Contabilidade Geral   José Jayme Moraes Junior (2013)
749 pág.

Contabilidade Geral José Jayme Moraes Junior (2013)


DisciplinaConcursos125.853 materiais245.595 seguidores
Pré-visualização50 páginas
para refletir essa mudança.
Finalmente, para encerrar assunto depreciação e \u201cmisturá-lo\u201d com provisões, gostaria de
resolver mais três questões com vários conceitos importantes. Vejamos.
Já caiu em prova!
(AFRF-2003-Esaf) Em primeiro de novembro, a Nossa Firma adquiriu cinco conjuntos de mesas com quatro
cadeiras, para pagamento em 60 dias. O preço total foi R$ 10.000,00, sendo R$ 1.000,00 por mesa e R$ 250,00 por
cadeira. Segundo o costume usual os móveis brasileiros têm expectativa de vida útil de dez anos, mas o
proprietário falou e disse: \u201cvou cuidar para que a depreciação dos bens de uso seja feita em 12 anos\u201d. A
empresinha da questão usa como mobília dois dos conjuntos adquiridos e os outros três foram destinados à
revenda. No dia 31 de dezembro os bens foram inventariados com base em pesquisa válida que encontrou preço
líquido de mercado de R$ 900,00 para as mesas e de R$ 300,00 para as cadeiras. Com base nestes dados e
informações, adotando-se os critérios legais de avaliação de ativos, podemos dizer, com certeza, que no Balanço
Patrimonial os cinco conjuntos em epígrafe contribuirão com um custo de:
a) R$ 9.620,00;
b) R$ 9.800,00;
c) R$ 9.820,00;
d) R$ 10.020,00;
e) R$ 10.500,00.
Nossa Firma
01/novembro:
\u2013 Adquiriu 5 conjuntos de mesas com 4 cadeiras (pagamento em 60 dias);
\u2013 Preço total = R$ 10.000,00 (R$ 1.000,00 por mesa e R$ 250,00 por cadeira);
\u2013 Costume usual: Móveis brasileiros \u2013 vida útil = 10 anos;
\u2013 Proprietário falou e disse: \u201ca depreciação dos bens de uso será feita em 12 anos\u201d;
\u2013 Usa como mobília: dois dos conjuntos adquiridos;
\u2013 Outros três: destinados à revenda.
31/dezembro:
\u2013 Bens foram inventariados: preço de mercado de R$ 900,00 para as mesas e de R$ 300,00
para as cadeiras.
Balanço Patrimonial: os cinco conjuntos contribuirão com um custo = ?
I \u2013 Aquisição dos Conjuntos (01/nov): 2 conjuntos para uso e 3 conjuntos para revenda
(pagamento em 60 dias)
I.1 \u2013 O pagamento ocorrerá em 01/janeiro.
I.2 \u2013 Valor do Conjunto:
Valor do Conjunto = 1.000 (mesa) + 4 x 250 (cadeiras) = 2.000
I.3 \u2013 Lançamentos:
Diversos
a Duplicatas a Pagar (Passivo Circulante)
Mercadorias (Ativo Circulante) \u2013 3 conjuntos 6.000
Móveis e Utensílios (ANC-Imobilizado) \u2013 2 conjuntos 4.000 10.000
II \u2013 Determinação da Taxa de Depreciação:
II.1 \u2013 Costume usual: Vida Útil = 10 anos
Taxa de Depreciação = 1/Vida Útil = 1/10 = 0,1 = 10% ao ano
II.2 \u2013 Proprietário da Empresa: Vida Útil = 12 anos
Taxa de Depreciação = 1/Vida Útil = 1/12 ao ano (poderá ser utilizada esta taxa de
depreciação, pois, apesar de não ser o costume usual, os encargos de depreciação por ano
serão menores \u2013 custo menor gera um maior lucro ou um menor prejuízo).
III \u2013 Cálculo dos Encargos de Depreciação: só os 2 conjuntos de mesas e cadeiras
destinados ao uso sofrerão depreciação (os 3 conjuntos destinados à revenda não sofrem
depreciação).
Período: 01/nov a 31/dez = 2 meses = 2/12 meses = 1/6 ano
Base de Cálculo = Valor de Aquisição = 4.000
Encargos de Depreciação = Período x Taxa de Depreciação x Base de Cálculo Encargos
de Depreciação = 1/6 x 1/12 x 4.000 = 55,56
Lançamento:
Encargos de Depreciação (Despesa)
a Depreciação Acumulada (ANC-Imobilizado) 55,56
IV \u2013 Determinação das Provisões:
Em 31/dezembro:
Valor de Mercado das Mesas = 900
Valor de Mercado das Cadeiras = 300
Logo, deve ser realizada uma provisão para ajuste ao valor de mercado das mesas
colocadas para revenda, de acordo com o art. 183 da Lei no 6.404/1976. O valor das cadeiras
não sofrerá provisão, pois o valor de mercado é maior:
Prov. para Ajuste ao Valor de Mercado = 3 conjuntos x (1.000 \u2013 900) = 300
Lançamento:
Despesas com Provisão (Despesa)
a Provisão para Ajuste ao Valor de Mercado (Ativo Circulante) 300
V \u2013 Custo dos conjuntos no Balanço Patrimonial:
V.1 \u2013 Conjuntos destinados à revenda:
Valor Contábil = Valor de Aquisição \u2013 Provisão para Ajuste ao Valor de Mercado
 Valor Contábil = 6.000 \u2013 300 = 5.700
V.2 \u2013 Conjuntos destinados ao uso:
Valor Contábil = Valor de Aquisição \u2013 Depreciação Acumulada 
 Valor Contábil = 4.000 \u2013 55,56 = 3.944,44
Valor Contábil Total dos Conjuntos = 5.700 + 3.944,44 = 9.644,44
A questão foi anulada pela banca examinadora, pois não há resposta correta.
Já caiu em prova!
(Fiscal de Tributos\u2013SC\u20131998-Vunesp) A Cia. Atenciosa presta serviços, situa-se em um país onde não há qualquer
tipo de tributação e encerra seus exercícios sociais a cada 31 de dezembro. Em suas atividades, a Cia. Atenciosa se
vale de ajustões \u2013 um específico tipo de aparelho \u2013 e os registra na conta \u201cAjustões\u201d no Ativo Imobilizado (do Ativo
Permanente). Os ajustões são os únicos ativos da Cia. Atenciosa que sofrem depreciação sendo, para tal, utilizada
a taxa de 12,5% ao ano. A despesa com depreciação é mensalmente registrada, desde o mês em que ativados os
ajustões e até (inclusive) o mês em que baixados.
Sabe-se que é de R$ 117,00 o saldo da conta Despesa com Depreciação de Ajustões imediatamente antes dos
lançamentos de apuração do resultado do exercício social de 2004. Tal valor é o total das despesas com
depreciação incorridas em 2004 e decorrentes dos únicos ajustões que ela adquiriu até 31 de dezembro de 2004 e
dos quais ainda é proprietária em tal data.
Em 31 de dezembro de 2004, estes ajustões estão 9,375 % depreciados.
Em 01 de março de 2005, a Cia. Atenciosa comprou à vista três novos ajustões (mas iguais entre si). Além desta
compra, nenhuma outra ocorre durante 2005 e, tampouco, qualquer baixa acontece em 2005. Sabe-se que o saldo
de 30 de abril de 2005 da conta Depreciação Acumulada de Ajustões é de R$ 199,00.
Os três novos ajustões adquiridos pela Cia. Atenciosa em 01 de março de 2005 lhe custaram:
a) mais de R$ 81,00 e menos de R$ 261,00;
b) mais de R$ 261,00 e menos de R$ 561,00;
c) mais de R$ 561,00 e menos de R$ 961,00;
d) mais de R$ 961,00 e menos de R$ 1.221,00;
e) mais de R$ 1.221, 00 e menos R$ 1.441,00.
I \u2013 \u201cAjustões\u201d de 2004: Depreciação Anual = 12,5%
Despesas com Depreciação = R$ 117,00 (corresponde a 9,375% do custo dos Ajustões em
2004).
Nota: Repare que, como, em 2004, os \u201cAjustões\u201d foram 9,375% depreciados, significa
que eles foram adquiridos em 2004 e que este valor corresponde às \u201cDespesas com
Depreciação\u201d de 2004. Por quê?
Porque o valor da depreciação do período (9,375%) é menor do que o da depreciação
anual (12,5%), indicando que eles foram adquiridos no período e que esse valor
corresponde a despesa com depreciação do período.
Custo dos Ajustões (2004) = 117/9,375% = 1.248
II \u2013 \u201cAjustões\u201d de 2005:
Compras = 3 novos \u201cAjustões\u201d em 01/março/2005.
III \u2013 Cálculo da Depreciação até abril de 2005:
A \u2013 \u201cAjustões\u201d de 2004: de 01/janeiro a 30/abril de 2005 = 4 meses
Despesas com Depreciação A = Custo dos Ajustões (2004) x 12,5% x 4 meses/12 meses
Despesas com Depreciação A = 1.248 x 12,5% x 4/12 = 52
B \u2013 \u201cAjustões\u201d de 2005: de 01/março a 30/abril de 2005 = 2 meses
Despesas com Depreciação B = Custo dos Ajustões (2005) x 12,5% x 2 meses/12 meses
Despesas com Depreciação B = Custo dos Ajustões (2005) x 12,5% x 1/6
Total de Despesas com Depreciação até 30/abril/2005 = 52 + CA (2005) x 12,5% x 1/6
IV \u2013 Depreciação Acumulada até abril de 2005 = R$ 199,00
Depreciação Acumulada (31/12/2004) 117
(+) Total de Desp. com Dep. Até 30/04/2005 52 + CA (2005) x 12,5% x 1/6
Depreciação Acumulada até abril de 2005 199
117 + 52 + CA (2005) x 12,5% x 2/12 = 199 
 CA (2005) x 12,5% x 1/6 = 30 
CA (2005) = Custo de Aquisição dos Ajustões em 2005 
CA (2005) = (30 x 6)/12,5% = 1.440
A alternativa \u201ce\u201d é a correta.
Já caiu em prova!
(AFC-STN-2005-Esaf) Em 20 de outubro de 2004, a empresa Milícias S.A. mandou contabilizar a baixa por venda de
uma máquina de uso, auferindo um lucro da ordem de 20% sobre o preço obtido