Engenharia   Uma breve introdução
258 pág.

Engenharia Uma breve introdução


DisciplinaCiências4.400 materiais268.080 seguidores
Pré-visualização50 páginas
pessoas geralmente mostram diferenças nas qualidades 
pessoais, no seu trabalho e na sua preparação. O auxiliar técnico tende a possuir 
pequena educação formal, mas uma grande experiência do treinamento no trabalho 
manual e de operação, enquanto que o engenheiro e o cientista tendem a ter maior 
educação teórica e formal, incluindo a possibilidade de ter a titulação de mestres e 
doutores. O treinamento prático no trabalho deste ultimo grupo esta freqüentemente 
limitado a uma curta e breve experiência pré-profissional. Se uma pessoa se converte 
num cientista, num engenheiro, num tecnólogo, num técnico especialista ou num 
auxiliar técnico, e se esta fica satisfeita com o seu trabalho, é o assunto de principal 
importância nos interesses pessoais e temperamentais. 
A pessoa que gosta de investigar os princípios científicos gerais de ampla 
significância, será mais feliz cientista; a pessoa prática, de pensamento matemático, 
cientificamente bem informada, ativa solucionadora de problemas, sempre atenta aos 
custos, provavelmente será mais feliz como engenheiro. A pessoa técnica quem 
prefere grande envolvimento com os dispositivos científicos e máquinas, que junto 
 
27 No Brasil existe a figura do Engenheiro de Operação. Na atualidade, desconheço a existência de cursos que ofereçam este tipo 
de titulação, e por isto, não será tratado neste livro. As atribuições profissionais do engenheiro de operação, se equivalem às do 
tecnólogo. 
\ufffd
\ufffd
\ufffd
\ufffd
\ufffd\ufffd
\ufffd\ufffd
\ufffd
\ufffd
A S A T I V I D A D E S D O E N G E N H E I R O 
Engenharia - Uma Breve Introdução \u2013 Cocian L.F.E. 61616161 
aos conceitos teóricos desfrutará do trabalho como tecnólogo. O individuo quem 
tiver pensamentos menos teóricos e preferir um envolvimento intenso mas prático, 
num papel de suporte técnico, freqüentemente ficará mais feliz como técnico 
especialista. A pessoa interessada principalmente na utilização das mãos e de 
ferramentas poderosas para propósitos técnicos, poderá desfrutar de um emprego 
como operário, maquinista, eletricista ou mecânico. 
22222222........99999999........22222222........ OOOOOOOO AAAAAAAAuuuuuuuuxxxxxxxxiiiiiiiilllllllliiiiiiiiaaaaaaaarrrrrrrr TTTTTTTTééééééééccccccccnnnnnnnniiiiiiiiccccccccoooooooo 
Os auxiliares técnicos tipicamente preferem trabalhar com ferramentas 
durante a instalação, manutenção ou conserto de objetos físicos. Por exemplo, o 
eletricista industrial utiliza fios para conectar os fusíveis, interruptores, reatores, 
motores, lâmpadas e outros complicados equipamentos elétricos. Os mecânicos de 
automóvel instalam, testam e consertam motores, freios, embreagens, as transmissões 
manuais e automáticas. Os maquinistas utilizam uma variedade de máquinas 
ferramenta para conformar metais para qualquer tipo de projeto. 
Os insufladores de vidros para uso em laboratório são um exemplo de 
auxiliares técnicos altamente habilidosos. O auxiliar técnico que desenvolveu rara 
habilidade manual orgulha-se de como ele pode fazer, instalar ou consertar coisas. Os 
auxiliares técnicos que operam e mantém guindastes, buldozers e outras máquinas de 
construção, são às vezes chamados engenheiros operacionais. Os auxiliares técnicos 
são empregados que utilizam equipamentos ou ferramentas, diferente daqueles que 
são planejadores, inovadores ou desenvolvedores de hipóteses. A sua formação pode 
incluir o ensino pós-médio tal como um treinamento num instituto técnico, 
normalmente conseguido com 1 ou 2 anos de estudo28 formal ou informal, em 
treinamentos no próprio trabalho. 
22222222........99999999........33333333........ OOOOOOOO TTTTTTTTééééééééccccccccnnnnnnnniiiiiiiiccccccccoooooooo EEEEEEEEssssssssppppppppeeeeeeeecccccccciiiiiiiiaaaaaaaalllllllliiiiiiiissssssssttttttttaaaaaaaa 
O técnico especialista freqüentemente utiliza ou realiza as idéias dos planos 
técnicos elaborados pelo engenheiro ou cientista. Os técnicos são os agentes 
executores, no lugar de inovadores ou projetistas, mesmo que façam desenhos, 
projetos ou trabalhos relacionados. Um exemplo é o técnico em eletrônica, que 
usualmente efetua uma ou mais das seguintes tarefas: efetuar os cálculos padronizados 
para: estimativa de custos, ou executa serviços manuais em equipamentos eletrônicos, 
instalações, verificação ou teste, manutenção e reparação, modificação e melhoria de 
equipamentos eletrônicos, vendas ou operação de equipamentos eletrônicos e (ou) 
instrumentos. 
Os técnicos especialistas são pessoas praticas que possuem conhecimentos dos 
princípios científicos, de dispositivos de teste e medição, e de técnicas manuais. O 
treinamento inclui o ensino médio concluído e mais 1 a 3 anos de estudo29. A 
formação normalmente inclui desenho técnico, álgebra elementar, trigonometria, 
física básica e redação de relatórios técnicos, mas sem incluir matemática e física 
avançadas. 
 
28 No Brasil, a formação relacionada é a do antigo técnico de 2o. grau, treinamento fornecido normalmente nas escolas técnicas. 
Na atualidade estes cursos mudaram para serem ministrados depois da conclusão do ensino médio, com o nome de cursos 
Seqüenciais de Complementação de Estudos.. 
29 No Brasil, normalmente são cursos Seqüenciais de Formação Específica com mais de 1600 horas. 
\ufffd
\ufffd
\ufffd
\ufffd
\ufffd\ufffd
\ufffd\ufffd
\ufffd
\ufffd
A S A T I V I D A D E S D O E N G E N H E I R O 
Engenharia - Uma Breve Introdução \u2013 Cocian L.F.E. 62626262 
22222222........99999999........44444444........ OOOOOOOO TTTTTTTTeeeeeeeeccccccccnnnnnnnnóóóóóóóóllllllllooooooooggggggggoooooooo 
O tecnólogo é tipicamente uma pessoa prática interessada na aplicação dos 
princípios da engenharia e da administração de pessoal para a produção industrial, a 
construção ou operação, ou para trabalhar na melhoria de dispositivos, processos, 
métodos e procedimentos. Estes se defrontam com as partes componentes do sistema 
global, que foi desenvolvido e projetado pelos engenheiros. Na pesquisa e 
desenvolvimento eles podem auxiliar na ligação entre o cientista ou engenheiro de um 
lado, com o técnico especialista ou o auxiliar técnico pelo outro. 
A formação do tecnólogo é parecida ao do técnico especialista, e tem duração 
aproximada de 3 anos30. Os graduados nos programas de formação de tecnólogos, 
usualmente podem qualificar-se para continuar seus estudos nos cursos de engenharia, 
numa complementação de mais 3 a 4 anos de estudo. A ênfase educacional dos 
programas formadores de tecnólogos, é menos teórica e menos matemática do que 
seus pares de engenharia, mas são mais orientados à prática a aos processos. 
O tecnólogo recebe uma educação ampla com maior ênfase na educação geral, 
incluindo treinamento em fiscalização de serviços técnicos e administração. Além 
disto, os tecnólogos freqüentemente recebem cursos adicionais nas áreas técnicas e um 
treinamento relativamente aprofundado nas ciências e matemática. A educação do 
tecnólogo, assim como a do engenheiro e a do cientista, deverá continuar durante 
toda a sua vida31. 
22222222........99999999........55555555........ OOOOOOOO EEEEEEEEnnnnnnnnggggggggeeeeeeeennnnnnnnhhhhhhhheeeeeeeeiiiiiiiirrrrrrrroooooooo 
O engenheiro é um inovador ou projetista de produtos, processos, 
procedimentos ou sistemas, cujo interesse está em: como resolver problemas práticos 
específicos de forma otimizada (através do uso de matemática, conhecimento das 
ciências e do senso prático). Acrescentado a isto, o engenheiro está usualmente 
interessado em como resolver problemas de forma econômica. 
A formação necessária para ingressar num programa de engenharia inclui a 
preparação em matemática (preferencialmente nas áreas de álgebra avançada, 
trigonometria e cálculo básico), com aproveitamento