Reprodução Feminina

Reprodução Feminina


DisciplinaFisiologia I26.536 materiais222.601 seguidores
Pré-visualização2 páginas
elevam a concentração de cálcio na musculatura lisa uterina aumentando mais ainda sua contratilidade. 
A ocitocina é um estimulante a contração uterina e sabe-se que a dilatação cervical estimula a sua secreção, formando um exemplo de feedback positivo.
Parto
*
Primeiro estágio: inicia-se com contrações regulares e termina com a dilatação completa do colo uterino. 
Segundo estágio: começa quando o colo uterino atinge sua dilatação máxima e termina com a saída completa do bebê. 
Terceiro estágio: começa imediatamente após o nascimento da criança e termina com o desprendimento da placenta da parte uterina, que é expelida pela vagina.
Estágios de Parto Normal
*
	A prolactina aumenta homogeneamente durante a gravidez, e é aumentado após o parto e durante a lactação. A prolactina é inibida pela presença do estrogênio e da progesterona, ao final do trabalho de parto há queda no nível desses hormônios possibilitando o aumento da prolactina e, assim, o início da produção do leite.	
Lactação
*
Menopausa
*
A menopausa é o término dos ciclos menstruais e ocorre geralmente aos 50 anos de idade. 
Há um decréscimo da secreção de estrogênio até parar de ser produzido. Com isso, ocorre a redução do feedback negativo da adeno-hipófise e há um aumento da secreção de FSH e LH. 
*
Sintomas: desgaste do epitélio vaginal, diminuição da secreção vaginal, diminuição da massa das mamas, aceleração da perda óssea, instabilidade vascular (que geram as ondas de calor) e labilidade emocional. 
Estes sintomas são causados pela perda da produção de estrogênio. Porém, eles podem ser atenuados através da reposição estrogênica.
*
Bibliografia
*
 Fisiologia Básica \u2013 Linda S. Constanzo, 
3ª Edição - 2007