Simulados CONT. MET. PRAT. ENSINO CRECHES E ED. INFANTIL
10 pág.

Simulados CONT. MET. PRAT. ENSINO CRECHES E ED. INFANTIL

Pré-visualização4 páginas
educador/ora de crianças NÃO ESTÃO:
		
	
	Em articular e integrar conhecimentos, de forma prazerosa.
	 
	Em preparar todos os murais da instituição com desenhos bem feitos.
	
	Em zelar pelo bem estar da criança, sabendo ouvi-la e respeitando-a.
	
	Em educar e cuidar da criança, como ser total, completo e indivisível.
	
	Em avaliar a evolução das crianças e registrar seus progressos.
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201407585148)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Várias pesquisas na área da psicologia do desenvolvimento têm apontado sobre a necessidade de brincar na infância, alguns autores, tais como: piaget e vygotsky, que consideram o brincar como fundamental nesse período, trouxeram várias contribuições, coloque nos parênteses das afirmativas abaixo: (p) para as contribuições de Piaget e (v) para as contribuições de Vygotsky: a) ( ) O jogo é essencialmente desejo satisfeito originado dos desejos insatisfeitos da criança que se tornam afetos generalizados. b) ( ) O Jogo de Exercício caracteriza a fase que vai desde o nascimento até o aparecimento da linguagem. c) ( ) Não existe atividade lúdica sem regras. d) ( ) O jogo de exercício caracteriza a fase do desenvolvimento pré-verbal. e) ( ) O Jogo de regras possui regras explicitas e o imaginário implícito.
		
	 
	V, P, V, P, V
	
	P, P, V, V, V
	
	P, P, V, V, P
	
	P, V, V, V, P
	
	V, P, P, V, V
		
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201407440392)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	O brincar leva a criança a uma série de descobertas e soluções, que envolvem o conhecimento da própria história, da cultura, da sociedade em que vive. Desenvolve a capacidade de imaginação e de recriação da realidade. O (a) professor(a) que entende o brincar como uma forma de aprender:
		
	
	estreita a comunicação com as crianças e encontra novas soluções.
	 
	infantiliza-se ao participar das brincadeiras das crianças.
	
	conhece mais os gostos das crianças, seu contexto de vida e cultura.
	
	observa as crianças brincando e reflete sobre elas sem intervir na sua ação.
	 
	realiza mediações durante o brincar das crianças possibilitando novas experiências