Quadro comparativo CPC atual e PL 8046-10 - CD
588 pág.

Quadro comparativo CPC atual e PL 8046-10 - CD


DisciplinaDireito Processual Civil I37.977 materiais703.363 seguidores
Pré-visualização50 páginas
e importância da
causa, o trabalho realizado pelo
advogado e o tempo exigido para o
seu serviço.
III \u2013 a natureza e a importância da causa;
Vide a letra C acima. IV \u2013 o trabalho realizado pelo advogado e o
tempo exigido para o seu serviço.
§ 4º Nas causas de pequeno valor,
nas de valor inestimável, naquelas
em que não houver condenação ou
for vencida a Fazenda Pública, e
nas execuções, embargadas ou
não, os honorários serão fixados
consoante apreciação equitativa do
juiz, atendidas as normas das
alíneas a, b e c do parágrafo
anterior.
§ 3º Nas causas em que a Fazenda Pública for
parte, os honorários serão fixados dentro
seguintes percentuais, observando os
referenciais do § 2º:
I \u2013 mínimo de dez e máximo de vinte por cento
nas ações de até duzentos salários mínimos;
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6025, de 2005, ao Projeto de Lei nº 8046, de 2010,
ambos do Senado Federal, e outros, que tratam do "Código de Processo Civil" (revogam a Lei nº 5.869, de 1973) -
PL602505
Quadro elaborado pela Seção de Edição de Textos da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.
Quadro comparativo entre o Código de Processo Civil em vigor e o PL 8046/10
Redação do Código de Processo Civil em
vigor (CPC/1973)
Projeto de Lei do
8046, de 2010
Alterações apresentadas pelo
relator-geral na Câmara dos
Deputados
II \u2013 mínimo de oito e máximo de dez por cento
nas ações acima de duzentos até dois mil
salários mínimos;
III \u2013 mínimo de cinco e máximo de oito por
cento nas ações acima de dois mil até vinte mil
salários mínimos;
IV \u2013 mínimo de três e máximo de cinco por
cento nas ações acima de vinte mil até cem mil
salários mínimos;V \u2013 mínimo de um e máximo
de três por cento nas ações acima de cem mil
salários mínimos.
§ 4º Nas causas em que for inestimável ou
irrisório o proveito, o benefício ou a vantagem
econômica, o juiz fixará o valor dos honorários
advocatícios em atenção ao disposto no § 2º.
§ 5º Nas ações de indenização por
ato ilícito contra pessoa, o valor da
condenação será a soma das
prestações vencidas com o capital
necessário a produzir a renda
correspondente às prestações
vincendas (art. 602), podendo estas
ser pagas, também mensalmente,
na forma do § 2o do referido art.
602, inclusive em consignação na
§ 5º Nas ações de indenização por ato ilícito
contra pessoa, o percentual de honorários
incidirá sobre a soma das prestações vencidas
com mais doze prestações vincendas.
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6025, de 2005, ao Projeto de Lei nº 8046, de 2010,
ambos do Senado Federal, e outros, que tratam do "Código de Processo Civil" (revogam a Lei nº 5.869, de 1973) -
PL602505
Quadro elaborado pela Seção de Edição de Textos da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.
Quadro comparativo entre o Código de Processo Civil em vigor e o PL 8046/10
Redação do Código de Processo Civil em
vigor (CPC/1973)
Projeto de Lei do
8046, de 2010
Alterações apresentadas pelo
relator-geral na Câmara dos
Deputados
folha de pagamentos do devedor.
§ 6º Nos casos de perda do objeto, os
honorários serão devidos por quem deu causa
ao processo.
§ 7º A instância recursal, de ofício ou a
requerimento da parte, fixará nova verba
honorária advocatícia, observando-se o
disposto nos §§ 2º e 3º e o limite total de vinte
e cinco por cento para a fase de conhecimento.
§ 8º Os honorários referidos no § 7º são
cumuláveis com multas e outras sanções
processuais, inclusive as do art. 80.
§ 9º As verbas de sucumbência arbitradas em
embargos à execução rejeitados ou julgados
improcedentes, bem como em fase de
cumprimento de sentença, serão acrescidas no
valor do débito principal, para todos os efeitos
legais.
§ 10. Os honorários constituem direito do
advogado e têm natureza alimentar, com os
mesmos privilégios dos créditos oriundos da
legislação do trabalho, sendo vedada a
compensação em caso de sucumbência
parcial.
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6025, de 2005, ao Projeto de Lei nº 8046, de 2010,
ambos do Senado Federal, e outros, que tratam do "Código de Processo Civil" (revogam a Lei nº 5.869, de 1973) -
PL602505
Quadro elaborado pela Seção de Edição de Textos da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.
Quadro comparativo entre o Código de Processo Civil em vigor e o PL 8046/10
Redação do Código de Processo Civil em
vigor (CPC/1973)
Projeto de Lei do
8046, de 2010
Alterações apresentadas pelo
relator-geral na Câmara dos
Deputados
§ 11. O advogado pode requerer que o
pagamento dos honorários que lhe cabem seja
efetuado em favor da sociedade de advogados
que integra na qualidade de sócio, aplicando-se
também a essa hipótese o disposto no § 10.
§ 12. Os juros moratórios sobre honorários
advocatícios incidem a partir da data do pedido
de cumprimento da decisão que os arbitrou.
§ 13. Os honorários também serão devidos nos
casos em que o advogado atuar em causa
própria.
Art. 21. Se cada litigante for em
parte vencedor e vencido, serão
recíproca e proporcionalmente
distribuídos e compensados entre
eles os honorários e as despesas.
Art. 88. Se cada litigante for, em parte,
vencedor e vencido, serão proporcionalmente
distribuídas entre eles as despesas.
Parágrafo único. Se um litigante
decair de parte mínima do pedido, o
outro responderá, por inteiro, pelas
despesas e honorários.
Parágrafo único. Se um litigante sucumbir em
parte mínima do pedido, o outro responderá,
por inteiro, pelas despesas e honorários.
Art. 23. Concorrendo diversos
autores ou diversos réus, os
vencidos respondem pelas
despesas e honorários em
proporção.
Art. 89. Concorrendo diversos autores ou
diversos réus, os vencidos respondem
proporcionalmente pelas despesas e pelos
honorários.
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6025, de 2005, ao Projeto de Lei nº 8046, de 2010,
ambos do Senado Federal, e outros, que tratam do "Código de Processo Civil" (revogam a Lei nº 5.869, de 1973) -
PL602505
Quadro elaborado pela Seção de Edição de Textos da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.
Quadro comparativo entre o Código de Processo Civil em vigor e o PL 8046/10
Redação do Código de Processo Civil em
vigor (CPC/1973)
Projeto de Lei do
8046, de 2010
Alterações apresentadas pelo
relator-geral na Câmara dos
Deputados
Art. 24. Nos procedimentos de
jurisdição voluntária, as despesas
serão adiantadas pelo requerente,
mas rateadas entre os interessados.
Art. 90. Nos procedimentos não contenciosos,
as despesas serão adiantadas pelo requerente,
mas rateadas entre os interessados.
Art. 25. Nos juízos divisórios, não
havendo litígio, os interessados
pagarão as despesas
proporcionalmente aos seus
quinhões.
Art. 91. Nos juízos divisórios, não havendo
litígio, os interessados pagarão as despesas
proporcionalmente aos seus quinhões.
Art. 26. Se o processo terminar por
desistência ou reconhecimento do
pedido, as despesas e os
honorários serão pagos pela parte
que desistiu ou reconheceu.
Art. 92. Se o processo terminar por desistência
ou reconhecimento do pedido, as despesas e
os honorários serão pagos pela parte que
desistiu ou reconheceu.
§ 1º Sendo parcial a desistência ou
o reconhecimento, a
responsabilidade pelas despesas e
honorários será proporcional à parte
de que se desistiu ou que se
reconheceu.
§ 1º Sendo parcial a desistência ou o
reconhecimento, a responsabilidade pelas
despesas e pelos honorários será proporcional
à parte de que se desistiu ou que se
reconheceu.
§ 2º Havendo transação e nada
tendo as partes disposto quanto às
despesas, estas serão divididas
igualmente.
§ 2º Havendo transação e nada tendo as partes
disposto quanto às despesas,