Direito Administrativo exercícios
52 pág.

Direito Administrativo exercícios


DisciplinaIntrodução ao Direito I82.532 materiais496.538 seguidores
Pré-visualização30 páginas
C) Explícita ou implicitamente, os princípios do direito administrativo que informam a atividade da administração pública devem ser extraídos da CF.
D) Os princípios que regem a atividade da administração pública e que estão expressamente previstos na CF são os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade.
E) A lei que trata dos processos administrativos no âmbito federal previu outros princípios norteadores da administração pública. Tal previsão extrapolou o âmbito constitucional, o que gerou a inconstitucionalidade da referida norma.
(OAB/RJ 32 CESPE/2007) De acordo com o princípio da publicidade administrativa,
A) não se admite qualquer espécie de sigilo no exercício de funções administrativas.
B) só existem atos administrativos escritos e sua eficácia é sempre condicionada à publicação no Diário Oficial.
C) o ato administrativo deve ser sempre publicado em sítio do órgão ou entidade pública na Internet.
D) pode haver sigilo de informações administrativas quando tal for imprescindível à segurança do Estado e da sociedade.
 (UEPA NÍVEL MÉDIO AGENTE ADMINISTRATIVO CESPE/2007) São princípios básicos da administração pública:
A) legalidade, moralidade, eficiência e razoabilidade.
B) legalidade, moralidade, publicidade e proporcionalidade.
C) razoabilidade e proporcionalidade, apenas.
D) legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.
QUESTÃO 39
(UEPA NÍVEL MÉDIO AGENTE ADMINISTRATIVO CESPE/2007) Com relação aos principais princípios da administração pública, assinale a opção correta.
A) O princípio da moralidade está diretamente relacionado aos princípios éticos da boa-fé e da lealdade.
B) O princípio da eficiência da administração pública não está vinculado a padrões modernos de gestão administrativa.
C) A aplicação do princípio da publicidade propicia a obtenção de eficácia do serviço público.
D) O princípio da legalidade desobriga o administrador do cumprimento da lei.
(TRT 9ª REGIÃO TECNICO JUDICIÁRIO CESPE/2007) Em regra, não viola o princípio da continuidade do serviço público a suspensão de um serviço, após aviso prévio, decorrente de falta ou atraso de pagamento.
(PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO BRANCO FISCAL DE TRIBUTO CESPE/2007) Na hipótese em apreço, como não houve alteração na lei, mas apenas mudança da sua interpretação, de acordo com o princípio da legalidade, essa nova interpretação deve retroagir para alcançar os atos praticados com base na antiga interpretação.
Na segunda fase do concurso para provimento de cargo de policial, Flávio matriculou-se no curso de formação, já que tinha sido aprovado nas provas objetivas, no exame psicotécnico e no teste físico, que compunham a chamada primeira fase. No entanto, a administração pública anulou o teste físico, remarcando nova data para a sua repetição, motivo pelo qual foi anulada a inscrição de Flávio no curso de formação. Acerca dos atos administrativos referentes à situação hipotética apresentada, julgue os itens subseqüentes.
(MS TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR DIREITO CESPE/2008) Ao lado do controle judicial da administração pública e da proteção ao direito de propriedade, o princípio da legalidade constitui uma das maiores conquistas no campo do direito administrativo.
(MS TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR DIREITO CESPE/2008) O Estado moderno deve submeter-se à transparência nos processos que definem as diferentes funções do Estado, estando, ainda, tais processos sujeitos a mecanismos de controle por parte do próprio Estado e da sociedade.
(ABIN OFICIAL DE INTELIGÊNCIA CESPE/2008) A anulação do exame físico está inserida no poder de autotutela da administração, não sendo imprescindível que haja contraditório e ampla defesa, pois o ato em si não trouxe qualquer prejuízo para Flávio \u2014 já que ele irá refazer o teste físico \u2014 nem para os demais candidatos.
 (PGE/ES PROCURADOR DO ESTADO CESPE/2008) Considere a seguinte situação hipotética. Determinada norma presente em uma constituição estadual condiciona a nomeação de pessoa para cargo em fundação pública do Poder Executivo à prévia aprovação da assembléia legislativa. Além disso, tal norma permite a livre exoneração dessa pessoa pelo governador. Nessa situação, a lei em questão ofende o princípio da separação dos poderes.
(OAB 136 SP CESPE/2008) Assinale a opção correta com relação aos princípios que regem a administração pública.
A) Não ofende o princípio da moralidade administrativa a nomeação de servidora pública do Poder Executivo para cargo em comissão em tribunal de justiça no qual o vicepresidente seja parente da nomeada.
B) A administração pública pode, sob a invocação do princípio da isonomia, estender benefício ilegalmente concedido a um grupo de servidores a outro grupo que esteja em situação idêntica.
C) Ato administrativo não pode restringir, em razão da idade do candidato, inscrição em concurso para cargo público.
D) O Poder Judiciário pode dispensar a realização de exame psicotécnico em concurso para investidura em cargo público, por ofensa ao princípio da razoabilidade, ainda quando tal exigência esteja prevista em lei.
 (OAB 137 SP CESPE/2008) Um município não paga, há mais de 6 meses, as contas decorrentes do fornecimento de energia elétrica. A concessionária do serviço, após dois avisos de que o fornecimento de energia seria interrompido, suspendeu a prestação do serviço ao município, impossibilitando a fruição da energia elétrica em todos os prédios públicos e, ainda, nos espaços públicos, como ruas e praças. O município recorreu ao Poder Judiciário, requerendo que fosse determinado à concessionária o restabelecimento da prestação do serviço. 
Com relação à situação hipotética apresentada, assinale a opção correta.
A) É ilegal a suspensão do fornecimento de energia elétrica para espaços públicos como ruas e praças, pois a suspensão atinge os cidadãos de forma geral, os quais pagam os seus impostos e não podem ser responsabilizados pela inadimplência do município.
B) A concessionária não pode suspender o fornecimento de energia elétrica nas unidades e serviços públicos nos quais não se admite paralisação, como, por exemplo, hospitais e postos de saúde, haja vista a impossibilidade de descontinuidade da prestação desses serviços.
C) A taxa ou preço público que deveria ser paga pelo município à concessionária é suficiente para demonstrar o caráter obrigatório e essencial do serviço.
D) No que diz respeito ao fornecimento da energia elétrica, a relação entre o município e a concessionária caracteriza-se como relação de consumo.
(OAB 137 SP CESPE/2008) Acerca dos princípios de direito administrativo, assinale a opção incorreta.
A) Tanto a administração direta quanto a indireta se submetem aos princípios constitucionais da administração pública.
B) O rol dos princípios administrativos, estabelecido originariamente na CF, foi ampliado para contemplar a inserção do princípio da eficiência.
C) O princípio da legalidade, por seu conteúdo generalizante, atinge, da mesma forma e na mesma extensão, os particulares e a administração pública.
D) Embora vigente o princípio da publicidade para os atos administrativos, o sigilo é aplicável em casos em que este seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado.
(PC/PB AGENTE E ESCRIVÃO CESPE/2008) O princípio da eficiência na administração pública foi inserido no caput do art. 37 da CF apenas com a edição da Emenda Constitucional n.º 19/1998. Entretanto, mesmo antes disso, já era considerado pela doutrina e pela jurisprudência pátria como um princípio implícito no texto constitucional. Sob o enfoque desse princípio, assinale a opção correta.
A) A burocracia administrativa é considerada um mal necessário, de forma que a administração não deve preocupar-se em reduzir as formalidades destituídas de sentido.
B) O princípio da eficiência, relacionado na CF apenas na parte em que trata da administração pública, não se aplica às ações dos Poderes Legislativo e Judiciário.