Custos - apostila 2013 2
74 pág.

Custos - apostila 2013 2


DisciplinaAnálise de Custos1.443 materiais12.923 seguidores
Pré-visualização13 páginas
Universitário Newton Paiva 
Curso Administração de empresas 
Disciplina: Análise de Custos 
 
 
2.2.3 CLASSIFICAÇÃO EM RELAÇÃO À OCORRÊNCIA 
 
A) CUSTO BÁSICO 
 
Representa o custo com matéria-prima consumida. 
 
É representado pela seguinte fórmula: 
 
CB = EIMP + CMP \u2013 EFMP, onde: 
 
EIMP = Estoque inicial de matéria-prima; 
CMP = Compras de matéria-prima; e 
EFMP = Estoque Final de matéria-prima; 
 
B) CUSTOS DE TRANSFORMAÇÃO OU DE CONVERSÃO 
 
Representam o esforço da empresa no processo de elaboração de um determinado 
item. Eles resultam da soma dos custos de mão-de-obra direta e dos custos indiretos 
de produção. 
 
É medido pela seguinte fórmula: 
 
CT = MOD + CIF, onde: 
 
MOD = Mão de obra direta 
CIF = Custos Indiretos de Fabricação 
 
 
 
 
 
 
 
 
C 
Professor Cleber Batista de Sousa 14
Centro Universitário Newton Paiva 
Curso Administração de empresas 
Disciplina: Análise de Custos 
 
 
C) CUSTOS DE PRODUÇÃO DO PERÍODO OU CUSTO FABRIL 
 
É a soma dos custos incorridos na produção de certo período São chamados ainda 
de \u201ccustos fabris\u201d ou \u201ccustos de fabricação\u201d. É a soma do custo básico + o custo de 
transformação. 
CF = CB + CT 
 
D) CUSTOS DOS PRODUTOS FABRICADOS 
 
É a soma dos custos contidos na produção acabada no período. Pode conter custos 
de produção também de períodos anteriores, existentes em unidades que só foram 
completadas no presente período. 
 
É o resultado do emprego da fórmula: 
CPF = EIPE + CF \u2013 EFPE, onde: 
 
EIPE = Estoque Inicial de produtos em elaboração 
CF = Custo Fabril 
EFPE = Estoque Final de produtos em elaboração. 
 
E) CUSTOS DOS PRODUTOS VENDIDOS 
 
É a soma dos custos incorridos na fabricação de produtos, que foram vendidos no 
período. Pode conter custos de produção de diversos períodos, caso os itens 
vendidos tenham sido produzidos em períodos diferentes. 
 
É o resultado do emprego da fórmula: 
 
CPV = EIPA + CPF \u2013 EFPA, onde: 
 
EIPA = Estoque Inicial de produtos acabados 
CPF = Custo dos produtos fabricados 
EFPA = Estoque Final de produtos acabados. 
C 
Professor Cleber Batista de Sousa 15
Centro Universitário Newton Paiva 
Curso Administração de empresas 
Disciplina: Análise de Custos 
 
 
 
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 
 
4) A empresa LC Ltda, apresentou o seguinte relatório referente ao mês de janeiro, 
solicitando que você faça uma análise de seus custos: 
 
 R$ . 
4.1 - Matéria-Prima Direta 
 5.1.1 \u2013 Consumida no período 50.000 
 5.1.2 - Estoque inicial 10.000 
 5.1.3 - Estoque final 4.000 
 
4.2 - Mão-de-obra direta 50.000 
 Mão-de-obra disponível 80.000 
 
4.3 - Outros custos indiretos e 
 despesas 
 
 Aluguel da fábrica 5.000 
 Seguro da fábrica 4.000 
 IPI 1.000 
 Frete para entrega de produtos 3.000 
 Depreciação de máquinas da 
 Fábrica (método linear) 
 3.000 
 Energia elétrica da fábrica 3.000 
 Salário setor de contas a pagar 1.000 
 Salário supervisor administrativo 5.000 
 
4.4 - Estoque de Produtos em 
 Elaboração 
 
 Inicial 500 
 Final 2.000 
 
4.5 - Estoque de Produtos Acabados 
 Inicial 2.000 
 Final 1.800 
 
 
Com base nestes dados, responda qual o custo dos produtos vendidos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
C 
Professor Cleber Batista de Sousa 16
Centro Universitário Newton Paiva 
Curso Administração de empresas 
Disciplina: Análise de Custos 
 
 
UNIDADE III 
APURAÇÃO DE CUSTOS NAS EMPRESAS 
 
3.1 Apuração de custos em empresas prestadoras de serviços 
 
As apurações dos custos dos serviços prestados englobam todos os gastos 
necessários à prestação de determinado serviço. 
 
Como as empresas prestadoras de serviços normalmente trabalham sob 
encomenda, os custos de cada serviço encomendado, será apurado considerando: 
 
- Custos com materiais gastos diretamente na prestação do serviço; 
- Horas de mão-de-obra gasta diretamente na prestação do serviço; 
- Outros gastos relacionados aos serviços não reembolsados. 
 
3.2 \u2013 Apuração de custos em empresas comerciais 
 
Conforme determina o Regulamento do Imposto de Renda (RIR), os estoques de 
mercadorias e o custo das mercadorias vendidas, devem englobar todos gastos 
necessários para colocar a mercadoria em condições de venda, deduzidos dos 
impostos não cumulativos. 
 
Sendo assim, o valor líquido que vai compor o estoque de mercadorias e/ou o CMV, 
deverá ser apurado da seguinte forma: 
 
 
 
 
 
 
C 
Professor Cleber Batista de Sousa 17
Centro Universitário Newton Paiva 
Curso Administração de empresas 
Disciplina: Análise de Custos 
 
 
 
Valor da compra 
(-) Descontos incondicionais 
(=) Base de Cálculo dos Tributos 
(-) Tributos Recuperáveis 
 ICMS 
 PIS (se lucro real) 
 COFINS (se lucro real) 
(+) Outros gastos 
(=) Valor de aquisição da mercadoria 
 
Este valor de aquisição será o valor que irá compor, num primeiro momento, o 
estoque da empresa, ou seja, o investimento que a empresa fez com a aquisição da 
mercadoria. 
 
O custo será determinado pelo método de avaliação do estoque que poderá ser 
PEPS, UEPS ou preço médio. 
 
O CMV também poderá ser determinado pela seguinte fórmula: 
 
CMV = EI + C - EF 
 
Onde: CMV = Custo das Mercadorias Vendidas; 
 EI = Estoque inicial de mercadorias; 
 C = Compras de mercadorias; e 
 EF = Estoque final de mercadorias. 
 
 
 
 
 
 
C 
Professor Cleber Batista de Sousa 18
Centro Universitário Newton Paiva 
Curso Administração de empresas 
Disciplina: Análise de Custos 
 
 
EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO 
 
Apurar o valor do estoque final e o custo da mercadoria vendida no período da 
empresa Comercial Endobrax, estabelecida em Belo Horizonte/MG e optante pelo 
lucro real. Sabe-se que a empresa utiliza o preço médio para avaliar os estoques. 
 
A) Compra, em São Paulo/SP, de 200 peças, pelo valor total de R$ 22.000,00, à 
prazo; 
B) Compra, em Salvador/BA, de 300 peças, pelo valor total de R$ 28.000,00; 
C) Venda de 100 peças pelo valor total de R$ 30.000,00; 
D) Compra, em Montes Claros/MG, de 500 peças, no valor bruto de R$ 8.000,00, 
com desconto de 10%, destacado na Nota Fiscal; 
E) Venda de 230 peças pelo valor total de R$ 55.000,00. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
C 
Professor Cleber Batista de Sousa 19
Centro Universitário Newton Paiva 
Curso Administração de empresas 
Disciplina: Análise de Custos 
 
 
3.3 Apuração de custos em empresas industriais 
 
É a aplicação dos gastos efetuados com a produção nas unidades produzidas; ou 
seja, é a obtenção do custo unitário do produto através da distribuição dos gastos de 
produção para cada unidade. 
 
3.3.1 COMPONENTES DO CUSTO 
 
É a soma de todos os gastos consumidos, ou seja, todos os custos da fábrica. É 
composto de matéria prima, mão de obra e Custos Indiretos de Fabricação \u2013 CIF. 
 
3.3.1.1 MATÉRIA PRIMA 
 
São bens que irão sofrer transformação para o surgimento de novos bens. 
 
Exemplos: A borracha para o pneu, a celulose para o papel, a madeira para o 
móvel, o calcário para o cimento, etc. 
 
Semelhante a apuração dos custos com mercadorias, o custo com a matéria prima 
será apurado levando em consideração o valor da compra, deduzidos os descontos 
incondicionais