Aviso de Incendio Michel Lowy
83 pág.

Aviso de Incendio Michel Lowy


DisciplinaCiência Política I31.265 materiais586.705 seguidores
Pré-visualização41 páginas
As teses "Sobre 0 conceito de historia", de 1940, sao 
os ultimos escritos de Walter Benjamin, redigidos urn 
pouco antes de seu suicidio -logo apos 0 fracas so de 
sua tentativa de escapar da Gestapo na Franca vichysta. 
Algumas paginas que constituem urn dos textos mais 
importantes do seculo XXe, talvez, 0 documento 
mais significativo do pensamento critico do filosofo. 
Texto repleto de alusoes, onde 0 hermetismo, no 
entanto, econstelado de imagens e de alegorias, 
semeado de paradoxos, atravessado por intuicoes que 
desconcertaram os maiores leitores. 
Em carta para Adorno. Benjamin dizia que as teses - que 
foram escritas sob 0 impacto da ocupacao da Europa 
pelos nazistas e tiveram uma intrincada historia entre 0 
seu "salvamento" (uma c6pia dada para Hannah Arendt) , 
a primeira puhlicacao e 0 reconhecimento - nao seriam 
destinadas a puhlicacao, pois temia que isso "ahriria as 
portas para a incornpreensao entusiasta". 
o objetivo deste livro de Michael Lowy- urn dos mais 
importantes te6ricos marxistas da atualidade - emais 
tentar compreender as teses de Benjamin do que 
julga-Ias. A proposta efazer, nas palavras do autor, 
"uma analise 'talrnudica' - palavra por palavra, frase por 
frase - do texto". Nao necessariamente a mais correta, 
a mais verdadeira ou a mais cientifica, mas, onde tantos 
outros veern apenas contradicao ou arnhiguidade, 
encontra -se uma coerencia fundamental, cuja chave 
econstituida pela afmidade eletiva (no sentido de 
Goethe), construida por Benjamin, entre tres discursos 
heterogeneos. 0 romantismo alernao, 0 messianismo 
judaico e 0 marxismo revolucionario, cuja escrita 
produz, em suma, uma especie de fusao alquimica. 
WALTER BENJAMIN:
 
AViSO DE lNCENDIO
 
::
,.-. &quot;< ....\u2022::-' 
, l'If
'!~:i 
/' 
WALTER BENJAMIN: 
AVISO DE INCENDIO 
U rna lei tura das teses
 
&quot;Sobre 0 conceito de h is ro r ia&quot;
 
MICHAEL l.o wv 
Traduciio 
Wanda Nogueira Caldeira Brant 
TradufaO das teses 
Jeanne Marie Gagnebin
 
Marcos Lutz Muller
 
lIF
 
Copyrighr © Presses Universiraires de France, 2001
 
Copyrighr desra edicao © Boirempo Edirorial, 2005
 
Tirulo original: Walter Benjamin: avertissement d'incendie:
 
une lecture des theses &quot;Sur le concept d'histoire&quot; /
 
Traducda: ,Wanda Nogueira Caldeira Branr
 
Tradufdo das teses: Jeanne Marie Gagnebin
 
Marcos Lutz Muller
 
Coordenacdo editorial.' Ivana Jinkings
 
Aluizio Leire
 
Assisten te: Ana Paula Casrellani
 
Revisdo:	 Ricardo Lisias
 
Renara Dias Mundr
 
Editoracdo eletronica 
e tratamento de imagens: Raquel Sallaberry Briao A memoria de meu irrndo, Peter Lowy 
Capa: David Amiel 
(sabre quadro de M. K. Ciurlionis) 
Produoio grdfica: Marcel1ha
 
Fotolitos: OESP
 
Todos os direiros reservados. Nenhuma pane desre livro pode ser urilizada
 
ou reproduzida sem a expressa aurorizacao da edirora.
 
CIP-BRAS1L. CATALOGA<;:AO-NA-FONTE
 
SlNDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ.
 
L956W
 
Liiwy, Michael, 1938­
Walrer Benjamin: aviso de incendio : uma leirura das reses &quot;Sobre 0 conceiro de
 
historia&quot; / Michael Liiwy; rraducao de Wanda Nogueira Caldeira Branr, [traducao das 
reses] Jeanne Marie Gagnebin, Marcos Lurz Muller. - Sao Paulo: Boirempo, 2005 
160p. : il. 
Traducao de: Walrer Benjamin: averrissemenr d'incendie : une lecrure des theses 
&quot;Sur Ie concepr d'histoire&quot; 
ISBN 85-7559-059-6 
1. Benjamin, Walrer, 1892-1940. Sobre 0 conceiro de hisroria, 2. Benjamin, Walrer, 
1892-1940 - Cririca e incerpretacao. 3. Historia - Filosofla. 4. Filosofla alerna. 1.Tirulo. 
05-0096. CDD 193
 
COU 1(43)
 
l- edicao: fevereiro de 2005 
BOITEMPO EDITORIAL
 
Jinkings Edirores Associados Lrda.
 
Rua Euclides de Andrade, 27 Perdizes
 
05030-030 Sao Paulo SP
 
Tel/Fax: (11) 3875-7250 / 3872-6869
 
e-mail: edirora@boirempo.com
 
sire: www.boirempo.com
 
..&quot; ···:;~t .
&quot; 
Su m a r io 
AGRADECIMENTOS Apresen t ac a o a ed i cao brasileira 9 
Eu me beneflciei muito das criticas, sugest6es e propostas de meus amigos(as) 
Etienne Balibar, Guy Petitdemange, Enzo Traverso e Eleni Varikas. In rro du ca o 
ROMANTISMO. MESSIANISMO E MARXISMO NA FILOSOFIA Agradeco-Ihes calorosamente. 
DA HISTORIA DE WALTER BENJAMIN 13De acordo com a formula consagrada, sou 0 unico responsive! pe!as im­
perfeicoes, erros e vulnerabilidades deste livro. 
1 
MichaelLow) 
UMA LEITURA DAS TESES &quot;SOBRE 0 CONCEITO DE HISTORIA&quot;
 
DE WALTER BENJAMIN 33
 
2 
ABERTU RA DA H ISTORIA 147 
Ap rese n racao a ed i cao brasileira 
Walter Benjamin, professor de literatura alerna na Universidade de Sao 
Paulo? Quase! Numa carta a Benjamin, darada de 23 de setembro de 1935, 0 
eminente historiador da cultura, Erich Auerbach, referia-se apossibilidade de 
urn contrato com a USP. Este documento foi descoberto alguns an os arras pelo 
pesquisador Karlheinz Barck, nos arquivos de Benjamin conservados na Aca­
demia de Artes da Republica Dernocratica Alerna. Escreve Auerbach: &quot;Ha pelo 
menos urn ano, soube que estavam procurando urn professor para ensinar 
literatura alerna em Sao Paulo; logo pensei no senhor e, na epoca [...J, mandei 
seu endereco (dinarnarques) para as instancias competentes - mas a coisa nao 
deu em nada...&quot;. Que penal Por culpa de alguma insrancia incompetente, a 
USP perdeu a oportunidade de incluir Benjamin no seu corpo docente... 
Algum escritor brasileiro deveria inventar urn conto com a hist6ria imagi­
naria da estadia do ilustre exilado antifascista no Brasil dos anos 1930: sua 
chegada a Santos em 1934, onde teria sido recebido por alguns colegas da USP 
de sensibilidade progressista; suas primeiras impress6es sobre 0 pals e sobre 
Sao Paulo, a Universidade, os estudantes; seu diffcil aprendizado da lingua 
portuguesa; sua rentativa de ler Machado de Assis na lingua original, com 0 
intuito de uma interpretacao materialista; sua prisao pelo Oops em 1935, 
denunciado como agente do comunismo internacional; seu interrogat6rio 
policial, na presen<;:a de urn representante da Embaixada Alerna: seu encar­
ceramento em urn navio-prisao, onde encontra e se torna amigo de Graciliano 
Ramos; as notas que torna num caderno, tendo em vista urn ensaio comparan­
do Graciliano com Brecht; e sua angustia, enquanto espera que 0 libertem ou 
que 0 deporrern para a Alemanha... 
Neste Iivro, nao so usamos com frequencia exemplos latino-americanos ­
alguns brasileiros - para ilustrar os argumentos de Walter Benjamin, como 
toda a leitura das teses &quot;Sobre 0 conceito de historia&quot; que propomos e inspi­
rada, ate certo ponto, em uma perspectiva &quot;latino-arnericana&quot; ou &quot;indigena&quot;. 
Benjamin conhecia pouco 0 Brasil ou a America Latina em geral. Mas, 
entre seus escritos, encontra-se urn pequeno ensaio, a resenha de uma biografia 
francesa de Bartolome de Las Casas, urn documento de grande interesse que 
parece ter escapado a atencao dos criticos e especialistas de sua obra. Trata-se 
de uma critica, publicada em 1929, ao livro de Marcel Brion, Bartholome de 
Las Casas, &quot;Pere des Indiens&quot; (Paris, PIon, 1927). 
A conquista iberica, esse primeiro capitulo da historia colonial europeia, 
&quot;rransforrnou 0 mundo recem-conquisrado em uma camara de torturas&quot;, es­
creve Benjamin. As acoes da &quot;soldadesca hispanica&quot; criaram uma nova confi­
guracao espiritual (Geistesverfassung) que &quot;nao podemos representar sem 
horror (Grauen)&quot;. Como toda colonizacao, a do novo continente tinha 
suas raz6es econornicas - os imensos tesouros de prata e ouro das Americas ­
mas '9S teologos oficiais trataram de jusrifica-Ia com argumentos juridico-reli­
giosos: ''A America e urn bern sem proprietarios; a submissao e uma condicao 
da missao; intervir contra os sacrificios humanos dos mexicanos e urn dever 
cristae&quot;. Bartolome de Las Casas, &quot;urn combatente heroico na mais exposta 
das posicoes&quot;,