Curso Básico de Astrologia vol. II   Marion D. March & Joan McEvers
275 pág.

Curso Básico de Astrologia vol. II Marion D. March & Joan McEvers


DisciplinaAstrologia646 materiais2.211 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Mickey 81 
Ronstadt, Linda 111 
Schweitzer, Albert 96 
Sinatra, Frank 86 
Smith, Robyn 79 
Stálin, Josef 105 
Streisand, Barbra 89 
Sutherland, Joan 46 
Toscanini, Arturo 74 
Van Gogh, Vincent 77 
Welles, Orson 91 
Queremos consignar a inestimável ajuda de LOIS RODDEN, cuja dili-
gente pesquisa de dados natais permitiu que todos nós trabalhemos com 
horóscopos mais corretos. 
 
De acordo com o seu sistema, classificamos todos os horóscopos dessa 
forma: 
 
A \u2014 dados precisos 
B \u2014 biografias ou autobiografias 
C \u2014 cautela; fonte não especificada 
DD \u2014 dados duvidosos; mais de uma hora/data/local 
Introdução 
A astrologia, como qualquer outro conjunto sistemático de conhecimento, 
deveria ser ensinada pelo professor e aprendida pelo aluno de uma forma 
lógica e sistemática. Apesar de o mercado atual oferecer muitos livros sobre 
astrologia, bem poucos poderiam ser denominados livros de texto, no sentido 
em que são usados pelos colégios e universidades como base de um 
curriculum sistemático. Um número ainda menor apresenta lições de casa e 
testes. Esta série de livros atende muitíssimo bem a essa necessidade. 
Através dos anos, tenho tido a oportunidade de observar em ação as 
autoras deste livro, observar suas classes e ver por mim mesmo a rapidez 
com que seus alunos dominam o material astrológico apresentado nesta série 
de livros. Sei que o seu método de apresentação desse material funciona 
porque eu mesmo já dei aulas aos alunos delas. Nos meus próprios cursos, os 
alunos de March-McEvers se destacavam e eram superiores. É mais fácil 
ensinar a eles, que já têm uma base sólida e dominam os fundamentos. O 
material apresentado nesta série de volumes é seu segredo do ensino bem-
sucedido \u2014 não necessariamente o material básico, que pode ser encontrado 
em muitos outros livros, mas o método, a forma e a seqüência em que é 
ensinado. O seu verdadeiro segredo é a maneira de envolver o aluno no 
processo de aprendizagem. Não basta que o aluno preste atenção e tome 
notas. Precisa haver um envolvimento pessoal, através de lições de casa e 
testes bem-elaborados, para que o conhecimento apresentado seja realmente 
aprendido e compreendido. 
Neste volume, destacam-se principalmente as lições sobre "Aspectos ao 
Ascendente e ao Meio-do-Céu" e "Delineamento das Cúspides das Casas". 
São exposições peculiares, no sentido de que o material apresentado é novo 
e original, baseado na observação pessoal, feito pelas autoras, de pessoas 
reais no processo de vivenciar os seus horóscopos. Embora praticamente 
todo professor de astrologia básica tenha seu próprio sistema de ensinar os 
cálculos para a montagem do mapa, o método aqui apresentado pode ser 
facilmente adaptado a qualquer sistema de ensino dessa parte fundamental 
da astrologia básica. Também me impressionou particularmente a forma como 
as autoras colocaram os vários componentes do delineamento do mapa em 
perspectiva adequada \u2014 sua maneira de colocar as coisas mais importantes em 
primeiro lugar. 
Sir Isaac Newton disse: "Ser capaz de dizer que ele (ou ela) foi meu aluno, ser 
capaz de sustentar nos ombros o peso de um aluno que seja, e que talvez 
enxergue um pouco mais longe do que você, deveria ser a meta de todos os 
professores." Marion March e Joan McEvers aceitaram de bom grado essa carga 
e, ao fazê-lo, deram-nos uma série de livros de texto sobre astrologia de 
qualidade superior, com a qual todos só têm a aprender e lucrar. 
Robert Carl Jansky 
Van Nuys, Califórnia 
Prefácio 
No Volume I de Curso Básico de Astrologia, incluímos o básico da 
astrologia \u2014 os signos do zodíaco, os planetas, as Casas, os aspectos e o inter-
relacionamento dos princípios envolvidos. Ensinamos a interpretar um 
horóscopo natal usando palavras e frases-chave apenas na medida em que se 
aplicam ao horóscopo em questão, usando bom senso e discriminação em sua 
escolha. Neste segundo volume, fornecemos outros instrumentos para o 
delineamento do mapa. Este livro se divide em três partes: 
 
Parte I Fornece os meios matemáticos para o cálculo ou levantamento do 
horóscopo. 
Parte II Fornece os meios para refinar sua capacidade interpretativa \u2014 
informações adicionais que lhe permitem descobrir algumas das áreas menos 
evidentes do horóscopo. 
Parte III Fornece os meios para adquirir maior compreensão, porém de uma 
maneira mais psicológica ou subconsciente, mostrando alguns dos pontos 
sensíveis dos mapas. 
 
O ensinamento contido neste livro é de nível básico e segue as diretrizes de 
ensino dos nossos seminários Aquarius. Mais uma vez, tem a forma de lições, e 
não de capítulos, sendo cada lição baseada nos nossos muitos anos de 
experiência de ensino; dessa forma, conseguimos antecipar a maioria das suas 
perguntas. Assim como fizemos no Volume I, cada lição inclui uma tarefa de 
casa. Falando novamente por experiência própria, gostaríamos de adverti-lo da 
veracidade deste velho provérbio chinês: "O que se vê, se esquece; o que se 
ouve, se lembra; o que se escreve, se entende." A menos que escreva as lições 
de casa, a menos que faça exercícios com as fórmulas, você vai esquecer \u2014 e o 
que é pior, não vai entender a natureza básica da astrologia e os princípios 
envolvidos no delineamento. Temos tido 
muita sorte com a porcentagem de bons astrólogos formados pelo nosso método. 
Entretanto, eles chegaram a ser bons levantando muitos mapas nos intervalos das 
aulas, copiando as anotações nos cadernos, lendo e relendo, fazendo várias 
tentativas de combinar as muitas qualidades diferentes que compõem um ser 
humano. A medida que você compreender a natureza básica de cada signo, 
planeta, Casa e aspecto, a sua própria lógica o guiará. Nossas explicações, 
exemplos, palavras e frases são apresentadas apenas como um roteiro, não para 
serem usados literalmente. Se alguma coisa não fizer sentido para você, se não 
puder explicá-la logicamente em seus próprios termos, não a use \u2014 e dizemos 
isso seriamente. 
Quando terminar este livro, você estará pronto para fazer a interpretação 
básica de qualquer mapa. Pode ser que você não seja capaz de determinar os 
potenciais, as características ou as necessidades psicológicas menores. Para isso 
é preciso passar alguns anos interpretando mapas de pessoas que lhe digam se 
você está certo ou errado. Porém, acima de tudo, é preciso se conscientizar de 
que todo indivíduo tem livre-arbítrio e, portanto, pode escolher que partes do 
horóscopo usará. É preciso compreender esse fato e não se deixar abater ao ver 
um stellium na décima Casa de alguém que lhe diz: "Eu, dominado pela 
profissão? De jeito nenhum, eu sou um sujeito caseiro." É preciso captar o 
significado e em seguida ser capaz de orientar a pessoa na direção certa; isso 
requer tempo, prática e compreensão da natureza humana ou percepção 
psicológica. Então, por favor, não desanime; a prática faz o mestre. 
Boa sorte, e que o conhecimento da astrologia possa trazer-lhe uma nova 
compreensão de si mesmo e dos outros. 
 
Joan McEvers e Marion March 
Parte 1 
Lição 1: 
Regras gerais, abreviaturas, meios necessários 
Como enfatizamos em todo o Volume I de Curso Básico de Astrologia, os nossos 
não são livros de astrologia comuns. São livros de texto, ou manuais, fruto de 
anos de experiência de classe. Assim, a maneira como ensinamos os cálculos 
para levantar um horóscopo também é diferente. Primeiro, damos a fórmula 
completa para a montagem do mapa, e depois, passo a passo, explicamos os 
porquês e os comos. 
Em primeiro lugar, aqui vão algumas regras básicas que é preciso aprender e 
também algumas ferramentas necessárias. 
 
Regra Número 1. Para levantar um horóscopo natal preciso é necessário 
saber a hora correta de nascimento. Nos Estados Unidos, a fonte mais válida para 
informação a respeito da hora de nascimento é a cópia autêntica da certidão de 
nascimento,