Curso Básico de Astrologia vol. II   Marion D. March & Joan McEvers
275 pág.

Curso Básico de Astrologia vol. II Marion D. March & Joan McEvers


DisciplinaAstrologia646 materiais2.212 seguidores
Pré-visualização50 páginas
nota-se em parte a.marca do fogo, mas não de forma muito evidente. Pense em 
Jack Benny, um pioneiro no tipo de comédia que fez; lembre-se de sua 
maravilhosa cara sem expressão. A atriz Merle Oberon, com um rosto 
maravilhoso porém quase inexpressivo, cai na mesma categoria. Outros exemplos 
são o ator Vincent Price, o presidente Franklin Delano 
 
Roosevelt e o astro do baseball Babe Ruth. O mapa de Jack Benny está na 
página 67. 
Ausência de ar. Quando não existe ar e as Casas de relacionamento estão 
vazias, as faculdades sensoriais e mentais ou estão ausentes ou estão 
prejudicadas, e a ênfase é dirigida em outro sentido. Como o ar é considerado o 
elemento da comunicação (Gêmeos/Mercúrio), essas pessoas precisam 
encontrar uma forma totalmente diferente de se comunicar, usando o talento e o 
potencial de que dispõem para se expressar. O ar está associado à capacidade 
de intelectualizar, de entender os conceitos abstratos, de deixar as emoções de 
lado e encarar os assuntos de forma objetiva e factual (Aquário/Urano). O ar 
também mostra como nos relacionamos socialmente (Libra). Quando essas 
capacidades estão ausentes, pode ser que as emoções tomem conta, ou pode ser 
preciso encontrar alguma outra solução. Helen Keller é um exemplo mais ou 
menos drástico. Não tinha ar no mapa, e apenas um planeta (Plutão na sétima) 
numa Casa de relacionamentos. Apesar de sua incapacidade de ver e ouvir 
(percepção sensorial), ela conseguiu tornar-se um exemplo para os deficientes 
do mundo todo. O artista Vincent Van Gogh é outro exemplo de alguém sem ar 
e sem planetas em Casas de relacionamentos. O mapa de Helen Keller está na 
página 69. 
Edgar Cayce ilustra bem o caso de ausência de ar com Casas de 
relacionamentos ocupadas. Esse vidente (sensorial) aprendeu a se relacionar 
vendo as pessoas não como são, mas como "eram". Outro bom exemplo seria o 
ator Marlon Brando, que, com seus resmungos, criou um novo estilo de 
comunicação, tomando chique a sua dicção mais ou menos ininteligível. Outros 
exemplos são o ator Dustin Hoffman, o pregador Jim Jones e o escritor Clifford 
Irving. 
 
Ausência de água. E nenhum planeta nas Casas de conclusões indica a 
pessoa que carece de sensibilidade ou de capacidade de sentir profunda e 
intuitivamente. Em geral, caracteriza as pessoas cujas emoções são bem 
controladas, que não se deixam influenciar pelo ambiente e que geralmente não 
demonstram seu estado de espírito. Todo ser humano tem sentimentos, 
inclusive as pessoas que não têm planetas em água, mas estas expressam os 
sentimentos num nível diferente. Sua motivação não é nutrir (Câncer) ou sentir 
profundamente (Escorpião) nem conhecer intuitivamente (Peixes); algum dos 
outros elementos assume o comando. O compositor Ludwig van Beethoven era 
uma dessas pessoas. Qualquer um que conheça sua vida nota que ele era um 
homem muito detestado. Em quase todas as suas biografias, um dos adjetivos 
empregados para descrevê-lo é "insensível" (falta de sentimentos \u2014 ausência 
de água). Era considerado grosseiro, explosivo, desconfiado e sem tato. Tinha 
poucos amigos e insistia em ficar sozinho. Porém, sua falta de sensibilidade em 
relação aos outros era mais que seguramente compensada por sua criatividade e 
sua capacidade de sentir através da música. A criatividade de fogo 
 
(tinha um stellium em Sagitário) predominou; ele entrou na história como um 
dos grandes gênios da música. A ausência de água mas com a ocupação das 
Casas de conclusões é exemplificado pela atriz Marlene Dietrich e pelo 
pugilista Muhammad Ali. Os dois parecem frios, reservados e não-emocionais. 
Entretanto, todos os que conhecem o amor de Marlene pela filha e seu lado de 
dona-de-casa percebem o funcionamento de uma forte quarta Casa. Observando 
Muhammad Ali, podemos sentir que por trás da fachada "eu sou o maior" existe 
um ser humano ansioso e mesmo emotivo. Outros exemplos são o editor 
Bennett Cerf, o chansonier Maurice Chevalier, a senadora Margaret Chase 
Smith, o gerente de ópera Rudolf Bing e o ditador Adolf Hitler, cujo mapa está 
na página 69. 
Um dos fenômenos mais interessantes acerca da ausência de elementos se 
observa quando o elemento ausente ocupa o Ascendente. Parece que a 
supercompensação é total, e toda a personalidade exterior (Ascendente), a 
forma como os outros o vêem, é representada pelo elemento ausente. Um 
exemplo apropriado seria o do multimilionário J. Paul Getty, sem planetas em 
terra mas com o Ascendente em Capricórnio. Não há a menor dúvida de que ele 
tinha os pés no chão, sabia com toda certeza o que tinha importância em termos 
financeiros e como transformar o pouco em muito. Napoleão Bonaparte, sem 
planetas em ar mas com o Ascendente em Libra, exemplifica o estrategista de 
Libra, o homem que precisava fazer a guerra para equilibrar os pratos da 
balança, que precisava desesperadamente comunicar suas idéias e crenças na 
forma do Código Napoleônico, e que precisava se relacionar com uma, duas, 
três ou quatro parceiras. Outros bons exemplos seriam a comediante Fanny 
Brice, sem fogo no mapa e com o Ascendente em Leão. A nutricionista Adelle 
Davis não tinha terra, mas tinha o Ascendente em Capricórnio; os artistas 
Toulouse-Lautrec e Georges Braque não tinham água, mas tinham Escorpião e 
Peixes, respectivamente, no Ascendente. 
 
A Ausência de uma Qualidade no Horóscopo 
Assim como procuramos fatores compensatórios nas Casas de vida, substância, 
relacionamentos e conclusões quando ocorre a ausência de algum elemento, 
examinamos as Casas angulares, sucedentes ou cadentes quando descobrimos a 
ausência de uma qualidade. Existem quatro elementos, mas apenas três 
qualidades; assim, é menos provável encontrar pessoas sem uma qualidade e 
sem a compensação de uma correspondente ativação por Casa, mas existem 
alguns casos. 
Se relembrarmos as palavras-chave básicas para as qualidades, poderemos 
imaginar o que pode acontecer quando uru horóscopo carece total-mente de 
alguma qualidade. Quando a qualidade cardeal está ausente, a iniciativa, a 
ação, a rapidez, o espírito de pioneirismo, a ambição e o ardor cardeais dão 
lugar a "vamos deixar isso para o Zé fazer". Tudo que é empreendido é 
facilmente motivado pela autopiedade \u2014 "nada nunca dá certo para mim", em 
vez de derivar de um autêntico senso de 
 
direção ou de prioridade. Por outro lado, se esse indivíduo tiver potencial para 
atividades criativas ou envolvimento espiritual, poderá ir mais longe que muitos 
outros que se mantém tão ocupados que não lhes sobra tempo para simplesmente 
viver. O seqüestrador Bruno Hauptmann, cujo mapa está na página 71, é um bom 
exemplo do "nada nunca dá certo para mim". O filósofo Manly Palmer Hall 
representa o segundo tipo. 
Quando uma qualidade está ausente por posicionamento planetário mas ocupa 
o Ascendente, como vimos no caso de falta de elementos, mais urna vez parece 
que o indivíduo supercompensa essa ausência. A atriz Barbra Streisand não tem 
planetas cardeais, mas tem um Ascendente cardeal (Áries); seria difícil encontrar 
uma pessoa mais ativa, enérgica, ambiciosa e empreendedora. 
0 indivíduo fixo é estável, resoluto, obstinado, talvez um pouco teimoso, mas 
leal e confiável. Consegue as coisas devagar, porém com segurança. Quando a 
qualidade fixa está ausente, o indivíduo não tem a capacidade de levar as coisas 
até o fim. Pode ter coragem, ousadia e grandes idéias, mas em geral alguém tem 
de terminar o que ele começa. Entretanto, mesmo com a ausência da estabilidade, 
quando utilizada positivamente, pode tomar o indivíduo mais livre que os outros, 
menos sobrecarregado pelo seu senso de defesa, capaz de mudar e crescer sem o 
sofrimento que tantas vezes acompanha a mudança. O ator Errol Flynn (veja seu 
mapa na página 71), o cantor Nelson Eddy e a poetiza Elizabeth Barrett Browning 
são alguns exemplos. 
Quando a qualidade mutável