Disciplina Arquitetura (Cap 4 - Memória)
79 pág.

Disciplina Arquitetura (Cap 4 - Memória)


DisciplinaArquitetura de Computadores4.037 materiais30.519 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Memória Principal - Ordenação dos Bytes 
 
Ordenação Big endian 
 
\uf06e Bytes são numerados da esquerda para a direita 
(0, 1, 2,..., n-1) 
\uf06e Usada por sistemas Unix (arquiteturas SPARC, 
IBM Mainframe) 
\uf06e Exemplo numérico com 2 bytes: 
 0305H = 00000011 00000101 
 
 
Memória Principal - Ordenação dos Bytes 
 
Ordenação Little endian 
 
\uf06e Bytes são numerados da direita para esquerda 
(n-1, ..., 2, 1, 0) 
\uf06e Usada por IBM PCs (arquiteturas INTEL) 
\uf06e Exemplo numérico com 2 bytes: 
 0305H = 00000101 00000011 
 
Memória Principal - Ordenação dos Bytes 
 
\uf06e Exemplo: 
\uf06e Problemas causados pela falta de padronização do 
armazenamento em memória: 
 
\uf06e interpretação de instruções e dados em redes 
\uf06e softwares que rodam em várias plataformas devem 
tratar essas diferenças 
\uf06e uso de plataformas de palavras de diferentes 
tamanhos 
\uf06e Importante: A solução para o problema não é trivial, 
em geral se baseia em inversão dos bytes. Isto 
funciona para valores numéricos mas não para 
cadeias de caracteres. 
Memória Principal - Códigos com correção de erros 
 
Problema: 
\uf06e Dados da memória podem, ocasionalmente, conter 
erros causados por oscilação de tensão, por exemplo 
 
 
Solução: 
\uf06e Dados são armazenados na memória com um código 
que permita a detecção ou correção de erros 
\uf06e São acrescentados bits extras nas palavras de 
memória usados para verificar a exatidão da 
informação 
\uf06e Uma palavra de código de n (=m+r) bits conterá: m bits 
de dados + r bits de redundância (ou verificação). 
Memória Principal - Códigos com correção de erros 
 
\uf06e Distância de Hamming - igual ao número de bits 
correspondentes que diferem em duas palavras de 
código quaisquer. 
\uf06e As propriedades de detecção de erros e de correção 
de erros dependem fundamentalmente da sua 
distância de Hamming. 
\uf06e Exemplo: As palavras de código 10001001 e 
10110001 distam 3 unidades de Hamming. 
 
\uf06e Observação: É necessário que ocorram 3 erros 
(inversões) nos bits em destaque da palavra 2 para 
que ela se transforme na palavra 1. 
Exemplo de Código com correção de erros 
 
\uf06e Bit de Paridade: Definido pelo número de 1s que 
ocorrem em uma palavra. Paridade par está 
associada a um número par de 1s e paridade ímpar 
está associada a um número ímpar de 1s 
 
\uf06e Exemplo Simples: 
\uf0a8 Inclusão de 1 bit de paridade (0 - par e 1 - impar) aos bits 
de dados da palavra de código. 
\uf0a8 A ocorrência de 1 único erro produz palavra de código 
errada. 
\uf0a8 Erro só é detectado, e não corrigido. Programa cancela o 
processamento para não gerar resultados errados. 
Memória Secundária 
 
\uf06e Denominada memória secundária, memória auxiliar 
ou memória de massa. 
\uf06e Objetivo: garantir um armazenamento mais 
permanente à toda a estrutura de dados e programas 
do usuário - deve possuir maior capacidade que a 
memória principal. 
\uf06e Pode ser constituída por diferentes tipos de 
dispositivos, alguns diretamente ligados ao sistema 
para acesso imediato (Ex.: discos rígidos), e outros 
que podem ser conectados quando desejado (Ex.: 
disquetes, fitas, CD-ROM etc.). 
Memória Secundária - Parâmetros 
 
\uf06e Tempo de acesso/ciclo de memória - são, em geral, 
dispositivos eletromecânicos e não circuitos 
puramente eletrônicos - possuem tempo de acesso 
maiores. Tempos de acesso típicos: ordem de 8 a 15 
ms. Discos do tipo CD-ROM: 120 a 300 ms, fitas 
magnéticas - ordem de segundos. 
\uf06e Capacidade - varia bastante dependendo do tipo de 
dispositivo utilizado. Discos rígidos - entre 2 e 50 
Gbytes, CD-ROM - ordem de 600 MB, fitas 
magnéticas (a capacidade depende do comprimento 
da fita e da densidade de gravação). 
Memória Secundária - Parâmetros 
 
\uf06e Volatilidade - não voláteis. 
\uf06e Tecnologia - este parâmetro possui uma variedade 
imensa de tipos, visto que, para cada dispositivo 
entre os já mencionados (discos rígidos, disquetes, 
fitas, CD-ROM, CD R/W, DVD, etc.), há diferentes 
tecnologias de fabricação. 
\uf06e Temporariedade - armazenamento com caráter 
permanente ou, pelo menos, de longo período de 
armazenamento. 
\uf06e Custo - bastante variado.