Engenharia   Uma breve introdução
258 pág.

Engenharia Uma breve introdução


DisciplinaCiências4.414 materiais270.478 seguidores
Pré-visualização50 páginas
! Liberdade e responsabilidade 
! O engenheiro do futuro 
AA VVEELLOOCCIIDDAADDEE DDOO PPRROOGGRREESSSSOO DDAA EENNGGEENNHHAARRIIAA 
Os seres humanos primitivos utilizavam somente aquilo que estava disponível, 
enquanto que o engenheiro moderno começa com uma necessidade e desenvolve os 
meios de satisfazer tal necessidade. Em geral, o esforço para o progresso pode ser 
classificado em quatro estágios sucessivos de atividades: utilização, adaptação, 
conversão e criação. A definição de engenharia, com ênfase na aplicação da ciência, 
está relacionada aos dois primeiros estágios. Por exemplo, as árvores foram utilizadas 
primeiramente como ponte e posteriormente adaptada na forma de vigas para a 
construção de casas. A madeira foi simplesmente utilizada de uma nova maneira, de 
forma a obter as vantagens das suas propriedades inerentes. Uma ponte feita de vigas 
de liga de aço utiliza um material e uma forma que não existem na natureza, mas que 
foram criados para este propósito. 
IINNFFLLUUEENNCCIIAASS DDAA CCIIÊÊNNCCIIAA EE DDAA TTEECCNNOOLLOOGGIIAA 
Cada aspecto da vida moderna é influenciado pela aplicação da ciência nos 
problemas humanos básicos. A criação da sociedade no mundo em que vivemos, tem 
como objetivo fornecer a possibilidade de uma vida livre de pobreza, doenças, 
ignorância e penúrias. Desta forma, podemos ficar livres de muitos dos 
constrangimentos que tem sido aceitos como inerentes à existência humana. No 
momento podemos controlar nosso ambiente físico imediato e estamos praticamente 
livres dos efeitos restritivos do calor, o frio, a chuva e do vento. Eliminamos os 
perigos de enchentes e aumentamos a produtividade pelo desvio de rios, criamos lagos 
e limpamos florestas para poder plantar. 
Contornamos as distancias atravessando continentes usando aviões, 
diminuímos o tempo de um ano de cálculos mentais para poucos segundos utilizando 
computadores. Não ficamos mais restringidos á crosta terrestre, na qual residimos, 
mas planejamos viagens para o leito dos mares e para o espaço. Por outro lado, a 
posição dominante ocupada pelas novas criações tais como automóveis, 
computadores, pontes e arranha-céus, coloca em perigo ao próprio individuo em si. 
Os avanços tecnológicos podem ter efeitos secundários desagradáveis. 
\ufffd
\ufffd
\ufffd
\ufffd
\ufffd\ufffd
\ufffd\ufffd
\ufffd
\ufffd
A S A T I V I D A D E S D O E N G E N H E I R O 
Engenharia - Uma Breve Introdução \u2013 Cocian L.F.E. 40404040 
A maior mobilidade depende de quão barata e eficiente sejam os motores de 
combustão, que poluem a atmosfera. Os sprays tóxicos que aumentam a 
produtividade exterminando os insetos prejudiciais, acabam nos rios, onde matam 
também as criaturas benéficas. Os robôs industriais aumentam a quantidade e a 
qualidade da produção, mas levam à miséria pela eliminação de postos de trabalho. 
Uma linha de transmissão ou uma auto-estrada podem destruir a magnificência de um 
bosque de árvores centenárias. 
OO CCOONNTTRROOLLEE DDOO MMEEIIOO AAMMBBIIEENNTTEE 
Uma clara distinção entre os humanos e as outras criaturas é a sua habilidade 
de entender, controlar e modificar o meio ambiente. Os humanos vivem rodeados de 
produtos, estruturas, ferramentas, instituições e de costumes que os separam da 
natureza. Os humanos procuram o sol na praia, brincam com a neve das montanhas, 
utilizam os ventos calmos nos lagos ou lançam jatos no céu, aproveitam a chuva para 
fazer uma competição de rafting e acendem fogo para obter conforto. Mas os 
humanos têm cada vez mais se afastado da natureza, criando ambientes cada vez mais 
artificiais. Eles criaram e usaram um \u201cfogo\u201d que rivaliza com o sol na sua 
temperatura e chegaram a um frio que se aproxima do frio infinito do zero absoluto. 
Criaram os ventos de tanta velocidade, comparados aos que a natureza gera nas 
tormentas mais fortes e o utilizam para atravessar os continentes. Tem fornecido 
água vital onde as chuvas nunca acontecem, tornando desertos em fazendas. Os 
humanos criaram o seu próprio ambiente, tornado-se o fator mais influente na sua 
própria evolução. 
O poder da tecnologia em controlar o meio ambiente, pode ficar muito maior 
no futuro. Antigamente um engenheiro se preocupava somente com um único 
aspecto do seu ambiente. Por exemplo, o automóvel, o aparelho de TV, ou a pílula 
anticoncepcional podem ter uma enorme influência no comportamento humano, mas 
são somente uma poucas coisas frente às milhões de outras influencias que atuam de 
forma quase que aleatória. Hoje em dia, empresas gigantes de tecnologia começam a 
efetuar estudos na área social. 
LLIIBBEERRDDAADDEE EE RREESSPPOONNSSAABBIILLIIDDAADDEE 
Duas características importantes da era moderna são: a extensão para a qual a 
tecnologia produz alguma mudança, e a velocidade com a qual o mundo está 
mudando. Os engenheiros, como tradutores da ciência, jogam um papel importante e 
decisivo na determinação do futuro curso da existência humana. 
Se os engenheiros serão os responsáveis pelo futuro da existência humana nos 
itens que a sua competência os qualifica, e se poderão executar esta responsabilidade 
da melhor maneira, estes profissionais devem estar preparados para efetuar decisões 
técnicas de escopo muito maior daquele dos seus predecessores. 
A formação de cidadesA formação de cidadesA formação de cidadesA formação de cidades 
As primeiras pessoas foram nômades, caçadores de animais e coletavam os seus 
alimentos onde os encontravam. Há aproximadamente 10000 anos atrás, o padrão da 
vida humana mudou repentinamente. Os humanos viraram produtores de alimentos 
através da domesticação de animais, do cultivo agrícola, possibilitando a permanência 
\ufffd
\ufffd
\ufffd
\ufffd
\ufffd\ufffd
\ufffd\ufffd
\ufffd
\ufffd
A S A T I V I D A D E S D O E N G E N H E I R O 
Engenharia - Uma Breve Introdução \u2013 Cocian L.F.E. 41414141 
num único lugar. Com o fornecimento de alimentos assegurado, as pessoas 
desenvolveram outras formas de energia e criaram tecnologia, modificando o seu 
ambiente de forma significativa e alterando a ordem da natureza. Nas civilizações 
Asteca, Maia, Indiana, Chinesa e Egípcia, as cidades foram os grandes centros do 
desenvolvimento e de mudança. A historia da Europa antiga é a historia das cidades 
Romanas e Gregas. A dinâmica vida da Idade Média estava centrada nas cidades de 
Milan, Paris, Londres e Hamburgo. 
A cidade moderna é produto da revolução industrial, que ocasionou a 
concentração de energia, trabalho, manufatura, comercio e finanças. Hoje em dia a 
tendência é a formação de áreas metropolitanas gigantes. Isto ocasiona problemas 
ambientais de extrema complexidade, mas também oferece grandes oportunidades 
para o planejamento imaginativo e a execução criativa. Atualmente, a ênfase está na 
melhoria do transporte, mas isto pode ser um sintoma de uma grande fraqueza. A 
futura ênfase será dada na qualidade de vida, e não somente no movimento. 
A melhoria da saúde e segurança publica e a eliminação de todos os tipos de 
poluição, serão de grande preocupação das entidades publicas e da engenharia, na 
próxima década. 
Porque formar cidades? Porque formar cidades? Porque formar cidades? Porque formar cidades? 
O agrupamento de seres humanos nas cidades apareceu espontaneamente em 
regiões bastante isoladas e parece ter sido uma reação às necessidades básicas. Porque 
escolher viver juntos tão de perto ? Com os avanços da comunicação, os residentes de 
uma comunidade rural podem evitar a poluição, a feiúra, os engarrafamentos e a 
baderna, sem a necessidade de ficar isolados. Talvez isto aconteceu porque o 
agrupamento promove uma intensa interação. Nos entrecruzamentos existe um 
intercambio continuo de pessoas viajantes que vão e vem, progride o comercio de 
matérias primas, produtos acabados entram e saem, e uma troca de idéias entre 
pessoas dinâmicas que querem ficar perto da ação. 
A cidade