10520-Citação em texto
7 pág.

10520-Citação em texto


DisciplinaCuidados Paliativos e Tanatologia12 materiais238 seguidores
Pré-visualização7 páginas
Sede:
Rio de Janeiro
A v. T r ez e d e M ai o, 1 3 - 28 º an d a r
CEP 20003- 900 - C aixa P ost al 1680
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: PABX (21) 3974-2300
Fax: (2 1) 22 40-82 49/2 220 -6436
End ereç o el etr ônic o:
www.abnt.org.br
ABNT - Associação
Brasileira de
Normas Técnicas
Copyri ght © 2002,
ABNT–Associ ação Brasileira de
Normas Técnicas
Printed in Br azil/
Im press o n o Brasi l
Tod os os dir eit os reserv ad os
AGO 2002 NBR 10520
Info rmação e docum entaç ão - Cit ações
em docu mento s - Apr esent ação
Or ig em : Proj eto NBR 1052 0:2002
ABNT/C B-14 - Com i tê Brasi leir o de Finanç as, Banc os, Seg uros, Com ér cio,
Adm ini stração e D ocum ent ação
CE- 14:001. 01 - C om is são de Estudo de Doc um entação
NBR 10520 - I nf orm ati on and doc um entati on - Pr esen tatio n of ci tations
Des crip tor s: Doc um entat ion. C itati on
Esta N orm a f oi b aseada na I SO 690: 1987
Esta N orm a s ubsti tui a N BR 10520: 2001
Váli da a par tir de 2 9.09. 2002
Palav r as- chave: Doc um entação. C itaç ão 7 pág i nas
Sumári o
Prefácio
1 Objetivo
2 Referências normativas
3 Definições
4 Localização
5 Regras gerais de apresentação
6 Sistema de chamada
7 Not as de rodapé
Prefácio
A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo
conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasil eiros (ABNT/CB) e dos Organismos de Normalização Setori al
(ABNT/ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representant es dos setores envolvidos, del as
fazendo parte: produtores, consum idores e neutros (universidades, laboratóri os e outros).
Os Projetos de Norma Brasileira, el aborados no âmbito dos ABNT/CB e ABNT/ONS, circulam para Consulta Públi ca entre
os associados da ABNT e dem ai s interessados.
1 Objetivo
Es t a No rm a es p eci f i ca as c a rac t erí s ti cas exi g í v ei s par a a pr es en t ã o de ci t ões em do cum ent o s.
2 Referências normativas
As normas rel acionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para esta
Norma. As edições i ndicadas estavam em vigor no m om ento desta publicação. Como t oda norma está sujeita à r evisão,
recom enda-se àquel es que realizam acordos com base nest a que verifi quem a conveniência de se usarem as edições
mais recentes das normas citadas a seguir. A ABNT possui a informação das normas em vi gor em um dado momento.
NBR 6023:2002 - Informação e docum entação - Ref erências - El aboração
NBR 10522:1988 - Abreviação na descri ção bibliográfica - Procedim ento
3 Definições
Para os ef ei tos desta Norma, aplicam-se as segui ntes defi nições:
3.1 citação: Menção de um a informação extraída de outra fonte.
3.2 citação de citação: Cit ação direta ou indireta de um texto em que não se t eve acesso ao original.
Licença de uso exclusivo para Petrobrás S/A 
Cópia impressa pelo Sistema Target CENWeb
NBR 10520: 2002
2
3.3 citação direta: Transcrição t extual de parte da obra do autor consul tado.
3.4 citação indireta: Texto baseado na obra do autor consultado.
3.5 notas de referência: Notas que indicam fontes consultadas ou rem etem a out ras partes da obra onde o assunto foi
abordado.
3.6 not as de rodapé: Indicações, observações ou aditam ent os ao texto f ei tos pelo autor, tradutor ou editor, podendo
também aparecer na margem esquerda ou dir eita da mancha gráfica.
3.7 not as explicativas: Notas usadas para comentári os, esclarecimentos ou explanações, que não possam ser incluídos
no texto.
4 Localização
As ci tações podem aparecer:
a) no texto;
b) em notas de rodapé.
5 Regras gerais de apresentação1)
Nas citações, as chamadas pel o sobrenome do autor, pela i nstituição responsável ou título incluído na sentença devem ser
em letras m ai úsculas e m inúsculas e, quando estiverem entre parênt eses, devem ser em letras mai úsculas.
Exem plos: A ironi a seria assim uma forma implíci ta de het erogeneidade mostrada, conform e a classificação proposta
por Authi er- Reiriz (1982).
“Apesar das aparências, a desconstr ução do logocentri smo não é um a psicanáli se da fil osofia [...]”
(DERRIDA, 1967, p. 293).
5.1 Especifi car no t exto a(s) página(s), vol ume(s), tomo(s) ou seção(ões) da fonte consultada, nas citações diretas. Este(s)
deve( m ) seguir a data, separado(s) por vírgula e precedido(s) pelo term o, que o(s) caracteriza, de forma abreviada. Nas
citações indi retas, a i ndi cação da(s) página(s) consultada(s) é opcional.
Exem plos: A produção de lítio começa em Searles Lake, Califórnia, em 1928 (MUMFORD, 1949, p. 513).
Oliveira e Leonardos (1943, p. 146) dizem que a "[...] relação da séri e São Roque com os granit os porfirói des
pequenos é muit o clara."
Mey er parte de um a passagem da crônica de “14 de maio”, de A Sem ana: “Houve sol , e grande sol, naquele
domingo de 1888, em que o Senado votou a l ei, que a regente sanci onou [...] (ASSI S, 1994, v. 3, p. 583).
5.2 As citações diretas, no texto, de até tr ês linhas, devem estar contidas entre aspas duplas. As aspas simples são
utilizadas para indicar citação no interior da citação.
Exem plos: Barbour (1971, p. 35) descreve: “O estudo da morfologia dos terrenos [...] ativos [...]”
ou
“Não se m ova, faça de cont a que está morta. ” (CLARAC; BONNIN, 1985, p. 72).
Segundo Sá (1995, p. 27): “[...] por mei o da mesm a ‘arte de conversação’ que abrange tão extensa e
significativa parte da nossa existência cotidiana [...]”
5.3 As citações diretas, no texto, com mais de três li nhas, devem ser dest acadas com recuo de 4 cm da margem esquerda,
com letra m enor que a do texto utilizado e sem as aspas. No caso de docum entos datilografados, deve-se observar
apenas o r ecuo.
Ex em pl o: A t elec onf er ênci a p er mit e ao in diví du o par tici p ar de um enc ont r o n aci on al ou r egi on al s em a nec ess id ade
de dei xar s eu l oc al d e or ig em. T ipos c omu ns d e t el ec onf erênc ia inc l uem o us o d a t elevis ão, tel ef one, e
comp ut ador . Atr av és d e áu di o-c onf erênc i a, ut iliz an do a c omp anhi a l oc al d e tel ef one, um sin al de áudi o
pod e s er em iti do em u m salão d e qu alqu er di mens ão. (NI CHO LS , 199 3, p. 181) .
5.4 Devem ser indicadas as supr essões, i nterpolações, com entários, ênfase ou destaques, do seguinte modo:
a) supr es sões: [. ..]
b) i nterpolações, acr éscimos ou com entários: [ ]
c) ênfase ou destaque: grifo ou negrito ou itáli co.
5.5 Q uando se tratar de dados obtidos por informação verbal (pal estras, debates, comunicações etc.), indicar, ent re
parênteses, a expressão informação ver bal, m encionando-se os dados disponívei s, em nota de rodapé.
_____________________
1) O us o do pont o f in al ap ós as ci taç ões d eve at end er às regr as gr amat ic ais.
Licença de uso exclusivo para Petrobrás S/A 
Cópia impressa pelo Sistema Target CENWeb
NBR 10520: 2002 3
Ex em pl o: No t ext o:
O novo medicam ento est ará disponível até o final deste sem estre (i nformação verbal)1.
No r odapé da página:
_________________
1 Notíc i a f ornec ida p or J ohn A . S mi th n o C ongr ess o Int ern aci onal d e En genh ari a G en étic a, em L ondr es, em ou tu br o de 2 001.
5.6 Na citação de trabalhos em f ase de el aboração, deve ser mencionado o fato, indicando-se os dados disponívei s, em
nota de rodapé.
Ex em pl o: No t ext o:
Os poetas selecionados contribuíram para a consolidação da poesia no Rio Gr ande do Sul, séculos XIX e
XX (em fase de elaboração)1
.
No r odapé da página:
_________________
1 Poetas rio-gr andens es, de autoria d e Elvo Clement e, a ser editado p ela EDIPUCRS, 2002.
5.7 Par a enfatizar trechos da citação, deve-se destacá-los indicando esta alteração com a expressão grifo nosso entr e
parênteses, após a chamada da citação, ou grif o do autor, caso o dest aque já faça parte da obr a consultada.
Exem plos: “[...] para que não tenha l ugar a producção de degenerados, quer physicos quer moraes, miséri as,
ver dadeir as ameaças à sociedade.” (SOUTO, 1916, p. 46, grifo nosso).
“[...] b) desejo de criar uma literatura independente, diversa, de vez que, aparecendo o classici smo como
manifestação de passado colonial [...]” (CANDIDO, 1993, v. 2, p. 12, grif o do autor).
5.8 Quando a citação incluir texto traduzi do pelo aut or, deve-se inclui r, após a chamada da citação, a expressão tradução
nossa, entre parênteses.
Ex em pl o:
“Ao fazê-lo pode estar envolto em culpa, perversão, ódio de si m esmo [...] pode j ulgar-se pecador e
identificar- se com seu pecado.” (RAHNER, 1962, v. 4, p. 463, tradução nossa).
6 S i st em a de ch ama d a
As ci tações devem ser indicadas no texto por um sist em a de chamada: numérico ou aut or- data.
6.1 Qualquer que seja o método adotado, deve ser segui do consi stentem ente ao longo de todo o trabalho, permiti ndo sua
correlação na li sta de r eferências ou em notas de rodapé.
6.1.1 Quando o(s) nome(s) do( s) autor(es), instituição(ões) responsável(eis) estiver(em ) incluído(s) na sentença,
i n di ca- s e a dat a, en tr e p ar ên t es es, ac r es c id a da ( s) p ági n a (s ), se a cit a ç ão f or di r et a.
Exem plos: Em Teatro Aberto (1963) relat a-se a em ergência do teatro do absurdo.
Segundo Morais (1955, p. 32) assi nala "[...] a presença de concreções de bauxit a no Rio Cricon."
6.1.2 Quando houver coincidência de sobrenom es de autores, acrescentam-se as iniciais de seus prenom es; se m esm o
assim existir coincidência, colocam-s e os prenom es por extenso.
Exem plos: ( BARBOSA, C., 1958) (BARBO SA, Cássi o, 1965)
(BARBOSA, O., 1959) (BARBOSA, Celso, 1965)
6.1.3 As citações de di versos docum entos de um mesmo autor, publicados num m esmo ano, são distinguidas pelo
acréscimo de letras mi núsculas, em ordem alfabética, após a data e sem espacejam ent o, conform e a lista de referências.
Exem plos: De acordo com Reeside (1927a)
(REESIDE, 1927b)
6.1.4 As cit ações indi retas de diversos docum ent os da m esma autoria, publicados em anos diferentes e mencionados
simultaneam ente, têm as suas dat as separadas por vírgula.
Exem plos: (DREYFUSS, 1989, 1991, 1995)
(CRUZ; CORREA; COSTA, 1998, 1999, 2000)
6.1.5 As citações i ndir etas de diversos documentos de vári os autores, menci onados simult aneam ente, devem ser
separadas por ponto-e-vírgul a, em or dem alf abética.
Licença de uso exclusivo para Petrobrás S/A 
Cópia impressa pelo Sistema Target CENWeb