ATIVIDADE ESTRUTRADA DE MATEMATICA FINANCEIRA
14 pág.

ATIVIDADE ESTRUTRADA DE MATEMATICA FINANCEIRA


DisciplinaErgonomia, Higiene e Segurança do Trabalho2.252 materiais20.763 seguidores
Pré-visualização5 páginas
também os cheques especiais, garantidos até determinado limite, 
acertado entre o banco e o cliente. 
Notas: 
 
(*) cidadão que cuidava do comércio de ouro. 
- Texto extraído do livro "Dinheiro no Brasil" - F. dos Santos Trigueiro. 
 
Cartões de Crédito 
 
O uso de moedas e cédulas está sendo substituído cada vez mais por 
pequenos cartões de plástico. Instituições financeiras, bancos e um crescente 
número de lojas oferecem a seus clientes cartões que podem ser usados na 
compra de grande número de bens e serviços, inclusive em lojas virtuais 
através da Internet. 
Os cartões não são dinheiro real: simplesmente registram a intenção de 
pagamento do consumidor. Cedo ou tarde a despesa terá de ser paga, em 
espécie ou em cheque. É, portanto, uma forma imediata de crédito 
O Cartão de crédito surgiu nos Estados Unidos na década de 20. Postos de 
gasolina, hotéis e firmas começaram a oferecê-los para seus clientes mais fiéis. 
Eles podiam abastecer o carro ou hospedarem-se num hotel sem usar dinheiro 
ou cheque. 
Em 1950, o Diners Club criou o primeiro cartão de crédito moderno. Era aceito 
inicialmente em 27 bons restaurantes daquele país e usado por importantes 
homens de negócios, como uma maneira prática de pagar suas despesas de 
viagens a trabalho e de lazer. Confeccionado em papel cartão, trazia o nome 
do associado de um lado e dos estabelecimentos filiados em outro. Somente 
em 1955 o Diners passou a usar o plástico em sua fabricação. 
Em 1958, foi a vez do American Express lançar o seu cartão. Na época, os 
bancos perceberam que estavam perdendo o controle do mercado para essas 
instituições, e no mesmo ano o Bank of America introduziu o seu 
BankAmericard. Em 1977, o BankAmericard passa a denominar-se Visa. Na 
década de 90, o Visa torna-se o maior cartão com circulação mundial, sendo 
aceito em 12 milhões de estabelecimentos. 
Muitos cartões de plástico não têm poder de compra. Simplesmente ajudam a 
usar e a obter formas conhecidas de dinheiro. São os cartões de banco que 
garantem cheques, retiram dinheiro e fazem pagamentos em caixas 
automáticos. 
Outros cartões aliam as funções de compra, movimentação de conta-corrente e 
garantia de cheques especiais. 
O comércio vem criando os seus próprios cartões. Destinados a atender a uma 
clientela mais fiel, eles facilitam a compra e eliminam a burocracia na abertura 
de crédito. 
Em diversos países os cartões telefônicos são uma maneira prática de realizar 
ligações de telefones públicos sem o incômodo de fichas e moedas. A cada 
chamada a tarifa é descontada do valor facial do cartão. 
O mais recente avanço tecnológico em termos de cartão foi o desenvolvimento 
do smart card, o cartão inteligente. Perfeito para a realização de pequenas 
compras, ele vem com um chip que pode ser carregado com uma determinada 
soma em dinheiro. À medida que o portador vai gastando, seu saldo vai sendo 
eletronicamente descontado. Quando o saldo acaba, o cartão pode ser 
carregado com uma nova quantia. 
Os cartões se multiplicaram. Hoje eles estão cada vez mais direcionados para 
os diversos nichos de mercado. São cartões de afinidade, que apoiam 
campanhas sociais, ecológicas; cartões para atender jovens e universitários; ou 
cartões de negócios destinados a altos funcionários de empresas. 
O dinheiro, seja em que forma se apresente, não vale por si, mas pelas 
mercadorias e serviços que pode comprar. É uma espécie de título que dá a 
seu portador a faculdade de se considerar credor da sociedade e de usufruir, 
através do poder de compra, de todas as conquistas do homem moderno. 
A moeda não foi, pois, genialmente inventada, mas surgiu de uma necessidade 
e sua evolução reflete, a cada momento, a vontade do homem de adequar seu 
instrumento monetário à realidade de sua economia. 
- Texto extraído da revista: "As Muitas Faces da Moeda" do Centro Cultural do 
Banco do Brasil. 
 
 
Referência 
 
\uf0b7 http://www.bcb.gov.br/?ORIGEMOEDA 
 
 
 
2 \u2013 Realize uma pesquisa de campo, se dirigindo a bancos, financeiras, 
empresas de factoring etc, elencando pelo menos 10 produtos financeiros 
relacionados a empréstimos, financiamentos ou aplicações financeiras, 
associando a cada um a prática de apuração dos juros: juros simples ou 
juros compostos, antecipados ou não, e metodologia de cômputo dos 
dias (comercial, exatos, úteis). 
 
 
A pesquisa de campo foi realizada na instituição financeira Banco do Brasil SA, 
na cidade de Candeias/BA, onde existe apenas uma agencia da mesma e 
atende aproximadamente 80 mil clientes pessoas físicas e 23 mil clientes 
pessoas jurídicas. 
Neste caso os produtos relacionados como empréstimos bancários, 
financiamentos, aplicações, são operações utilizadas em juros compostos com 
metodologia de cômputo no dia comercial (30 dias). 
 
 
BB CRÉDITO CONSIGNAÇÃO 
 
\uf0b7 Empregador possuir convênio com o BB para o desconto das prestações 
em folha de pagamento; 
\uf0b7 Possuir limite de crédito disponível; 
\uf0b7 Possuir contrato de adesão assinado. A assinatura é feita uma única vez 
e viabiliza o acesso a todas as linhas de crédito; 
\uf0b7 Possuir margem consignável disponível junto ao empregador. 
 
BB CRÉDITO RENOVAÇÃO CONSIGNAÇÃO 
\uf0b7 
Empregador possuir convênio com o BB para o desconto das prestações 
em folha de pagamento; 
\uf0b7 Possuir operações de crédito pessoal renováveis no BB; 
\uf0b7 Não haver parcelas em atraso; 
\uf0b7 Haver pelo menos uma prestação paga de operações renováveis. 
\uf0b7 Possuir limite de crédito disponível; 
\uf0b7 Possuir contrato de adesão assinado. A assinatura é feita uma única vez 
e viabiliza o acesso a todas as linhas de crédito; 
\uf0b7 Possuir margem consignável disponível junto ao empregador; 
 
POUPANÇA OURO 
\uf0b7 Poupança Programada: você define o dia do mês, o valor e por quanto 
tempo quer investir, e o BB faz a transferência automática dos valores 
da sua conta corrente para a poupança. 
\uf0b7 O investimento gera pontos no Programa Ponto Pra Você. 
\uf0b7 Facilidade de movimentação pelos diversos canais de atendimento do 
BB. 
\uf0b7 Para cobrir eventual saldo devedor em conta corrente, você pode 
autorizar o Resgate Automático da aplicação. 
 
FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO BB 
 
É o crédito destinado à compra de imóvel residencial ou comercial, novo ou 
usado, em alvenaria e em área urbana. Os valores são entre R$ 20 mil e R$ 
1,5 milhão para imóveis residenciais e até R$ 5 milhões para imóveis 
comerciais. Em conformidade com a Política de Crédito do BB o financiamento 
pode chegar a 90% (no caso da agencia ora entrevistada, por existir um 
convenio enquadra-se nessa categoria) do valor de avaliação ou valor de 
compra e venda do imóvel desejado, o que for menor. 
 
 
BB CRÉDITO VEÍCULO 
 
Financiamento para compra de carros novos ou usados, nacionais ou 
importados, com até 10 anos de fabricação. O crédito é liberado na conta 
corrente do vendedor / fornecedor do veículo e pode ser contratado em 
qualquer agência do Banco do Brasil. O prazo pode ser de até 60 meses. As 
prestações são debitadas em conta corrente. 
 
CHEQUE ESPECIAL 
 
É um limite de crédito disponibilizado em conta corrente e que pode ser 
utilizado sempre que não houver saldo suficiente para pagamentos de títulos, 
cheques, saques em dinheiro, etc. 
O cheque especial deve ser utilizado em situações de emergência, como por 
exemplo, para pagamento de uma conta quando você sabe que receberá 
dinheiro em alguns dias, ou em prazos curtos, como alternativos para aqueles 
pequenos \u201cburacos\u201d que aparecem no orçamento. Se você sabe que precisará 
utilizar esse dinheiro por um prazo maior, considere a possibilidade de 
contratar uma operação de Crédito Pessoal (CDC), que lhe oferece taxas 
menores e prazos maiores. Não apresenta sistema de amortização a divida 
para ser regularizada é cobrir o saldo devedor. 
 
BB CRÉDITO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO 
 
É o crédito
Fernanda
Fernanda fez um comentário
Otimo trabalho! só faltou a 6.
0 aprovações
marcilene
marcilene fez um comentário
muito bom.. parabéns
0 aprovações
Julio
Julio fez um comentário
Trabalho INCOMPLETO!
0 aprovações
Társila
Társila fez um comentário
Ótimo trabalho!!!
0 aprovações
Vanessa
Vanessa fez um comentário
excelente trabalho !
0 aprovações
Carregar mais