5) ANATOMIA (Esqueleto Apendicular)
74 pág.

5) ANATOMIA (Esqueleto Apendicular)


DisciplinaAnatomia Aplicada à Educação Física119 materiais1.768 seguidores
Pré-visualização2 páginas
*
*
ANATOMIA DO ESQUELETO APENDICULAR
Alberto Kruschewsky
*
*
MEMBROS SUPERIORES
*
*
NOMES LATINOS/PORTUGUÊS
*
*
	CÍNGULO DO MEMBRO SUPERIOR
Escápulas;
Clavículas (articulação lateral com a escápula e medial com manúbrio do esterno);
*
*
CLAVÍCULA
Da borda superior do manúbrio do esterno ao acrômio da escápula;
Osso longo, extremidade medial arredondada, lateral achatada e corpo com dupla curva no plano horizontal; 
Situada quase que horizontalmente logo acima da primeira costela;
Pode ser apalpada no indivíduo vivo.
*
*
CLAVÍCULA
Dois terços mediais convexos para a frente;
Terço lateral côncavo para a frente;
Determinação do lado: extremidade arredondada medialmente, concavidade contígua posteriormente e parte lisa do corpo para cima
*
*
CLAVÍCULA
Vista superior
Vista inferior
Fonte: SOBOTTA, Johannes. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. 
*
*
*
*
ESCÁPULA
Osso grande, achatado e triangular, ligado ao esterno pela clavícula;
Articula-se com o úmero;
Superfície póstero-lateral da parte superior do tórax;
*
*
ESCÁPULA
Translúcida em certos pontos;
Lateralmente (acrômio, processo coracóide e cavidade glenóide);
Lado: Face côncava é anterior, processo grande, a espinha, é posterior, estendendo-se até o acrômio;
*
*
ESCÁPULA
Articulação com úmero é muito móvel;
Na posição anatômica a cav. Glenóide está voltada para frente e lateralmente. 
*
*
FACES DA ESCÁPULA
Costal: Côncava (fossa subescapular);
Dorsal: Dividida em duas partes desiguais (supraespinhal e infraespinhal);
*
*
BORDAS DA ESCÁPULA
Medial e lateral (palpáveis no vivente);
Bordas superior e medial se unem no ângulo superior;
Bordas medial e lateral (ângulo inferior);
Ângulo lateral (Bordas lateral e superior);
*
*
FOSSA GLENÓIDE DA ESCÁPULA
Mais estreita superiormente;
Tubérculo supraglenoidal;
Tubérculo infraglenoidal;
*
*
*
*
ESCÁPULA
Vista posterior
Fonte: SOBOTTA, Johannes. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. 
*
*
ESCÁPULA
Vista lateral.
Fonte: SOBOTTA, Johannes. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. 
*
*
MEDIDA CLÍNICA DO BRAÇO
Da extremidade do acrômio ao epicôndilo lateral do úmero.
*
*
ÚMERO
Osso do braço e do ombro;
Maior e mais longo osso do membro superior.
Articulação: escápula (ombro), rádio e a ulna (cotovelo). 
Duas epífises e uma diafíse.
Determinação do lado: extremidade arredondada para cima e os tubérculos, separados por um sulco, olhando anteriormente, Cabeça dirigida medialmente.
*
*
EXTREMIDADE PROXIMAL
Cabeça, colo anatômico e dois tubérculos;
Tubérculo maior projeta-se lateralmente, além do acrômio;
Tubérculo menor: parte anterior da extremidade proximal (palpável sobre o deltóide no vivo).
*
*
*
*
EXTREMIDADE DISTAL
Côndilo e epicôndilos lateral e medial;
Epicôndilo medial (rugoso); sulco do nervo ulnar posterior;
Côndilo (tróclea, capítulo, fossas coronóides, do olécrano e radial);
*
*
BRAÇO: ÚMERO
Vista anterior
Vista posterior
Fonte: SOBOTTA, Johannes. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. 
*
*
RÁDIO
Osso mais curto e lateral do antebraço;
Articulação proximal (Úmero);
Medial (Ulna);
Distal (Ossos do carpo).
Determinação do lado: extremidade maior distalmente, face côncava lisa anterior, processo pontiagudo lateral e distal.
*
*
EXTREMIDADE PROXIMAL
Cabeça, colo e tuberosidade;
Palpável abaixo do epicôndilo lateral do úmero;
*
*
EXTREMIDADE DISTAL
Dilatada;
Medialmente: côncava incisura ulnar;
Lateralmente: processo estilóide;
Estilóide 1cm distalmente ao da ulna*.
Posterior: sulcos para tendões extensores
*
*
ANTEBRAÇO - RÁDIO
Vista anterior
Vista posterior
Vista medial
Fonte: SOBOTTA, Johannes. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. 
*
*
ULNA
Osso mais longo e medial do antebraço;
Articulação superior (úmero);
Lateral( rádio);
Distal (rádio).
Determinação lado: extremidade maior proximalmente, incisura anteriormente e boda cortante lateralmente. 
*
*
EXTREMIDADE PROXIMAL
Olécrano, processo coronóide, incisura troclear e incisura radial.
*
*
EXTREMIDADE DISTAL
Cabeça da ulna e seu processo estilóide;
*
*
ANTEBRAÇO: ULNA
Fonte: SOBOTTA, Johannes. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. 
Vista anterior
Vista posterior
Vista lateral
*
*
MÃO
Divisão: carpo, metacarpo e falanges;
Vista anterior
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. 
 
*
*
MÃO
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. 
 
Vista posterior
*
*
*
*
MEMBROS INFERIORES
*
*
NOMES LATINOS/PORTUGUÊS
*
*
OSSO DO QUADRIL
Formam o cíngulo do membro inferior;
Especializado para sustentação do peso e controle da gravidade, e locomoção;
Une o sacro com o fêmur;
Lado a que pertence: Grande cavidade acetabuliforme lateral e ligeiramente para frente, forame obturado abaixo e adiante dela. 
*
*
OSSO DO QUADRIL: VISTA LATERAL
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. 
 
*
*
OSSO DO QUADRIL
Superiormente: Ilíaco ; 
Inferiormente e posteriormente: Ísquio (mais resistente) ;
Inferiormente e anteriormente: Púbis.
*
*
OSSO DO QUADRIL
Partes denominadas de acordo com a posição anatômica;
Nesta, a face interna do corpo da pube olha quase diretamente para cima e a bexiga repousa sobre ela;
Superfície articular da sínfise sagital;
Incisura do acetábulo aponta para baixo. 
*
*
OSSO DO QUADRIL
Forma as paredes anterior e lateral da pelve óssea;
Anterior: Sínfise da pube;
Posterior: Juntura sacroilíaca;
Cada osso é formado por ílio, ísquio e púbis;
*
*
ÍLIO
 Asa (ala) e corpo;
Corpo: articula-se com ísquio e púbis;
Eminênca íliopúbia (marca a fusão do ílio com a pube);
*
*
ÍLIO
 Espinha ânterior superior palpável in vivo;
Medida clínica: Da espinha ilíaca antero-superior até a ponta do maléolo medial da tíbia;
*
*
FRATURA POR AVULSÃO
*
*
ÍLIO: VISTA LATERAL
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. 
 
*
*
ÍLIO: VISTA MEDIAL
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. 
 
*
*
ÍSQUIO
Consiste em um corpo e um ramo;
Extremidade superior: funde-se com a pube e forma o acetábulo;
Extremidade inferior: Túber esquiádico;
*
*
PUBE
Corpo une-se ao corpo do lado oposto na sínfise;
Osso na posição anatômica: Tubérculo púbico e espinha ilíaca antero-superior estão no mesmo plano frontal;
*
*
Ramo superior estende-se para cima, para trás e lateralmente ao acetábulo, onde se funde com ísquio e ílio;
Ramo inferior (Curto):
Funde-se com ramo do ísqui
*
*
*
*
ACETÁBULO
Cavidade crateriforme;
Incompleto em baixo (incisura do acetábulo);
Face semilunar: lisa, articula-se com fêmur;
Lábio acetabular: ligado à face semilunar;
*
*
*
*
OSSO DA COXA: O FÊMUR
Osso mais longo;
¼ a 1/3 o comprimento do corpo;
Transmite o peso do quadril para tíbia;
2 epífises e uma diáfise;
Vista anterior
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. 
 
*
*
FÊMUR
Extremidade superior:
 Uma cabeça (tem fóvea);
 Um colo;
 Dois trocânteres.
Extremidade inferior:
 Dois côndilos (espiral \u2013 medial e lateral); 
Diáfise recurvada: convexidade anterior
Vista anterior
Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. 
 
*
*
OSSO DA COXA: O FÊMUR
Vista anterior
Fonte: NETTER, Frank