Curso Básico de Astrologia vol. II   Marion D. March & Joan McEvers
275 pág.

Curso Básico de Astrologia vol. II Marion D. March & Joan McEvers


DisciplinaAstrologia646 materiais2.215 seguidores
Pré-visualização50 páginas
pelo bem dos outros. 
Quando há aspectos positivos apoiando o Netuno retrógrado, a ação para o 
interior pode gerar enorme percepção 
pessoal; o talento nato pode ser utilizado com facilidade e numa idade 
relativamente precoce. Muitos artistas, compositores, poetas e personalidades 
religiosas têm esse posicionamento: os pintores Pablo Picasso e Toulouse 
Lautrec, os escritores Eugene O'Neill, Elizabeth Barrett Browning e Robert 
Browning, o psicólogo Cari Jung, a cientista Mme. Curie, o compositor Johannes 
Brahms. 
 
Plutão retrógrado. Plutão é o planeta da transformação e da obsessão. Como 
Plutão fica retrógrado até seis meses por ano, quase a metade das pessoas o têm 
retrógrado. Portanto, é impossível atribuir tendências definidas a esse 
movimento. Você deve tentar determinar por si mesmo se observa características 
definidas comuns a essas pessoas. Pelo que observamos, só podemos afirmar 
que, como Plutão está muito distante e tem uma órbita muito errática, em geral 
seus efeitos são sentidos numa altura mais adiantada da vida. Parece que as 
crianças não reagem à natureza profunda e transformadora de Plutão, mas apenas 
à intensidade ou obsessividade inerentes ao planeta, que é uma manifestação 
externa. Portanto, a ação retrógrada, que exige uma observação do interior, não 
se manifesta, a não ser muito tempo depois da infância. A essa altura, entram em 
cena tantos outros fatores que é difícil apontar a ação retrógrada como malfeitora 
ou benfeitora. 
 
Para ilustrar rapidamente os retrógrados nos mapas das pessoas que estamos 
usando como exemplos neste livro, vamos examinar o horóscopo de Hermann 
Hesse. O Júpiter de Hesse está retrógrado na sua primeira Casa. Júpiter também 
rege seu Ascendente e, como regente do mapa, assume grande importância. 
Lendo nossa descrição de Júpiter retrógrado, você verá que se ajusta 
perfeitamente a Hesse. Por ser o regente do mapa, estabelece a base de sua 
personalidade; sempre pesquisando, sempre duvidando das respostas prontas, em 
busca de alguma coisa ilusória que ficou na sua juventude. Seu Saturno está 
estacionário, pronto para retrogradar no dia seguinte. A paralisação de Saturno é 
relativamente curta \u2014 apenas três dias. Ele tem uma colocação difícil no mapa 
de Hesse; está flanqueado de um lado por Marte \u2014 incitando-o à ação \u2014 e do 
outro pela Lua \u2014 incitando-o ao emocionalismo. Saturno é mais forte que os 
dois; tende a embaraçar Marte (um pé no acelerador, o outro no freio) e debilita a 
emocional Lua, levando à autopiedade ou a um sentimento de não ter recebido 
amor e carinho dos pais. Saturno também faz parte de sua cruz T mutável com o 
Ascendente (personalidade exterior) e Mercúrio (capacidade de raciocínio). Com 
todas essas dificuldades, é compreensível que, quando jovem, Hesse usasse os 
atributos mais negativos de Saturno. Entretanto, à medida que Júpiter o ajudou a 
encontrar-se e descobrir algumas das respostas que estava procurando, ele se 
tornou mais seguro de quem era e para onde tinha de ir; foi ao encalço de seus 
objetivos com determinação e, sem dúvida, atingiu muitos deles. 
O Netuno de Walt Disney funciona de forma semelhante à que descrevemos, 
com uma exceção. Sua forma de viver num mundo de sonhos e fantasia foi 
usada da maneira mais positiva, permitindo que os outros compartilhassem sua 
grande ilusão. O desafio para torna-se algo, gerado pelas muitas quadraturas 
com sua Lua natal na primeira Casa, impediu-o de refugiar-se num mundo de 
sonhos particular. Ao contrário, transformou seus sonhos numa criação voltada 
para as crianças em geral e para a eterna criança que carregava dentro de si. 
 
Tempo de Estada dos Planetas nos Signos do Zodíaco 
 
Lua. Avança de 12 a 15° por dia e, assim, permanece em um signo de 2 ½ a 
2 ½ dias. 
 
Mercúrio. É capaz de atravessar um signo num mínimo de 14 dias, mas 
como nunca se distancia mais de 28° do Sol, retrograda aproximadamente 
3 vezes por ano, como se se alinhasse outra vez. 
 
Vênus. Leva aproximadamente 26 a 30 dias. Vênus nunca se distancia mais 
de 46° do Sol e retrograda uma ou duas vezes por ano. As vezes pode levar dois 
meses para atravessar um signo. 
 
Sol. Avança na velocidade de 28 a 31 dias por signo (nosso mês terrestre). 
 
Marte. No mínimo 40 dias, no máximo 6 meses por signo. O movimento 
médio é de aproximadamente dois meses, dependendo do fato de ficar ou não 
retrógrado. Marte não retrograda todos os anos. 
 
Júpiter. No mínimo 6 meses, no máximo 18 meses, dependendo do fato de 
ficar retrógrado, o que não acontece todos os anos. O passo médio é de cerca de 
um signo por ano. 
 
Saturno. Passa aproximadamente 2½ anos em cada signo, retrogradando 2 
ou 3 vezes nesse período. 
 
Urano. Leva aproximadamente 7 anos para atravessar cada signo, e durante 
esse período pode retrogradar até 7 vezes, ou cercada uma vez por ano. 
 
Netuno. Leva de 14 a 15 anos para atravessar cada signo, e retrograda mais 
ou menos uma vez por ano, às vezes durante até 5 meses. 
 
Plutão. A órbita de Plutão é tão excêntrica que pode passar de 12 a 25 anos 
em cada signo. Levou 25 anos para atravessar Câncer, mas só vai ficar 12 anos 
em Escorpião. Plutão retrograda cerca de uma vez por ano, durante cerca de 6 
meses. 
Os planetas só ficam retrógrados quando atingem uma determinada distância 
crítica do Sol. Essas distâncias são as seguintes: 
 
Marte \u2014 133° 
Júpiter \u2014 116° 
Saturno \u2014 104° 
Urano \u2014 104° 
Netuno \u2014 101° 
Plutão \u2014 101° 
 
Não existe distância crítica entre o Sol e Mercúrio, ou entre o Sol e Vênus. 
Basicamente, esses planetas se movem mais rápido que o Sol, de modo que às 
vezes parecem diminuir seu passo ou mesmo andar para trás, à medida que 
aumenta a sua distância da Terra. Em conseqüência, nunca ultrapassam a 
distância de 28° e 46° do Sol, respectivamente, a despeito de seu passo 
inerentemente mais rápido. 
A partir desses dados, é preciso observar os seguintes fatos: 
1. Qualquer planeta em oposição ao Sol DEVE estar em movimento 
retrógrado. 
2. Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão em trígono ou quincúncio com 
o Sol DEVEM estar em movimento retrógrado. Marte em quincúncio com o Sol 
também deve estar em movimento retrógrado. Ocasionalmente, Júpiter em 
trígono com o Sol pode estar em movimento direto, mas isso não é freqüente. 
3. Por causa da variação dos períodos de retrogradação dos planetas, há 
determinados anos em que é impossível uma pessoa nascer sem planetas 
retrógrados no horóscopo. Exemplo: 1975. 
4. Quando um planeta está em movimento direto, sua distância da Terra 
está aumentando; quando está retrógrado, sua distância da Terra está diminuindo. 
 
Recapitulação: Delineie, sucintamente, Marte e Urano retrógrados no mapa 
de Joan Sutherland. Veja o nosso delineamento no Apêndice na página 253. 
Lição 8 
 
Casas e Signos Interceptados 
Devido à inclinação do eixo da Terra e ao fato de o nosso planeta não ser 
uma esfera perfeita, muitas vezes há uma distorção no tamanho das Casas, à 
medida que avançamos para norte ou sul do Equador. Quando isso acontece, 
alguns signos ficam totalmente contidos dentro de uma Casa, isto é, o signo não 
aparece em nenhuma cúspide. Chamamos esse fenômeno de 
INTERCEPTAÇÃO. Em latitudes superiores a 50° norte ou sul, é possível a 
interceptação de dois ou mais signos dentro de uma Casa, ou dois pares de 
Casas com signos interceptados. 
Quando uma Casa contém um signo interceptado, o mesmo ocorre com a 
Casa oposta. A interceptação amplia o tamanho da Casa e assim complica as 
questões da mesma, por causa do maior número de signos envolvidos. Por 
exemplo, no horóscopo de Farrah Fawcett, o eixo quarta-décima Casas contém 
signos interceptados \u2014 Libra e Áries. Mercúrio (regente de Virgem) rege a 
cúspide da quarta Casa; Libra está interceptado e, portanto, Vênus é o co-
regente dessa Casa; Netuno está colocado