DICIONÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL
133 pág.

DICIONÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL


DisciplinaServiço Social25.159 materiais96.212 seguidores
Pré-visualização19 páginas
Acesso em: 20 mai. 2005.
BRASIL. Lei 8.842 de 4 de janeiro 1994. Dispõe sobre a Política Nacional 
do Idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências. 
Diário Oficial da União. Brasília, 5 jan. 1994. Disponível em: < 
http://www6.senado.gov.br/sicon/ListaReferencias.action?codigoBase
=2&codigoDocumento=138955>. Acesso em: 20 mai. 2005.
BRASIL. Lei Complementar 101 de 4 de maio de 2000. Estabelece 
normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão 
fiscal e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 4 
mai. 2000. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/CCIVIL/Leis/
LCP/Lcp101.htm>. Acesso em: 20 mai. 2005.
BRASIL. Ministério da Previdência Social. Disponível em: < http://www.
mpas.gov.br/>. Acesso em: 25 mai. 2004.
BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 
Conselho Nacional de Assistência Social. Resolução 145, 15 out. 
2004. Estabelece a Política Nacional de Assistência Social \u2013 PNAS. 
Brasília: [MDS], 2004.
BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 
Conselho Nacional de Assistência Social. Entidades e organizações 
118
de assistência social: regulamentação do Artigo 3º da Lei Orgânica 
da Assistência Social \u2013 LOAS. Brasília: [MDS], 2005. Disponível em: < 
http://www.abong.org.br/novosite/download/Art.3_%20LOAS.doc>. 
Acesso em: 16 mai. 2006.
BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 
Disponível em: < http://www.mds.gov.br/> Acesso em: 25 mai. 2004.
BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 
Lei Orgânica da Assistência Social (1993). LOAS: Lei Orgânica da 
Assistência Social. Belo Horizonte: O Lutador, 2003. 68 p.
BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 
Secretaria Nacional de Assistência Social. BRASIL. Guia, 2005. Proteção 
Social Básica de Assistência Social. Brasília: MDS, 2005.
BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 
Secretaria Nacional de Assistência Social. Departamento de Benefícios 
Assistenciais. Síntese das proposições acerca do novo Decreto para o 
BPC em substituição ao Decreto 1.744/95. Brasília: [MDS], [2005.]
BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 
Secretaria Nacional de Assistência Social. Conselho Nacional de 
Assistência Social. Norma Operacional Básica NOB/SUAS: 
construindo as bases para implantação do Sistema Único de Assistência 
Social. Brasília: MDS, 2005. 95 p.
BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 
Secretaria Nacional de Assistência Social. Política Nacional de 
Assistência Social PNAS/2004. Brasília: MDS, 2004. 175 p.
119
BRASIL. Presidência da República. Lei 8.159 de 8 de janeiro de 
1991. Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados 
e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.
br/ccivil/leis/L8159.htm>. Acesso em: 25 mai. 2004.
BRASIL. República Federativa do Brasil. Disponível em: <http://www.
brasil.gov.br/transparencia/orcamento/orcamento/>. Acesso em: 20 
mai. 2005.
CARNEIRO, Antonio Soares et al. Eutanásia e distanásia: a 
problemática da bioética. Disponível em: < http://jus2.uol.com.br/
doutrina/texto.asp?id=1862>. Acesso em: 3 dez. 2005
CARNEIRO, Carla Brozo Ladeira; VEIGA, Laura da. O conceito de 
inclusão, dimensão e indicadores. Revista Pensar BH: política social. 
Belo Horizonte: [SMPS], n. 10, p. 10-17, jun. 2004. Edição Especial.
CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos. 2. ed., ed. Compacta. 
São Paulo: Atlas, 1992.
CHRISTIAN, L.; DIONNE, J. A construção do saber. Belo Horizonte: 
[UFMG], 1999.
COHEN, Ernesto; FRANCO, Rolando. Avaliação de projetos sociais. 
3. ed. Petrópolis: Vozes, 1999. 312 p. ISBN 8532610579
DIAGNÓSTICO SOCIAL. In: Kairós Desenvolvimento Social. Disponível 
em: < http://www.kairos.srv.br/site/atuacao.html > Acesso em: 3 
fev. 2006.
120
DIAS, C. Hipertexto: evolução histórica e efeitos sociais. Ciência da 
Informação Online, Brasília, v. 28, n. 3, 1999. Disponível em: <http://
www.ibict.br/cienciadainformacao/ >. Acesso em: 12 dez. 2005.
DIAS, Cláudia Augusto. Portal corporativo: conceitos e características. 
Ciência da Informação. Brasília, v. 30, n. 1, 2001. Disponível em: 
<http://www.ibict.br/cienciadainformacao/ >. Acesso em: 12 dez. 
2005.
DJI. Índice fundamental do Direito. Disponível em: < http://www.dji.
com.br/diversos/indexp_3-refer.htm> Acesso em: 13 dez. 2005.
FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário da língua 
portuguesa. 3. ed. Curitiba: Positivo, 2004.
FIDALGO, Fernando; MACHADO, Lucília (Ed.) Dicionário da 
educação profissional. Belo Horizonte: Núcleo de Estudos sobre 
Trabalho e Educação, 2000. 414 p.
FONSECA, Maria Thereza Nunes Martins. Famílias e políticas sociais: 
subsídios teóricos e metodológicos para a formulação e gestão das 
políticas com e para famílias. 2002. 156f. Dissertação (Mestrado em 
Administração Pública) \u2013 Escola de Governo. Fundação João Pinheiro, 
Belo Horizonte.
FRANCO, Afonso Arinos de Melo et al. Dicionário de ciências sociais. 
Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2. ed. 1987. 1421 p.
GLOSSÁRIO INTERNET. Disponível em: <http://www.netds.com.br/
portug/glossario.htm>. Acesso em: 18 nov. 2005.
121
GOMÁ, Ricard. Processos de exclusão e políticas de inclusão social: 
algumas reflexões conceituais. In: CARNEIRO, Carla B. L. e COSTA, 
Bruno L. D (Orgs.). Gestão Social: o que há de novo. Belo Horizonte, 
FJP, 2004. v. 1. p. 13-24
JHONSON, Allan G. Dicionário de sociologia. Rio de Janeiro: Zahar, 
1997.
LAVILLE, C.; DIONNE, J. A construção do saber: manual de 
metodologia de pesquisa em Ciências Humanas. Belo Horizonte: 
Editora UFMG, 1999.
LE COADIC, Yves-François. A ciência da informação. Brasília: Briquet 
de Lemos/Livros, 1996. 119 p. ISBN 8585637080
LIMA, Neuza. Do desenvolvimento comunitário à participação 
popular \u2013 a trajetória da participação nos centros de apoio 
comunitário de Belo Horizonte: uma experiência de desenvolvimento 
de capital social. 2002. 106f. Dissertação. (Mestrado em Administração 
Pública) \u2013 Escola de Governo. Fundação João Pinheiro, Belo Horizonte.
MACIEL, Fabrícia Cristina de Castro. Parcerias poder público e 
organizações não governamentais na implementação de políticas 
sociais: um olhar sobre a política de assistência social à população 
adulta de rua de Belo Horizonte. 2005. 165f. Dissertação. (Mestrado 
em Administração Pública) \u2013 Escola de Governo. Fundação João 
Pinheiro, Belo Horizonte.
MATUS, Carlos. Política, planejamento e governo. Brasília: 1993. 
2v. (Série IPEA,143)
122
MEDINA, Fernando. Consideraciones sobre el índice de Gini para 
medir la concentración del ingreso. [S. L.]: CEPAL, [2001?]. 44 p.
MEIRELES, Manuel; PAIXÃO, Marisa Regina. Teorias da administração: 
clássicas e modernas. São Paulo: Futura, 2003.
MOREIRA, Mário César Rocha. Novas metodologias para o 
Sistema Único de Assistência Social: gestão de parcerias, geração 
de conhecimento e capital social no projeto TudoHaver. 2005. 104f. 
Dissertação. (Mestrado em Administração Pública) \u2013 Escola de Governo. 
Fundação João Pinheiro, Belo Horizonte.
NOGUEIRA, Roberto Martinez. Los proyectos sociales: de la certeza 
omnipotente al comportamiento estratégico. In: SÉRIE POLÍTICAS 
SOCIALES n. 24. Santiago de Chile: Comisión Econômica para América 
Latina y El Caribe, 1998. 34 p. Disponível em: < http://www.cepal.org/
publicaciones/xml/2/4652/lcl1113e.pdf>. Acesso em: 01 dez. 2005.
RESPONSABILIDADESOCIAL.COM., [S. L.]: Ano: 3, n. 39.[s.d.]. ISSN: 
1677-4949. Disponível em: < http://www.responsabilidadesocial.com/
index.php>. Acesso em: 01 dez. 2005.
ROCHA, Célio A. Raydan. A formação de redes sociais na política 
de proteção à crianças e adolescentes com direitos violados. Belo 
Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2004.
SILVA, Helena et al. Inclusão digital