Educação Física   Raízes Européias e Brasil   Carmen Lucia Soares
78 pág.

Educação Física Raízes Européias e Brasil Carmen Lucia Soares


DisciplinaHistória da Educação Física346 materiais4.331 seguidores
Pré-visualização39 páginas
Brasileira,
1982, constatamos a mesma dificuldade da autora que, entretanto, nos traz al-
guns dados sobre aquele congresso obtidos nos "Archives de Hygiene." O IV Con-
gresso Brasileiro de Hygiene foi realizado na Bahia, no periodo de 14 a 20 de
Janeiro de 1928, e la "foram apresentados 67 trabalhos. Pelas poucas mogoes
A EDUCACAO FiSICA NO BRASIL 117
tambem confere destaque a tematica do exercicio fisico apresentan-
do-o como importante fator eugenico no contexto da educagao do povo.
O Dr. Waldomiro de Oliveira, debatendo o tema "Problemas de
Saude Publica", refere-se a ginastica como importante fator de hi-
giene pessoal, e aos campos de recreagao e esportes como elemen-
tos constitutivos de um efetivo saneamento do meio. Em seu pro-
nunciamento, acentua a importancia da educagao, transcrevendo
as ideias do Dr. Miguel Couto - um dos mais eminentes medicos
da epoca - para dar conta desta importante questao nacional.
Sem educagao nao ha superloridade moral, nao ha Patria (...)
Porque nao langamos nos, pacificos, de vez em quando, um vasto
programa de Educagao Nacional, para termos amanha a Patria mais
bella, dessa beleza moral que irradia a cultura, a mais prospera
porque da cultura nasce a ambigao, da ambigao a atividade, da
atividade a riqueza, e desta multlplicada a prosperidade coletiva [.,.]
Eis o que e a saude da raga, a saude da Patria. E a sua cultura [...]
no Brasil so ha um problema nacional - a educagao do povo36.
Estas ideias sobre a educagao como fator de regeneragao e re-
novagao nacional defendidas pelos medicos, serao incorporadas no
discurso de pedagogos e estadistas em torno da bandeira da Esco-
la Nova, movimento de renovagao do pais pela educagao - uma edu-
cagao fisica, intelectual e moral.
Ainda sobre a Educagao Fisica, o V Congresso Brasileiro de
Hygiene, atraves do pronunciamento do Dr. Waldomiro, atribui-lhe
relevante papel. Afirma este medico que a Educagao Fisica deve ocu-
par um lugar de evidencia e isto se faz necessario uma vez que ela,
que o texto apresenta, percebe-se a importancia do combate a peste, a bouba,
a luta antivenerea [...] o que sugere a profundidade da situagao endemica e epi-
demica no pais e a necessidade politica de seu controle". M. T. Luz tambem
registra um acentuado debate em torno da ideia de um certo "nacionalismo pa-
triota" presente na doutrina sanitarista, "mais ligado a 'eugenia', a 'melhoria
da raga', reconhecedor da universalidade das 'grandes instituigoes' [...] entre-
tanto [salienta a autora), nem as referencias aos discursos nem as mogoes apre-
sentadas nos permitem concluir sobre a natureza das principals linhas em luta
neste campo", pp. 182-183.
36. Congresso Brasileiro de Hygiene, 5., Recife, 1929, Annaes, p. 133.
118 EDUCAgAO FISICA
racionalmente dirigida, aformosea, fortifica e disciplina o carater e
o corpo, dirige a populagao para diversoes sas e assim e por tudo
isso constitui fonte de profilaxia real37.
Quanto aos parques destinados a pratica da Educagao Fisica,
afirma o Dr. Waldomiro que eles devem ser
distribuidos pelos nucleos da populagao, [pois] garantem nao so
permanente e efetiva atuagao, como podem trazer a melhor coope-
ragao nas campanhas sanitarias, pelo atratlvo que exercem princi-
palrnente sobre as criangas e a mocidade, que para frequenta-los
submeter-se-iam facilmente as exigencias de assistencia sanitaria38.
O V Congresso traz ainda as conclusoes votadas no II Congresso
de Educagao, conclusoes estas que tambem tratam da Educagao
Fisica, colocando-a a servigo da educagao sanitaria. Elucidativa de
nossa afirmagao e a conclusao de numero VI, cujo teor transcreve-
mos:
VI - Para orientar a Educagao Sanitaria no paiz, e indispensavel
que sejam criados institutos de Educagao Physica, destinados ao
prepare de instrutores tecnicos39.
Os profissionais ligados a Educagao Fisica seriam os arautos
da saiide, vendedores de forca e beleza, robustez e vigor.
A Educagao Fisica, portanto, passa a integrar as propostas
discursivas dos medicos higienistas e fica gravada em seus escri-
tos, em seus pronunciamentos e em seus congresses. E veiculada
tanto nas propostas de tipo eugenico, quanto naquelas que tomam
a higiene moral e a educagao como fundamento da ordem sanita-
ria e, portanto, da ordem estatal.
37.Dr. Waldomiro de Oliveira, 1929, p. 140.
38.Congresso Brasileiro De Hygiene, 5., Recife, 1929, Annaes. p. 140.
39.Idem, p. 141.
A EDUCACAO FISICA NO Bl
6. EDUCACAO FISICA E EUGENIA: ALCUMAS IDEIAS DE
FERNANDO DE AZEVEDO
A leitura das Actas e Trabalhos apresentadas no I Congresso
Brasileiro de Eugenia realizado no Rio de Janeiro, no ano de 1929,
permite-nos apreender o destaque dado a Educagao Fisica como fa-
tor fundamental na regeneragao e revigoramento da raga brasileira.
Apresentando o tema "Da educagao physica como fator eugenico
e sua orientagao no Brasil", o Dr. Jorge de Moraes registra as se-
guintes conclusoes:
1 ° - A bem da saiide e desenvolvimento da raga, o 1 °. Congresso
Brasileiro de Eugenia appella para a classe medica a fim de apro-
fundar a cultura nacional no que diz respeito as bases e orienta-
goes scientificas da Educagao Physica a comegar pela escolha do
methodo apropriado aos brasileiros e ao seu clima.
2° - O 1° Congresso Brasileiro de Eugenia incita o Governo da
Republica a que com maxima urgencia:
a) organise Escolas Superiores de Educagao Physica para con-
veniente prepare dos professores indispensaveis a cultura physica
nacional.
b) institua o Conselho Superior de Educagao Physica Nacional
orgao consultivo e orientador do grande problema eugenico.
c) estabelega da melhor maneira possivel a fiscalizagao especia-
lizada do caso em todos os estabelecimentos de ensino, associagoes
desportivas e outros centres de cultura physica.
d) promova o prepare de Gymnasios, e campos apropriados a
gymnastica analytica e jogos ao ar livre para use do povo em geral.
3° - O actual Congresso de Eugenia propora para suas futuras
reunioes theses relativas a Educagao Pliysica do povo brasileiro40.
O pensamento medico higienista, em sua vertente eugenica,
atravessa o pensamento pedagogico e influencia fortemente a cons-
trugao e estruturagao da Educagao Fisica no Brasil. O pensamen-
40.Congresso Brasileiro de Eugenia, 1., Rio de Janeiro, 1929, Actas e trabalhos,p. 320.
120 EDUCACAO FJSICA
to pedagogico representado por intelectuais como Fernando de Aze-
vedo e bastante elucidativo desta afirmagao.
Esse pensador brasileiro, autor de vasta obra sob re a educa-
gao nas primeiras decadas do seculo, obra que inclui minucioso e
extenso trabalho sobre a Educagao Fisica, manteve estreita relacao
com o movimento eugenista brasileiro, tendo sido um dos 140 mem-
bros da Sociedade Eugenica de Sao Paulo, fundada em 15 de Janeiro
de 191841.
Fernando de Azevedo secretariou sessoes da entidade42, profe-
riu conferencias, e inscreveu-se para tomar parte do 1° Congresso
Brasileiro de Eugenia43 ao qual ja nos referimos.
Na conferencia proferida na Sociedade Eugenica de Sao Paulo,
Fernando de Azevedo estabelece estreita relagao entre Atletica ou
Educagao Fisica e Eugenia, considerando a cultura atletica ou Edu-
cagao Fisica "um dos problemas mais importantes da eugenia" (AZE-
VEDO, 1929, p. 231). Para ele, a eugenia e
a ciencia ou dlsclplina que tern por objetivo o estudo dos fatores que,
sob o controle social possam melhorar ou prejudicar rnentalmente,
as qualidades raciais das geracoes futuras; ou por outras palavras,
o estudo das medidas socials, - economlcas, sanitarias e educacio-
nais que influenciam, fislca e rnentalmente, o desenvolvlmento das
qualidades hereditarias dos Individuos e, portanto, das geracoes
[Idem, ibidem].
Fernando de Azevedo entend.ia a eugenia como uma ciencia
capaz de intervir no meio ambiente fisico, valendo-se dos avangos
41.Idem, p. 54. Sobre o movimento eugenista no Brasil, consultar Renato KEHL,