AULA 4
3 pág.

AULA 4


DisciplinaRotinas de Administração de Pessoal (folha)557 materiais3.289 seguidores
Pré-visualização1 página
ROTINAS DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL
AULA IV
CÁLCULOS DE IRRF, PENSÃO JUDICIAL, PREVIDÊNCIA PRIVADA E BASESE INSS-CONTRACHEQUE/HORELITE
Calculando o INSS:
Base INSS x % = desconto INSS
No exemplo, a Base INSS é R$ 18.000,00
Esta base, na tabela do INSS, está na faixa superior ao teto de salário contribuição:
Base INSS = R$ 18.000,00 \u2192 desconto do INSS igual a R$ 406,09
	Salário
	18.000,00 (incide para INSS/FGTS/IRRF)
	Assist. Médica
	1.450,00 (desconto sem incidências)
	Seguro de Vida
	500,00 (desconto sem incidências)
	Dependentes de Salário Família
	3 dependentes
	Dependentes de Imposto de Renda:
	4 dependentes
Calculando o Salário Família:
Nesse caso, a Base INSS é R$ 18.000,00
Esta base está na faixa que não tem valor por dependente, então:
Não tem valor de Salário Família, mesmo tendo dependentes.
Calculando o valor do depósito de FGTS:
Base FGTS x 8% = Depósito do FGTS, então:
18.000,00 x 8% =R$ 1.440,00
Calculando o valor do desconto do IRRF:
Recordando o processo de cálculo:
Base IRRF \u2013 INSS \u2013 Dep.IRRF x 157,47 \u2013 P.Judicial - Previd.Privada =
Base de Cálculo IRRF x % IRRF \u2013 Dedução = IRRF
Então, o cálculo será assim:
18.000,00 \u2013 406,09 \u2013 4 x 157,47 \u2013 0,00 \u2013 0,00=
16.964,03 x 27,5% - 723,95 = 4.665,11 \u2013 723,95 = 
3.941,16 \u2192 este é o valor do desconto do IRRF
2º EXEMPLO
Calculando o INSS:
Base INSS x % = desconto INSS
Nesse exemplo, a Base INSS é R$ 1.800,00
Esta base, na tabela do INSS, está na faixa de 11%, então:
R$ 1.800,00 x 11%= R$ 198,00 \u2192 desconto do INSS 
	Salário
	1.500,00 (incide para INSS/FGTS/IRRF)
	Adic. Noturno
	300,00 (incide para INSS/FGTS/IRRF)
	Vale Transporte
	108,00 (desconto sem incidências)
	Adiant. Salário
	100,00 (desconto sem incidências)
	Dependentes de Salário Família
	1 dependente
	Dependentes de Imposto de Renda
	2 dependentes
Calculando o Salário Família:
Nesse caso, a Base INSS é R$ 1.800,00 \u2013 então, a base do Sal. Família também é R$1.800,00
Esta base está na faixa que não tem valor por dependente, então:
Não tem valor de Salário Família, mesmo tendo dependentes.
Calculando o valor do depósito de FGTS:
Base FGTS x 8% = Depósito do FGTS, então:
1.800,00 x 8% = R$ 144,00
1.287,06 \u2192 este valor está na faixa de isenção, portanto na haverá desconto do IRRF
Calculando o valor do desconto do IRRF:
Recordando o processo de cálculo:
Base IRRF \u2013 INSS \u2013 Dep.IRRF x 157,47 \u2013 P.Judicial - Previd.Privada =
Base de Cálculo IRRF x % IRRF \u2013 Dedução = IRRF
PENSÃO JUDICIAL
	Um empregado(a) da empresa vem a se separar judicialmente do companheiro(a);
	Uma das partes vem a solicitar judicialmente uma pensão;
	O juiz da Vara de Família determina o critério para se chegar ao valor da referida pensão;
	Visando assegurar seu pagamento, o juiz emite um ofício para a empresa onde o empregado(a) trabalha, situação em que a empresa passa a descontar no contracheque/holerite o valor da pensão, providenciando também o pagamento do valor descontado para o companheiro(a);
	A Pensão Judicial tem, de uma maneira geral, os seguintes tipos de determinação de valor:
a) Valor Fixo \u2013 o desconto será sempre do mesmo valor, só sendo alterado através de um novo ofício do juiz.
Exemplo: R$ 450,00
b) Valor de referência \u2013 o desconto terá como base um valor referência, como o salário mínimo.
Exemplo: o salário mínimo atual é de R$ 545,00 e a pensão é de ½ salário mínimo, então será R$ 272,50.
c) Percentual sobre Rendimentos Brutos \u2013 à remuneração bruta do empregado(a) é aplicado um percentual; então, quando há alteração da remuneração, o valor da pensão também muda.
Exemplo: o salário do empregado(a) é R$ 1.420,00,00 e o percentual é 30%.
Então, será R$ 1.420,00 x 30% = R$ 426,00 \u2192 este é o valor da Pensão Judicial
d) Percentual sobre Rendimentos Líquidos \u2013 à remuneração líquida do empregado(a) é aplicado um percentual, se há alteração da remuneração o valor da pensão também muda. 
Observar que a remuneração líquida de que tratamos aqui, em geral, é a remuneração bruta menos os descontos legais do INSS e do IRRF.
Exemplo: o salário do empregado(a) é R$ 1.420,00,00 e o percentual é 20%, o rendimento líquido é 1.420,00 \u2013 127,80 (INSS 9% e não tem desconto do IRRF) = 1.292,20. O valor da pensão é 1.292,20 x 20% = 258,44 este o valor da Pensão Judicial.
			É um desconto sem incidências, portanto a Pensão Judicial não participa do cálculo das bases;
	A Pensão Judicial aparecerá no pagamento do empregado em duas situações:
\u2022 Será incluída como abatimento no cálculo do desconto do IRRF; 
\u2022 Será descontada no contracheque/holerite de pagamento.
Neste caso, é importante frisar que as verbas COMISSÕES E DSR/RSR compõem a remuneração bruta do empregado(a); portanto, a Pensão Judicial será calculada conforme abaixo:
(2.974,00 + 713,76) x 25% = 3.687,76 x 25% = R$ 921,94 \u2192 este é o valor da Pensão Judicial 
PREVIDÊNCIA PRIVADA
Diferentemente do INSS, que é uma previdência pública e obrigatória, qualquer trabalhador pode contratar ou não um plano de previdência privada. A vantagem de uma previdência privada é que será uma renda que se somará ao valor que recebe do INSS, melhorando as condições de vida do trabalhador durante sua aposentadoria. Qualquer empresa pode proporcionar este benefício para seus empregados, situação em que parte da contribuição fica a cargo dela e a outra parte fica para o empregado. Também o empregado, se a empresa não tem este benefício, pode fazer um plano de previdência privada particular, pagando os valores mensais diretamente para o plano.