Fisiologia Gastrointestinal
17 pág.

Fisiologia Gastrointestinal


DisciplinaFisiologia I26.515 materiais222.255 seguidores
Pré-visualização4 páginas
O fígado localiza-se estrategicamente no sistema circulatório, recebendo sangue da veia porta 
que drena o estômago, o delgado, o cólon e o baço. Nesta posição, o fígado recebe os 
produtos absorvidos no intestino, transformando alguns, armazenando outros, e liberando-os 
para a circulação sistêmica. A bile é sintetizada continuamente nos hepatócitos, a partir do 
colesterol da dieta, e do conduzido pelos quilomícrons remanescentes que chegam ao fígado 
pela circulação, e é concentrada na vesícula biliar. Os sais biliares, os fosfolipídios, e o 
colesterol, componentes da bile, formam micelas que interagem com as gorduras em 
suspensão no fluido luminal do delgado, diminuindo a sua tensão superficial e rompendo-as 
em gotículas, processo esse denominado EMULSIFICAÇÃO. 
A bile desempenha duas importantes funções: 
\uf0b7 Papel importante para a digestão e absorção das gorduras, mas não devido à presença 
de qualquer enzima, mas sim a presença dos ácidos biliares que estão presentes na 
bile, exercendo duas importantes funções: 
-Ajudam a emulsificar grandes partículas de gordura provenientes da alimentação em 
numerosas partículas pequenas que podem agora ser hidrolisadas pela lípase pancreática. 
-Os sais biliares ajudam na absorção de ácidos graxos, monoglicerídeos, colesterol e outros 
lipídios mais. Exercem esta função ao formarem diminutos complexos com estes lipídios 
chamados Micelas que são solúveis ao quimo em virtude das cargas elétricas dos sais biliares, 
desta maneira os lipídios são transportados até a mucosa onde serão absorvidos. 
\uf0b7 A bile serve como um meio de excreção de produtos importantes de degradação no 
sangue, por exemplo: Bilirrubina (produto da destruição da hemoglobina e excesso de 
colesterol). 
Fisiologia da Secreção Gastrointestinal 
Resumo \u2013 Alberto Galdino LoL 
 
Durante o seu trajeto pelos ductos biliares a bile inicialmente recebe uma 2° secreção que 
consiste em solução aquosa de íons sódio e bicarbonato (H2O e NaHCO3), esta 2° secreção 
algumas vezes aumenta o volume da bile em 100%. A função desta 2° secreção é neutralizar o 
pH acido intestinal, sendo estimulada pela secretina. 
 
Armazenamento e concentração da bile na vesícula 
-A bile é continuamente secretada pelas células hepáticas, entretanto a maior parte é 
armazenada na vesícula biliar até que sua presença seja necessária no duodeno. 
-A vesícula biliar suporta armazenar até 12 horas de secreção biliar. 
-H2O, Na+, Cl- e maioria dos outros eletrólitos tem uma absorção continua pela mucosa da 
parede da vesícula interna, isso concentra a bile incluindo sais biliares, colesterol, lectina e a 
bilirrubina. 
-Normalmente a bile é concentrada por cerca de 5 vezes, mas pode chegar a um máximo de 20 
vezes. 
 
 
Esvaziamento da vesícula biliar 
-Quando o alimento começa a ser digerido na porção superior do trato gastrointestinal, ao 
mesmo tempo a vesícula biliar começa a se esvaziar principalmente quando alimentos 
gordurosos chegam ao duodeno aproximadamente 30 minutos após a refeição. 
-A vesícula esvazia, pois sua parede que é constituída de músculo liso apresentam contrações 
rítmicas, entretanto para o seu esvaziamento tem de ocorrer o relaxamento do esfíncter de 
Oddi. 
-O hormônio colecistocinina é o estimulo mais potente para o esvaziamento da vesícula. 
-SNE e vagal são estímulos mais fracos. 
-Hormônio secretina também aumenta a secreção da bile, mas geralmente algumas horas após 
a refeição. 
 
Fisiologia da Secreção Gastrointestinal 
Resumo \u2013 Alberto Galdino LoL 
Ácidos Biliares Primários 
Colesterol \u2192Cólico 
 \u2198Quinodesoxicólico 
 
Ácidos Biliares Secundários 
4-Cólico \u2192Desoxicólicos 
4-Quenodesoxicólico \u2192Litocólico 
-----perdendo -OH 
 
Ácidos Biliares Terciários 
2-Desoxicólico \u2192Taurina 
Litocólico \u2192Glicina 
-----se tornam sais de Na\u207a 
 
Componentes dos Ácidos Biliares 
Eletrólitos: sódio, potássio, magnésio, cálcio, cloreto e bicarbonato. 
Componentes orgânicos: sais biliares, bilirrubina, colesterol, fosfolipídeos (lecitina, o principal 
fosfolipídeo da bile, cefalina, esfingomielina, lisolecitina), baixa concentração de ácidos graxos, 
mucina, aminoácidos (tirosina), proteínas, além de substâncias exógenas. 
 
Controle da Secreção Biliar 
CCK estimula a contração da vesícula biliar e inibe(?)a contração do esfíncter de Oddi. 
CCK\u2192 (+)Vesicula Biliar --contrai 
 \u2198 (-) Esfincter de Oddi \u2013se abre 
 
 \u2197Vesícula Biliar ------------------ \u2190 
\u2191-------Secretina (Glerítica) \u2196----------------\u2190 
 Sais Biliares absorvidos no íleo (Colerítica)----\u2196