Guia de Aves da Planicie Alagável do Alto Rio Paraná
299 pág.

Guia de Aves da Planicie Alagável do Alto Rio Paraná


DisciplinaEcologia4.600 materiais43.236 seguidores
Pré-visualização39 páginas
Espécies registradas
ICTERIDAE 239
Molothrus rufoaxillaris
Vira-bosta-picumã,
chopim-de-axila-
vermelha
(Screaming Cowbird)
Tamanho: 18-21 cm,
38-65 g
Subsistema: Ivinhema
Habitat: áreas abertas
e zonas arbustivas
Alimentação:
sementes, grãos e
vários invertebrados, como gafanhotos, grilos, aranhas, larvas,
lagartas e besouros apanhados no chão, em locais de vegetação
rasteira
*Molothrus oryzivorus
Iraúna-grande
(Giant Cowbird)
Tamanho: 30-36 cm, 130-176 g
Subsistema: Ivinhema
Hábitat: bordas de florestas,
áreas abertas e zonas arbustivas
com árvores
Alimentação: grãos e vários
invertebrados, como besouros,
grilos, gafanhotos, lagartas e
aranhas apanhados em arbustos
ou no chão, em locais de
vegetação rasteira
Aves da planície alagável do alto rio Paraná
ICTERIDAE240
Molothrus bonariensis
Vira-bosta, chopim
(Shiny Cowbird)
Tamanho: 16-21 cm,
41-63 g
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: áreas abertas
e zonas arbustivas
Alimentação:
sementes, grãos e
vários invertebrados,
como gafanhotos,
grilos, aranhas, larvas, lagartas e besouros apanhados na
vegetação ou no chão, em locais de vegetação rasteira
Sturnella superciliaris
Polícia-inglesa-do-sul
(White-browed
Blackbird)
Tamanho: 17-20 cm,
39-53 g
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: áreas abertas,
principalmente
campos
Alimentação:
sementes, brotos de
plantas herbáceas e invertebrados, como besouros, grilos,
gafanhotos, lagartas, larvas, minhocas e aranhas apanhados no
chão
Espécies registradas
FRINGILLIDAE 241
FRINGILLIDAE
Pintassilgo e gaturamos. Pássaros pequenos; algumas
espécies formam grupos numerosos e agitados. Ovos
pequenos. Plumagem geralmente com cores fortes
contrastantes, predominando o amarelo e o preto; machos
e fêmeas diferentes. Frugívoros, em sua maioria. Três
espécies registradas.
Carduelis magellanica
Pintassilgo
(Hooded Siskin)
Tamanho: 10-12 cm,
11 g
Subsistema: Paraná
Hábitat: áreas abertas,
zonas arbustivas e
bordas de florestas
Alimentação:
sementes e, em menor
grau, pequenos
artrópodes, como
grilos, aranhas, besouros e lagartas capturados na vegetação
baixa ou na copa das árvores
Aves da planície alagável do alto rio Paraná
FRINGILLIDAE242
Euphonia chlorotica
Fim-fim
(Purple-throated
Euphonia)
Tamanho: 9-12 cm,
8-11 g
Subsistema: Paraná e
Ivinhema
Hábitat: bordas de
florestas, áreas abertas
e zonas arbustivas
com árvores
Alimentação: principalmente pequenos frutos, como erva-de-
passarinho e embaúba, mas também pequenos artrópodes
(sobretudo no período reprodutivo), como grilos, besouros,
lagartas e larvas apanhados na parte alta das árvores e arbustos
*Euphonia violacea
Gaturamo-verdadeiro
(Violaceous Euphonia)
Tamanho: 10-12 cm,
15 g
Subsistema: Paraná
Hábitat: zonas
arbustivas com
árvores, interior e
bordas de florestas
Alimentação:
principalmente
pequenos frutos, como erva-de-passarinho; também pequenos
artrópodes (sobretudo no período reprodutivo), como grilos,
besouros, lagartas e larvas apanhados na parte alta das árvores e
arbustos
Espécies registradas
PASSERIDAE 243
PASSERIDAE
Pardal. Espécie introduzida no Brasil, vive em áreas
alteradas e ocupadas pelo homem. Agitado e barulhento,
vive em bandos. Faz ninhos em árvores e em construções
e põe ovos manchados. Coloração modesta; machos e
fêmeas com coloração diferente. Onívoro. Uma espécie.
Passer domesticus
Pardal
(House Sparrow)
Tamanho: 13-15 cm,
24-30 g
Subsistema: Paraná,
Baía e Ivinhema
Hábitat: áreas abertas,
principalmente as
antropizadas
Alimentação:
sementes, grãos e
pequenos
invertebrados, como besouros, lagartas, larvas, aranhas,
minhocas, cupins e grilos apanhados no chão ou na vegetação
REFERÊNCIAS
AGOSTINHO, A. A. Qualidade dos habitats e perspectivas para a conservação.
In: VAZZOLER, A. E. A. de M.; AGOSTINHO, A. A.; HAHN, N. S. (Ed.). A
planície de inundação do alto rio Paraná: aspectos físicos, biológicos e
socioeconômicos. Maringá: EDUEM: Nupélia, 1997. cap. iv, p. 455-460.
AGOSTINHO, A. A.; JÚLIO JÚNIOR, H. F.; PETRERE JUNIOR, M. Itaipu
Reservoir (Brazil): impacts of the impoundment on the fish fauna and
fisheries. In: COWX, I. G. (Ed). Rehabilitation of freshwater fisheries. Osney
Mead: Fishing News Books, 1994. ch. 16, p. 171-184.
AGOSTINHO, A. A.; VAZZOLER, A. E. A. de M.; THOMAZ, S. M. The High
River Paraná basin: limnological and ichtyological aspects. In: TUNDISI, J.
G.; BICUDO, C. E. M.; MATSUMURA-TUNDISI, T. (Ed.). Limnology in Brazil.
Rio de Janeiro: ABC/SBL, 1995. p. 59-103.
AGOSTINHO, A. A.; ZALEWSKI, M. A planície alagável do alto rio Paraná:
importância e preservação = (Upper Paraná River floodplain: importance
and preservation). Maringá: EDUEM, 1996. 100 p., il.
ANJOS, L. dos. A avifauna da bacia do rio Tibagi. In: MEDRI, M. E.;
BIANCHINI, E.; SHIBATTA, O. A.; PIMENTA, J. A. (Ed.). A bacia do rio
Tibagi. Londrina: M. E. Medri, 2002. cap. 15, p. 271-281.
ANJOS, L. dos; SEGER, C. D. Análise da distribuição das aves em um trecho
do rio Paraná, divisa entre os Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul.
Arquivos de Biologia e Tecnologia, Curitiba, v. 31, n. 4, p. 603-612, 1988.
ANTAS, P. T. Z.; PALO JUNIOR, H. Pantanal - guia de aves: espécies da
Reserva Particular do Patrimônio Natural do SESC Pantanal. Rio de Janeiro:
SESC, Dep. Nacional, 2004. 246 p., il.
CAMPOS, J. B.; SOUZA, M. C. Vegetação. In: VAZZOLER, A. E. A. de M.;
AGOSTINHO, A. A.; HAHN, N. S. (Ed.). A planície de inundação do alto rio
Paraná: aspectos físicos, biológicos e socioeconômicos. Maringá: EDUEM:
Nupélia, 1997. cap. II.11, p. 331-342.
CENTRAIS ELÉTRICAS DO SUL DO BRASIL (ELETROSUL). Ilha Grande.
Florianópolis, 1986. v. 4: A vegetação da área de influência do reservatório
da Usina Hidrelétrica de Iha Grande (PR./MS) / Levantamento na escala
1:250.000. Relatório de pesquisa.
246
Aves da planície alagável do alto rio Paraná
COMITÊ BRASILEIRO DE REGISTROS ORNITOLÓGICOS (CBRO). Lista
das aves do Brasil. Versão [2006]. Disponível em: < http://
www.cbro.org.br >. Acesso em: 26 mar. 2006.
CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL PARA CONSERVAÇÃO DO
REMANESCENTE DO RIO PARANÁ E ÁREAS DE INFLUÊNCIA
(CORIPA). Zoneamento ecológico-econômico das APA\u2019s intermunicipais
de Ilha Grande, Paraná. Curitiba, 1996. v. 3: Apêndice: listagens da flora
e fauna.
CORIPA VER CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL PARA CONSERVAÇÃO
DO REMANESCENTE DO RIO PARANÁ E ÁREAS DE INFLUÊNCIA
(CORIPA).
DE SCHAUENSEE, R. M. A guide to the birds of South America.
Illustrations by George M. Sutton. Reprinted with additions with new
addeda by R. Meyer. Philadelphia: Intercollegiate Press, 1982. 498 p., ill.
DEL HOYO, J.; ELLIOTT, A.; SARGATAL, J. Handbook of the birds of the
world. Barcelona: Lynx Edicions, 1992-2005. 10 v., ill. col.
DEVELEY, P. F.; ENDRIGO, E. Aves da Grande São Paulo: guia de campo
= Birds of greater São Paulo : field guide. Versão para o inglês/English
Jeremy Minns. São Paulo: Aves e Fotos Editora, 2004. 295 p., il. color.
GIMENES, M. R.; ANJOS, L. dos. Bird richness on the islands of the
Upper Paraná River, Paraná and Mato Grosso do Sul border, Brazil. In:
AGOSTINHO, A. A.; RODRIGUES, L.; GOMES, L. C.; THOMAZ, S. M.;
MIRANDA, L. E. (Ed.). Structure and functioning of the Paraná River
and its floodplain: LTER - site 6 (PELD-sítio 6). Maringá: EDUEM, 2004a.
p. 203-207.
GIMENES, M. R.; ANJOS, L. dos. Influence of lagoons size and prey
availability on the wading birds (Ciconiiformes) in the Upper Paraná
River floodplain, Brazil. Brazilian Archives of Biology and Technology,
Curitiba, v. 49, no. 3, p. 463-473, May 2006.
GIMENES, M. R.; ANJOS, L. dos. Spatial distribution of birds on three
islands in the Upper River Paraná, southern Brazil. Ornitologia
Neotropical, Montreal, v. 15, p. 71-85, 2004b.
INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ. Plano de manejo: Estação Ecológica