Contabilidade Básica
7 pág.

Contabilidade Básica


DisciplinaContabilidade Básica17.266 materiais435.764 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Contabilidade Básica
Aula 03 \u2013 Técnicas, Escrituração e os Principais Sistemas Contábeis
Ao final desta aula, você será capaz de:
\u2022 identificar as principais técnicas contábeis;
\u2022 conhecer o subsistema patrimonial e o subsistema de resultados; 
\u2022 reconhecer as contas para registro;
\u2022 identificar as contas contábeis do subsistema patrimonial e do subsistema de resultados.
Nessa aula você poderá identificar as técnicas contábeis e suas formalidades, os sistemas de informações contábeis e seus principais subsistemas e os atos e fatos contábeis.
Além disso, você estudará alguns aspectos das contas contábeis e, verá também, a regulamentação pertinente ao estudo dessa aula.
O que são as técnicas contábeis?
Quais são as principais técnicas contábeis?
As técnicas contábeis são um conjunto de procedimentos e utilizados pela contabilidade para registro ou levantamento dos fatos contábeis.
As principais técnicas contábeis são:
\u2022 escrituração 
\u2022 demonstrações contábeis e financeiras;
\u2022 analise das demonstrações contábeis ou financeiras;
\u2022 auditoria.
Veja agora, de forma mais detalhada, uma das técnicas contábeis: a escrituração.
O dia-a-dia de uma organização é permeado por atividades realizadas por diversas pessoas. Essas atividades representam, na verdade, movimentações patrimoniais, isto é, atos e fatos contábeis.
Para o registro dos atos e fatos contábeis é utilizada uma técnica chamada Lançamento. Os lançamentos são efetuados nos livros contábeis.
Com isso, podemos definir a escrituração como um conjunto de lançamentos efetuados nos livros contábeis.
Atualmente, a maioria das organizações efetuam os registros dos atos e fatos em sistemas contábeis informatizados. Por meio desses sistemas, são extraídos os demonstrativos no encerramento do exercício.
Cada tipo de organização possui suas obrigações legais de elaboração e evidenciação dos atos e fatos que alteram a situação patrimonial de uma entidade.
A organização deve manter um sistema de escrituração uniforme dos seus atos e fatos administrativos, por meio de um processo manual, mecanizado ou eletrônico.
Para a escrituração contábil ser uniforme, alguns pontos são necessários.
O idioma e a moeda devem ser nacionais.
A escritura será em forma contábil e em ordem cronológica de dia, mês e ano.
A escritura não poderá conter espaços em branco, entrelinhas, rasuras, emendas ou ultrapassar as margens.
A escritura deverá ser feita com base em documentos de origem externa ou interna. Na falta deles, poderá ser feita utilizando elementos que comprovem ou evidenciem fatos e a prática de atos administrativos.
Escrituração contábil
A escrituração contábil e a emissão de relatórios, peças, análises, mapas demonstrativos e demonstrações contábeis são de atribuição e responsabilidade exclusivas do Contabilista legalmente habilitado. O balanço e as demais demonstrações contábeis de encerramento de exercício constam no diário, que possui as assinaturas do Contabilista e do titular ou representante legal da Entidade. Esse mesmo procedimento deverá ser adotado nas demonstrações contábeis elaboradas por força de disposições legais, contratuais ou estatutárias.
Os preceitos gerais da escrituração contábil devem ser seguidos fielmente pelos registros auxiliares, quando eles forem adotados.
No livro diário, são lançadas, em ordem cronológica e de forma clara, todas as operações ocorridas, inclusive, as operações de natureza aleatória e quaisquer outros fatos que provoquem variações patrimoniais.
livro diário
o livro diário será registrado no registro Público competente, de acordo com a legislação vigente.
Quando \u201cdiário\u201d e \u201crazão\u201d forem feitos por processo que utilize fichas ou folhas soltas, deverá ser adotado o registro de Balancetes Diários e Balanços.
Processo
No caso da organização adotar para sua escrituração contábil o processo eletrônico, os formulários contínuos numerados mecânica ou tipograficamente, serão destacados e encadernados em forma de livro.
Você sabe como se dá o registro no método das partidas dobradas?
A essência do método das partidas dobradas é que o registro de qualquer operação implica no débito em uma ou mais contas. Esse débito deverá corresponder a um crédito equivalente, em uma ou mais contas, de forma que a soma dos valores debitados seja sempre igual à soma dos valores creditados.
Lógica contábil das partidas dobradas
Não existem débitos sem os créditos correspondentes.
O total de débitos é igual ao total de créditos.
As origens de recursos são iguais às aplicações de recursos.
Já analisamos as técnicas, a escrituração e o registro. Veja agora, quais são os elementos do subsistema patrimonial.
Os elementos do subsistema patrimonial compõem a estática patrimonial. A natureza apenas define como o registro será realizado.
estática patrimonial 
O Ativo também conhecido como aplicações de recurso tem natureza devedora
realizado
Pode ser realizado a debito ou a credito. A natureza devedora define que os registros à debito aumentam o valor financeiro do ativo, ou seja um aumento do ativo deve ser registrado do lado devedor.
 Observe alguns elementos que compõem o subsistema patrimonial:
Bens
Elementos patrimoniais físicos, que podem ser expressos em moeda.
Direitos
Títulos, contratos e transações representativas de direitos da empresa, que podem ser expressos em moeda.
Outro elemento que compõe o subsistema patrimonial é o passivo, que possui natureza credora. Veja seus principais elementos.
Credora
Um aumento no passivo deve ser registrado do lado credor da conta a ser movimentada
Principais elementos do passivo Características
Obrigações: Títulos, contratos, transações, financiamentos, empréstimos e provisões representativas de fontes de recursos das atividades da organização, obtida com terceiros.
Patrimônio líquido (situação líquida): Fontes de financiamento incorporadas à organização por meio de seus  proprietários ou por meio do Lucro obtido no desenvolvimento das atividades.
Contas: A Contabilidade possui dois aspectos fundamentais: qualitativo e quantitativo. As contas arquivam  as informações resultantes desses aspectos, para futuras emissões de demonstrativos sobre a posição econômica e financeira da organização.
Patrimônio: os elementos de patrimônio podem ser chamados de balanço, pois o demonstrativo contábil do balanço patrimonial corresponde ao resumo da posição econômica e financeira de uma organização, em uma determinada data.
					
Qualitativo: Corresponde ao tipo de bem, direto, obrigação, receita, despesa e a data da ocorrência do evento.
Quantitativo: Corresponde a avaliação monetária e as respectivas quantidades dessas ocorrências, que devem ser registradas e controladas para o fornecimento, a qualquer tempo, de informações sobre as atividades empresariais.
Na tabela anterior, o último elemento caracterizado foram as contas. A natureza das contas indicam a forma que elas serão movimentadas.
Representação gráfica do sistema patrimonial e das contas
Representam registros de débitos e créditos da mesma natureza ou espécie, identificadas por nomes que qualificam elementos patrimoniais. Além disso, representa também, um conjunto de transações diferentes, mas de mesma natureza.
Estrutura do sistema patrimonial
Sistema Patrimonial
Ativo (A)
Parte positiva composta por bens e direitos. É também denominado de Patrimônio Bruto ou Capital Total, à disposição da empresa. Representa a parte esquerda do gráfico patrimonial.
Passivo exigível ou de Terceiros (PE)
Parte negativa composta pelas obrigações com terceiros. É também denominado de Capital de Terceiros ou Obrigações Exigíveis. Representa a parte direita do gráfico patrimonial.
Patrimônio Líquido (PL) ou Situação Líquida (SL)
Corresponde à diferença entre o Ativo e o Passivo Exigível. É também denominado de Saldo Patrimonial, Capital Próprio ou Obrigações Inexigíveis. Representa as obrigações