Quadro comparativo CPC atual e PL 8046-10 - CD
588 pág.

Quadro comparativo CPC atual e PL 8046-10 - CD


DisciplinaDireito Processual Civil I39.704 materiais715.323 seguidores
Pré-visualização50 páginas
incapazes;
III - nas ações que envolvam litígios
coletivos pela posse da terra rural e
nas demais causas em que há
interesse público evidenciado pela
natureza da lide ou qualidade da
parte.
III \u2013 nas causas que envolvam litígios coletivos
pela posse de terra rural;
IV \u2013 nas demais hipóteses previstas em lei ou
na Constituição da República.
Parágrafo único. A participação da Fazenda
Pública não configura por si só hipótese de
intervenção do Ministério Público.
Art. 83. Intervindo como fiscal da lei,
o Ministério Público:
Art. 157. Nos casos de intervenção como fiscal
da ordem jurídica, o Ministério Público:
I - terá vista dos autos depois das
partes, sendo intimado de todos os
I \u2013 terá vista dos autos depois das partes,
sendo intimado de todos os atos do processo;
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6025, de 2005, ao Projeto de Lei nº 8046, de 2010,
ambos do Senado Federal, e outros, que tratam do "Código de Processo Civil" (revogam a Lei nº 5.869, de 1973) -
PL602505
Quadro elaborado pela Seção de Edição de Textos da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.
Quadro comparativo entre o Código de Processo Civil em vigor e o PL 8046/10
Redação do Código de Processo Civil em
vigor (CPC/1973)
Projeto de Lei do
8046, de 2010
Alterações apresentadas pelo
relator-geral na Câmara dos
Deputados
atos do processo;
II - poderá juntar documentos e
certidões, produzir prova em
audiência e requerer medidas ou
diligências necessárias ao
descobrimento da verdade.
II \u2013 poderá produzir provas, requerer as
medidas processuais pertinentes e recorrer.
Art. 236. ... § 2º A intimação do
Ministério Público, em qualquer
caso será feita pessoalmente.
Art. 188. Computar-se-á em
quádruplo o prazo para contestar e
em dobro para recorrer quando a
parte for a Fazenda Pública ou o
Ministério Público.
Art. 158. O Ministério Público, seja como parte,
seja como fiscal da ordem jurídica, gozará de
prazo em dobro para se manifestar nos autos,
que terá início a partir da sua intimação
pessoal.
Parágrafo único. Findo o prazo para
manifestação do Ministério Público sem o
oferecimento de parecer, o juiz requisitará os
autos e lhe dará andamento.
Art. 85. O órgão do Ministério
Público será civilmente responsável
quando, no exercício de suas
funções, proceder com dolo ou
fraude.
Art. 159. O membro do Ministério Público será
civilmente responsável quando, no exercício de
suas funções, agir com dolo ou fraude.
TÍTULO VIII - DA DEFENSORIA PÚBLICA
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6025, de 2005, ao Projeto de Lei nº 8046, de 2010,
ambos do Senado Federal, e outros, que tratam do "Código de Processo Civil" (revogam a Lei nº 5.869, de 1973) -
PL602505
Quadro elaborado pela Seção de Edição de Textos da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.
Quadro comparativo entre o Código de Processo Civil em vigor e o PL 8046/10
Redação do Código de Processo Civil em
vigor (CPC/1973)
Projeto de Lei do
8046, de 2010
Alterações apresentadas pelo
relator-geral na Câmara dos
Deputados
Art. 160. A Defensoria Pública exercerá a
orientação jurídica, a promoção dos direitos
humanos e a defesa, em todos os graus, dos
direitos individuais e coletivos, de forma integral
e gratuita, aos necessitados.
Parágrafo único. A representação processual
pela Defensoria Pública gera a presunção
relativa de hipossuficiência da parte.
Art. 161. A Defensoria Pública gozará de prazo
em dobro para todas as suas manifestações
processuais.
§ 1º O prazo tem início com a intimação
pessoal do defensor público.
§ 2º Quando necessário, a intimação a que se
refere o §1º será acompanhada da vista
pessoal dos autos.
§ 3º O juiz determinará a intimação pessoal da
parte patrocinada, a requerimento da
Defensoria Pública, no caso de o ato
processual depender de providência ou
informação que somente por ela possa ser
prestada.
§ 4º O disposto no caput deste artigo se aplica
aos escritórios de prática jurídica das
faculdades de direito reconhecidas na forma da
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6025, de 2005, ao Projeto de Lei nº 8046, de 2010,
ambos do Senado Federal, e outros, que tratam do "Código de Processo Civil" (revogam a Lei nº 5.869, de 1973) -
PL602505
Quadro elaborado pela Seção de Edição de Textos da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.
Quadro comparativo entre o Código de Processo Civil em vigor e o PL 8046/10
Redação do Código de Processo Civil em
vigor (CPC/1973)
Projeto de Lei do
8046, de 2010
Alterações apresentadas pelo
relator-geral na Câmara dos
Deputados
lei e às entidades que prestam assistência
jurídica gratuita em razão de convênios
firmados com a Ordem dos Advogados do
Brasil ou com a Defensoria Pública.
Art. 162. O membro da Defensoria Pública será
civilmente responsável quando, no exercício de
suas funções, agir com dolo ou fraude.
TÍTULO IX - DOS ATOS PROCESSUAIS
CAPÍTULO I - DA FORMA DOS ATOS
PROCESSUAIS
Seção I
Dos atos em geral
Art. 154. Os atos e termos
processuais não dependem de
forma determinada senão quando a
lei expressamente a exigir,
reputando-se válidos os que,
realizados de outro modo, Ihe
preencham a finalidade essencial.
Art. 163. Os atos e os termos processuais não
dependem de forma determinada, senão
quando a lei expressamente a exigir,
considerando-se válidos os que, realizados de
outro modo, lhe preencham a finalidade
essencial.
Parágrafo único. Os tribunais, no
âmbito da respectiva jurisdição,
poderão disciplinar a prática e a
comunicação oficial dos atos
processuais por meios eletrônicos,
atendidos os requisitos de
§ 1º Os tribunais, no âmbito de sua
competência, poderão disciplinar a prática e a
comunicação oficial dos atos processuais por
meios eletrônicos, atendidos os requisitos de
autenticidade, integridade, validade jurídica e
interoperabilidade observada a hierarquia de
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 6025, de 2005, ao Projeto de Lei nº 8046, de 2010,
ambos do Senado Federal, e outros, que tratam do "Código de Processo Civil" (revogam a Lei nº 5.869, de 1973) -
PL602505
Quadro elaborado pela Seção de Edição de Textos da Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados.
Quadro comparativo entre o Código de Processo Civil em vigor e o PL 8046/10
Redação do Código de Processo Civil em
vigor (CPC/1973)
Projeto de Lei do
8046, de 2010
Alterações apresentadas pelo
relator-geral na Câmara dos
Deputados
autenticidade, integridade, validade
jurídica e interoperabilidade da
Infra-Estrutura de Chaves Públicas
Brasileira - ICP - Brasil.
chaves públicas unificada nacionalmente, nos
termos da lei.
§ 2o Todos os atos e termos do
processo podem ser produzidos,
transmitidos, armazenados e
assinados por meio eletrônico, na
forma da lei.
§ 2º Os processos podem ser total ou
parcialmente eletrônicos, de forma a permitir
que todos os atos e os termos do processo
sejam produzidos, transmitidos, armazenados e
assinados por meio eletrônico, na forma da lei.
§ 3º Os tribunais disponibilizarão as
informações eletrônicas constantes do seu
sistema de automação, em primeiro e segundo
graus de jurisdição, em página própria na rede
mundial de computadores, cumprindo aos
interessados obter a tecnologia necessária
para acessar os dados constantes do mesmo
sistema.
§ 4º O procedimento eletrônico deve ter sua
sistemática unificada em todos os tribunais,
cumprindo ao Conselho Nacional de Justiça a
edição de ato que incorpore e regulamente os
avanços tecnológicos que forem se verificando.
Art. 155. Os atos processuais são
públicos. Correm, todavia, em
segredo de justiça os processos:
Art. 164. Os atos processuais são