra as dívidas da empresa com terceiros.
\u2022 Tributos a Pagar: registra os tributos a pagar em relação aos três entes federativos (União,
Estados e Municípios).
Contas do Patrimônio Líquido:
\u2022 Capital Social: registra os recursos fornecidos pelos sócios para a formação do patrimônio
da sociedade.
\u2022 Prejuízos Acumulados: conta que recebe os prejuízos apurados em cada exercício,
mediante o confronto das receitas com as despesas do período.
\u2022 Lucros Acumulados: conta que recebe os lucros apurados em cada exercício, mediante o
confronto das receitas com as despesas do período. Todo o valor recebido deve ser
distribuído para reservas de lucros e/ou aumento de capital e/ou dividendos, caso a
empresa seja uma sociedade por ações.
Contas de Receita: aumentam o patrimônio líquido.
\u2022 Receita de Vendas: registra as receitas provenientes da venda de mercadorias.
\u2022 Receita de Aluguéis: registra as receitas provenientes de aluguel de imóveis pertencentes à
empresa.
Contas de Despesa: diminuem o patrimônio líquido.
\u2022 Custo das Mercadorias Vendidas: registra os custos das mercadorias que foram vendidas
(baixa no estoque).
\u2022 Juros Passivos: registra os juros apropriados no período referente, por exemplo,
empréstimos bancários obtidos pela empresa.
3.3. Livros Comerciais (Empresariais)
São aqueles previstos na legislação comercial e podem ser classificados em:
I \u2013 Livros Obrigatórios: são aqueles exigidos por lei; por exemplo: livro Diário (exigido
pelo Código Civil);
II \u2013 Livros Facultativos: são aqueles que não são exigidos por lei, podendo, a critério da
empresa, ser adotados ou não; por exemplo: Livro Caixa;
III \u2013 Livros Comuns: são livros exigidos nas empresas em geral, independentemente do tipo
societário ou atividade;
IV \u2013 Livros Especiais: são exigidos apenas para determinados tipos de sociedade;
V \u2013 Livros Principais: registram todos os fatos contábeis; por exemplo: Livro Diário e Razão;
VI \u2013 Livros Auxiliares: são aqueles que controlam apenas determinados elementos
patrimoniais; por exemplo: Livro Caixa e Livro de Contas-Correntes;
VII \u2013 Livros Cronológicos: obedecem a uma rigorosa ordem de dia, mês e ano em sua
escrituração; por exemplo: Livro Diário;
VIII \u2013 Livros Sistemáticos: são aqueles cuja escrituração é feita por elementos patrimoniais;
por exemplo: Livro Razão.
3.3.1. Diário
\u2013 Obrigatório (exigido pelo Código Civil);
\u2013 principal (registra todos os fatos contábeis);
\u2013 comum (para todas as empresas);
\u2013 cronológico (fatos contábeis registrados em ordem cronológica).
Lei no 10.406/2002 \u2013 Novo Código Civil:
\u2013 o empresário e a sociedade empresária são obrigados a seguir um sistema de
contabilidade, mecanizado ou não, com base na escrituração uniforme de seus livros, em
correspondência com a documentação respectiva e levantar anualmente o balanço
patrimonial e o resultado econômico (art. 1.179 do Código Civil);
\u2013 além dos demais livros exigidos por lei, é indispensável o Diário, que pode ser substituído
por fichas, no caso de escrituração mecanizada ou eletrônica (art. 1.180 do Código Civil);
\u2013 a adoção de fichas não dispensa o uso de livro apropriado para o lançamento do balanço
patrimonial e o de resultado econômico (art. 1.180, parágrafo único, do Código Civil);
\u2013 a escrituração será feita em idioma e moeda corrente nacionais e em forma contábil, por
ordem cronológica de dia, mês e ano, sem intervalos em branco, nem entrelinhas,
borrões, rasuras, emendas ou transportes para as margens (art. 1.183 do Código Civil);
\u2013 é permitido o uso de código de números ou de abreviaturas, que constem de livro
próprio, regularmente autenticado (art. 1.183, parágrafo único, do Código Civil);
\u2013 legislação do Imposto de Renda: exige que o contribuinte sujeito ao lucro real faça a
escrituração do livro Diário;
\u2013 no diário serão lançadas, com individualização, clareza e caracterização do documento
respectivo, dia a dia, por escrita direta ou reprodução, todas as operações relativas ao
exercício da empresa (art. 1.184 do Código Civil);
\u2013 admite-se a escrituração resumida do Diário, com totais que não excedam o período de
trinta dias, relativamente a contas cujas operações sejam numerosas ou realizadas fora da
sede do estabelecimento, desde que utilizados livros auxiliares regularmente
autenticados, para registro individualizado, e conservados os documentos que permitam
a sua perfeita verificação (art. 1.184, § 1o, do Código Civil);
\u2013 serão lançados no Diário o balanço patrimonial e o de resultado econômico, devendo
ambos ser assinados por técnico em Ciências Contábeis legalmente habilitado e pelo
empresário ou sociedade empresária (art. 1.184, § 2o, do Código Civil);
\u2013 o empresário ou sociedade empresária que adotar o sistema de fichas de lançamentos