Guia de Aves da Planicie Alagável do Alto Rio Paraná
299 pág.

Guia de Aves da Planicie Alagável do Alto Rio Paraná


DisciplinaEcologia4.595 materiais43.218 seguidores
Pré-visualização39 páginas
Butorides striata
Socozinho
(Striated Heron)
Tamanho: 34-48 cm,
135-250 g
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: ambientes
aquáticos,
principalmente sobre
macrófitas aquáticas e
na vegetação densa das margens dos corpos d\u2019água
Alimentação: pequenos peixes, anfíbios, sanguessugas, insetos,
aranhas, moluscos, pequenos répteis e roedores capturados entre
a vegetação aquática ou nas proximidades
Nycticorax nycticorax
Savacu, socó-
dorminhoco (Black-
crowned Night-Heron)
Tamanho: 47-65 cm,
525-800 g
Subsistema: Paraná, Baía e
Ivinhema
Hábitat: ambientes
aquáticos, particularmente
em locais com margens
florestadas
Alimentação: peixes, anfíbios adultos e girinos, tartarugas,
lagartos, cobras, insetos e suas larvas, aranhas, crustáceos,
sanguessugas, pequenos ratos e morcegos apanhados nas
proximidades dos corpos d\u2019água e até mesmo ovos e filhotes de
aves capturados geralmente junto a ninhais
Espécies registradas
ARDEIDAE 67
Ardea cocoi
Garça-moura
(Cocoi Heron)
Tamanho: 75-127 cm, 3,2 kg
Subsistema: Paraná, Baía e
Ivinhema
Hábitat: ambientes
aquáticos,
preferencialmente lênticos e
com vegetação circundante
Alimentação: peixes,
anfíbios, cobras e
invertebrados capturados
na água, entre a vegetação aquática ou nas proximidades;
esporadicamente, pequenas aves e mamíferos vivos ou mortos
Bubulcus ibis
Garça-vaqueira
(Cattle Egret)
Tamanho: 35-56 cm,
340-390 g
Subsistema: Paraná, Baía e
Ivinhema
Hábitat: áreas abertas,
principalmente em
pastagens junto ao gado;
frequentemente formal
grandes agregações em
ambientes aquáticos para pernoite
Alimentação: principalmente insetos capturados em
pastagens junto ao gado, mas também crustáceos,
anfíbios adultos e girinos, moluscos, peixes, répteis,
pequenas aves e roedores
Aves da planície alagável do alto rio Paraná
ARDEIDAE68
Ardea alba
Garça-branca-grande
(Great Egret)
Tamanho: 65-104 cm,
700-1500 g
Subsistema: Paraná, Baía
e Ivinhema
Hábitat: ambientes
aquáticos,
preferencialmente
lênticos
Alimentação: peixes,
anfíbios, répteis, insetos e
crustáceos capturados na água, entre a vegetação aquática ou
nas proximidades; esporadicamente, pequenas aves e mamíferos
Syrigma sibilatrix
Maria-faceira
(Whistling Heron)
Tamanho: 48-61 cm, 370 g
Subsistema: Paraná, Baía
e Ivinhema
Hábitat:
preferencialmente várzeas
e áreas abertas secas, às
vezes em áreas alagadas
Alimentação: artrópodes,
como libélulas e larvas de
besouro, mas também
pequenos vertebrados, como cobras, enguias e anfíbios
capturados em áreas abertas secas ou úmidas
Espécies registradas
ARDEIDAE 69
Pilherodius pileatus
Garça-real
(Capped Heron)
Tamanho: 51-61 cm
Subsistema: Baía e Ivinhema
Hábitat: ambientes aquáticos
circundados por florestas
Alimentação: principalmente
pequenos peixes e
invertebrados aquáticos, mas
também anfíbios adultos ou
girinos capturados junto aos
corpos d\u2019água
Egretta thula
Garça-branca-pequena
(Snowy Egret)
Tamanho: 40-68 cm, 370 g
Subsistema: Paraná, Baía e
Ivinhema
Hábitat: ambientes aquáticos,
preferencialmente sem vegetação
Alimentação: pequenos peixes,
crustáceos, insetos aquáticos,
moluscos, anfíbios e cobras
capturados normalmente na
periferia dos corpos d\u2019água
Aves da planície alagável do alto rio Paraná
THRESKIORNITHIDAE70
THRESKIORNITHIDAE
Curicacas, tapicurus e colhereiro. Aves palustres,
apresentam bico delgado e curvo ou em forma de colher.
Ninhos sobre árvores, às vezes em colônias; ovos de cores
variadas. Machos e fêmeas semelhantes. Alimentam-se
predominantemente de invertebrados. Quatro espécies
registradas.
Mesembrinibis cayennensis
Coró-coró
(Green Ibis)
Tamanho: 47-70 cm,
715-785 g
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: ambientes
aquáticos com
vegetação florestal
circundante e bordas
de florestas ciliares
Alimentação: insetos,
minhocas e algumas plantas apanhados às margens dos corpos
d\u2019água
Espécies registradas
THRESKIORNITHIDAE 71
Theristicus caudatus
Curicaca
(Buff-necked Ibis)
Tamanho: 57-76 cm,
1550 g
Subsistema: Baía e
Ivinhema
Hábitat: áreas abertas
secas ou úmidas,
várzeas e raramente
margens dos corpos
d\u2019água
Alimentação:
principalmente insetos, mas também aranhas, centopéias,
anfíbios, pequenos répteis e mamíferos capturados em áreas
abertas secas ou úmidas
Phimosus infuscatus
Tapicuru-de-cara-pelada
(Bare-faced Ibis)
Tamanho: 40-54 cm, 575 g
Subsistema: Paraná
Hábitat: ambientes aquáticos,
várzeas alagadas e áreas abertas
próximas à água
Alimentação: principalmente
insetos, vermes, bivalves e
outros invertebrados, mas
também sementes apanhados
nas praias e margens dos corpos
d\u2019água
Aves da planície alagável do alto rio Paraná
THRESKIORNITHIDAE72
Platalea ajaja
Colhereiro
(Roseate Spoonbill)
Tamanho: 55-90 cm,
1400 g
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: ambientes
aquáticos,
preferencialmente sem
vegetação
Alimentação:
pequenos peixes e
crustáceos (especialmente camarões), besouros aquáticos,
moluscos, alguns tipos de fibras vegetais e raízes apanhados em
águas rasas abertas
Espécies registradas
CICONIIDAE 73
CICONIIDAE
Tuiuiú, maguari e cabeça-seca. A cor predominante é o
branco; parecem grandes garças, mas, diferente destas,
voam com o pescoço esticado; possuem bicos grandes e
fortes. Ninhos sobre árvores ou no solo (maguari); ovos
brancos. Machos e fêmeas semelhantes. Alimentam-se de
invertebrados, peixes e outros vertebrados. Três espécies
registradas.
Ciconia maguari
Maguari
(Maguari Stork)
Tamanho: 85-140 cm, 4-4,5 kg
Subsistema: Paraná, Baía e
Ivinhema
Hábitat: ambientes aquáticos
com vegetação e várzeas
alagadas
Alimentação: peixes, anfíbios
adultos e girinos, pequenos
roedores, cobras e insetos
aquáticos apanhados na água,
entre a vegetação aquática ou
nas proximidades
Aves da planície alagável do alto rio Paraná
CICONIIDAE74
Jabiru mycteria
Tuiuiú, Jaburu
(Jabiru)
Tamanho: 110-160 cm,
8 kg
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: ambientes
aquáticos e várzeas
alagadas
Alimentação: peixes,
anfíbios, cobras,
tartarugas, aves e pequenos jacarés e mamíferos
apanhados na água, entre a vegetação aquática ou nas
proximidades
Mycteria americana
Cabeça-seca
(Wood Stork)
Tamanho: 65-102 cm, 2-3 kg
Subsistema: Paraná, Baía e
Ivinhema
Hábitat: ambientes aquáticos e
várzeas alagadas
Alimentação: principalmente
peixes, mas também anfíbios,
insetos, filhotes de jacaré,
pequenas cobras e mamíferos
apanhados geralmente na água
rasa e sem vegetação
Espécies registradas
CATHARTIDAE 75
CATHARTIDAE
Urubus. Voam a grandes alturas aproveitando as correntes
de ar. Gregários, podem formar grandes concentrações em
locais com oferta de alimento. Ninhos entre rochas, sob
raízes ou sobre árvores; põem de dois a três ovos brancos.
Machos e fêmeas semelhantes. Carniceiros. Quatro
espécies registradas.
Cathartes aura
Urubu-de-cabeça-vermelha
(Turkey Vulture)
Tamanho: 55-81 cm, 800-2000 g
Subsistema: Paraná, Baía e
Ivinhema
Hábitat: várzeas, áreas abertas,
zonas arbustivas, bordas de
florestas e ambientes aquáticos
Alimentação: principalmente
animais mortos em
decomposição, mas também
pequenos animais vivos e
algumas frutas
Aves da planície alagável do alto rio Paraná
CATHARTIDAE76
Coragyps atratus
Urubu-de-cabeça-preta
(Black Vulture)
Tamanho: 53-68 cm,
1,1-1,9 kg
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: várzeas, áreas
abertas, zonas
arbustivas, bordas de
florestas e margens de
ambientes aquáticos
Alimentação:
principalmente animais em decomposição, mas também animais
vivos incapazes de fugir e ovos.
Cathartes burrovianus
Urubu-de-cabeça-
amarela
(Lesser Yellow-headed
Vulture)
Tamanho: 51-69 cm,
950-1550 g
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: várzeas, áreas
abertas, zonas
arbustivas,