estudodirigidoavaliacao3
2 pág.

estudodirigidoavaliacao3


DisciplinaIntrodução Aos Circuitos Elétricos30 materiais191 seguidores
Pré-visualização1 página
1
I. ESTUDO DIRIGIDO
1) Encontre o tria\u2c6ngulo de pote\u2c6ncias para cada ramo do circuito abaixo sendo de 20W a pote\u2c6ncia consumida no
resistor de 2\u2126. Determine tambe´m o tria\u2c6ngulo de pote\u2c6ncia total e o fator de pote\u2c6ncias.
Figura 1: Circuito
2) Determine o tria\u2c6ngulo de pote\u2c6ncias de um circuito com:
a) e = 200 sin(200t + 110\u25e6)V e i = 3 cos(200t\u2212 70\u25e6)A;
b) e = 500 b30\u25e6 V e i = 10 b60\u25e6 A
3) Em um circuito monofa´sico de distribuic¸a\u2dco de 110V , 60Hz, calcule a corrente na linha, a pote\u2c6ncia consumida e
o fator de pote\u2c6ncias das seguintes cargas em paralelo: Adote E = 110 b0\u25e6 V .
a) 10 la\u2c6mpadas incandescentes de 100W cada;
b) 20 la\u2c6mpadas fluorescentes, que consomem 40W cada la\u2c6mpada com reator de 8W (cada) com fator de pote\u2c6ncia
global de 0, 9 atrasado;
c) 2 motores de induc¸a\u2dco que consomem 1kW com corrente de 12A cada, atrasado em relac¸a\u2dco a tensa\u2dco;
d) Um forno ele´trico a resiste\u2c6ncia de 1kW .
4) Um transformador de 25kV A (pote\u2c6ncia nominal) operando em 127V , 60Hz fornece 12kW a uma carga com
fator de pote\u2c6ncia 0, 6 atrasado.
a) Determinar a porcentagem de plena carga que o transformador alimenta.
b) Desejando-se alimentar cargas com FP unita´rio com este transformador, quantos KW podem ser acrescentados,
ate´ que o transformador esteja em plena carga?
c) Se as cargas adicionais tiverem fator de pote\u2c6ncia 0, 8666 adiantado, quantos kV A dessa carga sera\u2dco necessa´rios
para levar o transformador a operar com sua capacidade plena de carga?
d) Nestas duas situac¸o\u2dces qual o fator de pote\u2c6ncia final, e qual a capacita\u2c6ncia necessa´ria, se for preciso, para que o
fator de pote\u2c6ncia fique acima de 0, 92 indutivo.
5) Um sistema trifa´sico sime´trico tem sequencia de fase B \u2212 A \u2212 C e VC = 220 b40\u25e6 . Determine as tenso\u2dces VA e
VB .
6) Uma carga equilibrada ligada em estrela e´ alimentada por um sistema trifa´sico sime´trico e equilibrado com
seque\u2c6ncia de fase direta. Sabendo que VBN = 220 b58\u25e6 V encontre:
a) as tenso\u2dces de fase na carga;
b) as tenso\u2dces de linha na carga;
2
c) as tenso\u2dces de fase na carga admitindo seque\u2c6ncia de fase inversa;
d) as tenso\u2dces de linha na carga admitindo seque\u2c6ncia de fase inversa.
7) Tendo um alternador trifa´sico alimentado por meio de uma linha equilibrada por uma carga trifa´sica equilibrada
e conhecendo a tensa\u2dco de linha no alternador (380V ), freque\u2c6ncia (60Hz), tipo de ligac¸a\u2dco do alternador (Y ) estrela,
nu´mero de fios da linha (3), resiste\u2c6ncia (0, 2\u2126), reata\u2c6ncia indutiva de cada fio da linha (0, 5\u2126) e impeda\u2c6ncia da carga
(3 + j4) \u2126, encontre:
a) as tenso\u2dces de fase e de linha no gerador;
b) as correntes de fase e de linha fornecidas pelo gerador;
c) as tenso\u2dces de fase e de linha na carga;
d) a queda de tensa\u2dco na linha;
e) diagrama de fasores.
8) Tendo um gerador trifa´sico alimentado por meio de uma linha com uma carga trifa´sica equilibrada ambos com
ligac¸a\u2dco triangular com tensa\u2dco de linha do gerador de 220V , freque\u2c6ncia 60Hz e seque\u2c6ncia de fase direta. Sendo a
impeda\u2c6ncia de cada um dos ramos da carga (3 + j4) \u2126, resiste\u2c6ncia de 0, 2\u2126 e reata\u2c6ncia indutiva 0, 15\u2126 de cada fio da
linha, encontre:
a) as tenso\u2dces de fase e de linha no gerador;
b) as correntes de linha;
c) as correntes de fase na carga;
d) as tenso\u2dces de fase e de linha na carga;
e) o diagrama de fasores.
9) Se uma carga absorve (100 + j50) kV A determine a impeda\u2c6ncia quando a tensa\u2dco vale 220V .
10) Determine o fasor da corrente de linha quando uma carga trifa´sica equilibrada possui fator de pote\u2c6ncia 0, 8
indutivo sendo alimentada por um sistema trifa´sico sime´trico com seque\u2c6ncia de fase direta e com VAB = 220 b25\u25e6 V
e absorve 15200W .
	Estudo dirigido